Crítica | On the Rocks

Na relação entre pais e filhos, normalmente os pais querem o melhor para seus filhos. Ao mesmo tempo, os filhos têm medo de repetir os mesmos erros que os pais. Olhando dessa forma, On the Rocks – novo filme de Sofia Coppola – fala basicamente desse tipo de relação entre o pai Felix Keane, interpretado por Bill Murray, e sua filha Laura (Rashida Jones).

Laura é casada com Dean (Marlon Wayans) e eles têm duas filhas. O casamento deles passa por um momento complicado porque ele está trabalhando demais, enquanto ela fica sobrecarregada cuidando das crianças e enfrenta um bloqueio criativo ao tentar escrever seu próximo livro. Surge então sinais que ele pode estar a traindo com outra mulher e a ela resolve pedir conselhos para o pai, que propõe realizar uma investigação a respeito.

Ao longo do filme descobrimos mais sobre a relação entre Laura e Felix. Sofia apresenta isso através de boas conversas entre os personagens, principalmente enquanto eles estão em algum restaurante. De certa forma On the Rocks é uma história curiosa de se acompanhar durante a pandemia, já que ao ver os personagens saindo de casa para conversas trás um sentimento de nostalgia de outros tempos, que é justamente o que o pai quer resgatar com sua filha.

Felix Keane é um homem boa praça e cheio de carisma, daqueles que usa seu charme seja para conquistar mulheres, mas também para se livrar de problemas. As conversas dele com sua filha são ótimas para tentar entender a questão de como a relação entre casais mudou com o passar do tempo, mas alguns problemas permanecem os mesmos. O casamento de Felix se desgastou com o tempo, provavelmente por causa do seu comportamento, mas será que Laura está passando por algo similar onde seu marido pode ter perdido o interesse nela?

Entramos então na questão da mulher moderna, aquela que precisa dar conta não só da própria carreira, mas também da família e ainda se sente obrigada pela sociedade em se manter atraente para o marido. E isso se reflete no próprio figurino onde inicialmente a vemos usando roupas mais básicas, mas depois se preocupando em parecer mais “arrumada”. Não parece ser uma tarefa nada fácil, ainda mais sem a colaboração dos homens.

Sofia Coppola aborda tudo isso com o seu estilo de filmar, onde drama e comédia se misturam, junto com um tom mais intimista e um pouco agridoce. A trilha sonora, tanto a original da banda Phoenix quanto as músicas selecionadas, ajudam a ditar o tom da narrativa. Contudo, é a escolha do elenco que define por completo como a narrativa se desenvolve.

É bom ver Bill Murray trabalhando novamente com Sofia e ele é o ator certo para On the Rocks. Ele constrói Felix usando o seu próprio estilo de atuar, daqueles que confundem ao não sabermos onde acaba a atuação e entra a própria personalidade do ator. Esse charme dá à narrativa um tom mais leve, onde a situação parece ser menos dramática do que realmente é. Por outro lado, Rashida Jones mantém o tom mais sóbrio e verossímil, equilibrando bem o drama e a comédia. A dinâmica dos atores dirigida por Coppola é o grande diferencial do filme.

Em síntese, On the Rocks é mais um acerto na filmografia de Sofia Coppola que mostra o quanto a diretora conseguiu criar o seu próprio estilo de filmar. Pensado na relação dela com o próprio pai, o diretor Francis Ford Coppola, é bom ver o quanto ela manteve a influência do amor ao cinema, mas conseguiu criar sua própria voz. Podemos aprender com erros dos nossos pais, mas é claro que também precisamos cometer os nossos próprios, isso faz parte da nossa própria evolução.


Uma frase: – Laura (falando o para o pai Felix): “Ele não é como você. É um cara legal, um ótimo pai.”

Uma cena: Laura e Felix fazendo uma tocaia espionando Dean.

Uma curiosidade: Quando Sofia Coppola estava trabalhando na apresentação do roteiro de Encontros e Desencontros (2003) com uma aula de atuação, Rashida Jones estava entre os alunos e interpretou Charlotte, que acabou indo para Scarlett Johansson quando o filme entrou em produção.


On the Rocks

Direção: Sofia Coppola
Roteiro:
Sofia Coppola
Elenco: Bill Murray, Rashida Jones e Marlon Wayans
Gênero: Aventura, Comédia, Drama
Ano: 2020
Duração: 96 minutos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *