Top 20 | Séries para assistir na Amazon Prime Video

A Amazon Prime Video chegou ao Brasil no final de 2016 e aos poucos o catálogo do serviço tem crescido bastante. É sempre bom ter algum tipo de concorrência entre os serviços de streaming de vídeo, dessa forma o consumidor passa a ter mais opções. Ele ainda está longe de concorrer com a Netflix, mas é uma opção a mais quando o telespectador quiser mudar de “canal”. O valor da assinatura é mais barato que a concorrência: R$ 8,00 nos primeiros 6 meses e depois aumenta para R$ 15,00, sendo que eles dão 7 dias de teste grátis. Nessa lista selecionei alguns destaques para quem está na dúvida se vale a pena ou não assinar.

Crisis in Six Scenes

Crítica | Crisis in Six Scenes

Crisis in Six Scenes não mostra nenhuma novidade dentro da carreira de Woody Allen, mas mantém a regularidade do diretor em mais um trabalho de qualidade. Pode não ser uma grande obra ou apresentar algo de diferente dentro do mundo televisivo, mas diverte como toda obra de Allen, seguindo o seu estilo humorístico e irônico como só ele consegue fazer.

Transparent

O programa criado por Jill Soloway mostra uma família lidando com o fato do pai finalmente resolver assumir que é transexual. Uma mistura de drama com pequenos toques de comédia. Em tempos de discussões sobre identidade de gênero, a série é muito importante na abordagem do tema.

Mozart in the Jungle

A série fala sobre 2 personagens envolvidos com a música clássica: o maestro Rodrigo (Gael Garcia Bernal), que assume o comando da orquestra de Nova York com o objetivo de dar uma nova cara, e a jovem oboísta Hailey (Lola Kirke), que sonha em fazer parte da orquestra. Uma divertida abordagem pop sobre música clássica com toques de drama e romance.

Jean Claude Von Johnson

Se você é ou já foi fã dos filmes de Jean-Claude Van Damme, então não pode perder essa série. Nela o ator vive uma versão ficcional de si mesmo, onde o trabalho de atuação na verdade é apenas para disfarçar seu real trabalho como agente secreto. Uma mistura de ação e comédia com diversas referências pop (principalmente aos próprios filmes de Van Damme) e muita metalinguagem.

Z: The Beginning of Everything

A série mostra um pouco sobre a vida de Zelda Sayre Fitzgerald (Christina Ricci) mostrando sua juventude, como ela conheceu escritor F. Scott Fitzgerald (David Hoflin) e o início do relacionamento dos dois. Um bom drama de época para os amantes de literatura.

Marvelous Mrs. Maisel

Criada por Amy Sherman-Palladino, de Gilmore Girls, a série mostra uma dona de casa dos anos 50 – interpretada por Rachel Brosnahan – que resolve virar uma comediante de stand up. Se nos dias atuais as mulheres ainda lutem por direitos iguais, então imaginem as dificuldades que a personagem vai enfrentar. E tudo começa após o seu marido resolver se separar, deixando-a com 2 filhos pequenos. A atuação e o carisma de Brosnahan são maravilhosos (desculpa o trocadilho), e série surpreende com uma boa mistura de comédia e toques de drama.

American Gods

Crítica | Deuses Americanos – 1×01: The Bone Orchard

Por Mário Bastos

A série é na opinião de muitos – eu incluso – a síntese de tudo que há de melhor na obra de Gaiman, e durante anos o desafio de transpor essa obra para uma mídia audiovisual passou por várias mãos, até finalmente cair nas mãos do competente Bryan Fuller. O resultado: violência e sangue expostos de uma maneira explicitamente gráfica e que, ironicamente, ajudam a dar um tom à série que a situa na fronteira entre o absurdo e o mundano. Deuses Americanos segue na linha das outras criações de Bryan Fuller, um caminho mais cult, afastando muito da audiência mainstream menos acostumada a propostas que recorrerem a uma linguagem visual e uma temática, a um só tempo, pouco convencionais.

The Tick

Baseado no quadrinho de Ben Edlund, que também inspirou um desenho animado nos anos 1990 exibido no Brasil, a série brinca um pouco com o conceito de super herói. O protagonista Arthur Everest fica na dúvida se está ficando louco quando um herói invulnerável vestido de azul chamado Tick aparece em sua vida com o objetivo de combater o crime na cidade. Uma mistura de paródia de super-heróis com comédia.

Philip K. Dick´s Electric Dream

Essa série segue um formato parecido com o de Black Mirror com episódios fechados, cada um deles baseado em alguma obra do escritor Philip K. Dick, um dos autores de ficção científica mais adaptados para o cinema com obras como “Vingador do Futuro” e “Blade Runner”. Produzida pelo Channel 4 do Reino Unido, o programa estreou por lá em setembro de 2017 e chega a Amazon Prime Video no dia 12 de janeiro de 2018.

Community

A série criada por Dan Harmon é uma das mais criativas, divertidas e engraça dos últimos anos. Após ter sido cancelada, ela foi ressuscitada pelo Yahoo para mais uma temporada e agora todas estão disponíveis na Amazon. Uma ótima oportunidade para conhecer ou terminar de assistir. Nela um grupo de pessoas bem diferentes cria um elo de amizades ao estudar em uma faculdade comunitária americana.

Seinfield

Essa é uma das sitcoms mais famosas dos anos 90, que durou de 1989 a 1998 com 9 temporadas na NBC. Agora é possível assistir todos os episódios, para quem nunca assistiu, ou então relembrar alguns dos clássicos da maior série sobre nada de todos os tempos. Impossível não rir das situações do cotidiano vividas por Seinfield, George, Elaine e Kramer, mesmo que algumas não façam mais sentido nos dias de hoje, mas talvez aí esteja o motivo ficarem ainda mais engraçadas.

Mr. Robot

Mr. Robot é o maior plot twist da década?!

Por Letícia Cunha

Mr. Robot não é simplesmente uma série do “momento” ou um “sucesso repentino“, é uma série inteligente, audaciosa e extremamente paciente no seu desenvolvimento. Seu roteiro é excelente, traz uma história bem amarrada e sem pontas soltas, e se encontrarmos uma “ponta solta” ela não está ali por acaso, todos os pedaços fazem parte de um enorme quebra cabeça, uma série cuja a história é envolvente e intrigante. Não é apenas uma série de hackers, uma série que trata de problemas sociais, de crises financeiras e que explora a psique humana de seu protagonista.

Parks and Recreations

A série utiliza o mesmo formato de “falso documentário” de The Office, ao mostrar o dia a dia do departamento de Parques e Recreações de uma cidade americana. As situações apresentadas são bem no estilo “vergonha alheia” e vai ser difícil não rir dos absurdos e de como a protagonista Leslie Knope (Amy Poehler) leva a sério o seu ofício.

This is Us

Essa série da NBC americana virou um sucesso de audiência e crítica, além de uma ótima surpresa por ser produzida por um canal aberto. O programa é um drama que mostra um grupo de pessoas que nasceu no mesmo dia cujo destinos se cruza de forma que nenhum deles esperava.

Bates Motel

Os fãs de filmes clássicos de suspense e terror tem agora a oportunidade de saber um pouco mais sobre a relação entre Norman Bates (Freddie Highmore) e sua mãe Norma Louise (Vera Farmiga), personagens de “Psicose” do gênio Alfred Hitchcock. A série funciona como uma mistura de prequel com remake.

Preacher

Baseado na HQ de Garth Ennis e Steve Dillon, a série conta a história de um pastor que após um evento sobrenatural em sua igreja, resolve ajudar um vampiro a encontrar Deus.

The Exorcist

Mais um clássico do terror que ganha uma nova versão em formato de série. Essa antologia de terror e drama se inspira no filme de William Friedkin para contar a história de 3 padres lidando com casos de presenças demoníacas em uma família e em um orfanato.

Two and a half man

Outra sitcom de grande sucesso. Uma boa oportunidade para quem nunca conseguiu assistir os episódios na sequência certa na TV por assinatura, agora pode maratonar e assistir todas as temporadas.

Fear of the Walking Dead

Fear The Walking Dead, primeiras impressões

Por Marcio Melo

Como será que se deu o início de todo o apocalipse zumbi apresentado em The Walking Dead? Derivada de um dos maiores sucessos do canal AMC, Fear The Walking Dead é ambientada no mesmo universo e funciona tanto como um spin-off quanto uma prequel da série ‘original’.

Dr. House

Os fãs do Dr. House agora podem relembrar, ou então conhecer, o personagem assistindo todas as temporadas dessa série de enorme sucesso.


Ficou faltando alguma? Deixe o seu comentário com sugestões.

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

2 thoughts on “Top 20 | Séries para assistir na Amazon Prime Video”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *