Oscar 2016 – PO.CI.L.GA

Especialmente por Mário Bastos e Ramon Prates

No dia 15 de Janeiro de 2016 foram anunciados os indicados ao Oscar 2016. Assim como em 2015, apesar da regra permitir até 10 filmes na categoria melhor filme, apenas 8 foram indicados.

Entre os destaques estão a indicação da animação brasileira “O Menino e o Mundo” ao prêmio de melhor animação. As chances são pequenas já que ele está concorrendo com “Divertida Mente”, a disputa vai ser praticamente um novo Santos X Barcelona. Mas vale o destaque de ter uma animação brasileira concorrendo entre os melhores filmes de animação de 2016. Uma indicação tão importante quanto a de melhor filme estrangeiro que, infelizmente, deixou o excelente “Que horas ela volta?” de Anna Muylaert, de fora.
Os campeões de indicações esse são “O Regresso” (que estreia dia 04/02, aqui no Brasil) com 12 indicações e “Mad Max: Estrada da Fúria” com 10. Será que o diretor Alejandro González Iñárritu (vencedor por Birdman, na última edição) vai levar mais uma vez os prêmios principais? Seria mais um importante triunfo para um latino em Hollywood, firmando, talvez, uma mudança de paradigmas na mais importante insdústria do cinema do mundo, considerando que já em 2014 o prêmio de melhor diretor foi para o também mexicano Alfonso Cuarón, por “Gravidade”.
Fique atento, pois essa postagem será regularmente atualizada a medida que os indicados, que ainda não foram lançados, estrearem por aqui e forem comentados pelo nosso ilustre chiqueiro. Aqueles que já conferimos já contam com seus links apropriados para suas devidas críticas. Aproveite para ler (ou reler) e deixar seus comentários por lá.
A cerimônia de entrega acontece no dia 28 de Fevereiro e terá apresentação de Chris Rock.
Confira a lista de filmes indicados ao Oscar 2016 já comentados aqui na POCILGA (ou no blog de algum porcolega da nossa equipe):

A Garota Dinamarquesa – 4 indicações

  • Ator: Eddie Redmayne
  • Atriz: Alicia Vikander
  • Design de Produção: Michael Standish e Eve Stewart
  • Figurino: Paco Delgado

Crítica | A Garota Dinamarquesa (The Danish Girl, 2015)


A Grande Aposta – 5 indicações

  • Filme: Brad Pitt, Dede Gardner e Jeremy Kleiner (produtores)
  • Diretor: Adam McKay
  • Ator Coadjuvante: Christian Bale
  • Roteiro Adaptado: Adam McKay e Charles Randolph baseado no livro The Big Short de Michael Lewis
  • Montagem: Hank Corwin

Crítica | A Grande Aposta


Anomalisa – 1 indicação

  • Animação: Charlie Kaufman, Duke Johnson e Rosa Tran (diretores)

Crítica | Anomalisa (2015)


Brooklyn – 3 indicações

  • Filme: Finola Dwyer and Amanda Posey
  • Atriz: Saoirse Ronan
  • Roteiro Adaptado: Nick Hornby baseado no livro Brooklyn de Colm Tóibín

Crítica | Brooklyn (Brooklyn, 2015)


Cinco Graças – 1 indicação

  • Melhor Filme Estrangeiro: Deniz Gamze Ergüven (diretor) – França

Crítica | Cinco Graças (Mustang, 2015)


Cinderela – 1 indicação

  • Figurino: Sandy Powell

http://turminhadoramon.blogspot.com/2015/04/cinderela.html


Cinquenta Tons de Cinza – 1 indicação

  • Canção Original: “Earned It” música e letra de Belly, Stephan Moccio, Jason Daheala Quenneville e The Weeknd

50 Tons de Cinza (Fifty Shades of Grey)


Creed: Nascido para Lutar – 1 indicação

  • Ator Coadjuvante: Sylvester Stallone

Crítica | Creed: Nascido para Lutar (sem spoilers)


Divertida Mente – 2 indicações

  • Roteiro Original: Pete Docter, Meg LeFauve, Josh Cooley, e Ronnie del Carmen
  • Animação: Pete Docter e Ronnie del Carmen (diretores)

Crítica | Divertida Mente


Ex-Machina: Instinto Artificial – 2 indicações

  • Roteiro Original: Alex Garland
  • Efeitos Visuais: Mark Williams Ardington, Sara Bennett, Paul Norris e Andrew Whitehurst

Crítica: Ex Machina (2015)


Joy – O Nome do Sucesso – 1 indicação

  • Melhor Atriz: Jennifer Lawrence

Crítica | Joy – O Nome do Sucesso (Joy)


Mad Max: Estrada da Fúria – 10 indicações

  • Filme: Doug Mitchell e George Miller (produtores)
  • Diretor: George Miller
  • Montagem: Margaret Sixel
  • Maquiagem e cabelo: Lesley Vanderwalt, Elka Wardega e Damian Martin
  • Design de Produção: Colin Gibson e Lisa Thompson
  • Fotografia: John Seale
  • Figurino: Jenny Beavan
  • Efeitos Visuais: Andrew Jackson, Dan Oliver, Andy Williams e Tom Wood
  • Edição de Som: Mark A. Mangini e David White
  • Mixagem de Som: Chris Jenkins, Gregg Rudloff e Ben Osmo

Mad Max: Estrada da Fúria


Perdido em Marte – 7 indicações

  • Filme: Simon Kinberg, Ridley Scott, Michael Schaefer e Mark Huffam (produtores)
  • Ator: Matt Damon
  • Roteiro Adaptado: Drew Goddard baseado no livro The Martian de Andy Weir
  • Design de Produção: Celia Bobak e Arthur Max
  • Efeitos Visuais: Anders Langlands, Chris Lawrence, Richard Stammers e Steven Warner
  • Edição de Som: Oliver Tarney
  • Mixagem de Som: Paul Massey, Mark Taylor e Mac Ruth

Perdido em Marte (The Martian)


Ponte dos Espiões – 6 indicações

  • Filme: Steven Spielberg, Marc Platt e Kristie Macosko Krieger (produtores)
  • Ator Coadjuvante: Mark Rylance
  • Roteiro Original: Matt Charman, Ethan Coen e Joel Coen
  • Trilha Sonora original: Thomas Newman
  • Design de Produção: Rena DeAngelo, Bernhard Henrich e Adam Stockhausen
  • Mixagem de Som: Andy Nelson, Gary Rydstrom e Drew Kunin

Crítica | Ponte dos Espiões (Bridge of Spies, 2015)


O Lobo do Deserto (Theeb) – 1 indicação

  • Melhor Filme Estrangeiro:  Naji Abu Nowar (diretor) – Jordânia

Crítica | O Lobo do Deserto (Theeb)


O Menino e o Mundo – 1 indicação

  • Animação: Alê Abreu (diretor)

Crítica | O Menino e o Mundo


O Quarto de Jack – 4 indicações

  • Filme: Ed Guiney (produtor)
  • Diretor: Lenny Abrahamson
  • Atriz: Brie Larson
  • Roteiro Adaptado: Emma Donoghue baseado no livro Room de Emma Donoghue

Crítica | O Quarto de Jack (Room)


O Regresso – 12 indicações

  • Filme: Arnon Milchan, Steve Golin, Alejandro G. Iñárritu, Mary Parent e Keith Redmon (produtores)
  • Ator: Leonardo DiCaprio
  • Diretor: Alejandro G. Iñárritu
  • Ator Coadjuvante: Tom Hardy
  • Edição de Som: Martin Hernández e Lon Bender
  • Mixagem de Som: Jon Taylor, Frank A. Montaño, Randy Thom e Chris Duesterdiek
  • Design de Produção: Jack Fisk e Hamish Purdy
  • Fotografia: Emmanuel Lubezki
  • Maquiagem: Siân Grigg, Duncan Jarman e Robert Pandini
  • Figurino: Jacqueline West
  • Montagem: Stephen Mirrione
  • Efeitos Visuais: Richard McBride, Matt Shumway, Jason Smith e Cameron Waldbauer

Crítica | O Regresso


Os Oito Odiados – 3 indicações

  • Atriz Coadjuvante: Jennifer Jason Leigh
  • Trilha Sonora Original: Ennio Morricone
  • Fotografia: Robert Richardson

Crítica | Os Oito Odiados (The Hateful Eight)


Sicário: Terra de Ninguém – 3 indicações

  • Trilha Sonora Original: Jóhann Jóhannsson
  • Fotografia: Roger Deakins
  • Edição de Som: Alan Robert Murray

Crítica | Sicário: Terra de Ninguém (Sicario)


Spotlight – Segredos Revelados – 6 indicações

  • Filme: Michael Sugar, Steve Golin, Nicole Rocklin e Blye Pagon Faust (produtores)
  • Diretor: Tom McCarthy
  • Ator Coadjuvante: Mark Ruffalo
  • Atriz Coadjuvante: Rachel McAdams
  • Roteiro Original: Josh Singer e Tom McCarthy
  • Montagem: Tom McArdle

Crítica | Spotlight – Segredos Revelados (2015)


Star Wars: O Despertar da Força – 5 indicações

  • Montagem: Maryann Brandon e Mary Jo Markey
  • Trilha Sonora Original: John Williams
  • Efeitos Visuais: Chris Corbould, Roger Guyett, Paul Kavanagh e Neal Scanlan
  • Edição de Som: Matthew Wood e David Acord
  • Mixagem de Som: Andy Nelson, Christopher Scarabosio e Stuart Wilson

Crítica | Star Wars: O Despertar da Força


Steve Jobs – 2 indicações

  • Atriz Coadjuvante: Kate Winslet
  • Ator: Michael Fassbender

Crítica | Steve Jobs (Steve Jobs, 2015)


007 Contra Spectre – 1 indicação

  • Canção Original: “Writing’s On The Wall” (Jimmy Napes e Sam Smith)

Crítica | 007 Contra Spectre (Spectre, 2015)


Trumbo – Lista Negra (Trumbo, 2015)

  • Melhor Ator: Bryan Cranston.

Crítica | Trumbo – Lista Negra (Trumbo, 2015)


Quadrinista e escritor frustrado (como vocês bem sabem esses são os “melhores” críticos). Amante de histórias de ficção histórica, ficção científica e fantasia, gostaria de escrever como Neil Gaiman, Grant Morrison, Bernard Cornwell ou Alan Moore, mas tudo que consegue fazer mesmo é mestrar RPG para seus amigos nerds há mais de vinte anos. Nas horas vagas é filósofo e professor.

2 thoughts on “Oscar 2016 – PO.CI.L.GA”

Comments are closed.