Seja o Batman no jogo Arkham Knight

Seja o Batman no jogo Arkham Knight, foi assim que a nova aventura do homem morcego estava sendo vendida nesse novo game. Eu sou fã do personagem e principalmente dessa franquia de jogos que conta também com Batman: Arkham Asylum (2009), Batman: Arkham City (2011) e Batman: Arkham Origins (2013). Com exceção desse último, todos foram desenvolvidos pela Rocksteady que agora volta a assumir o comando. Sem dúvidas o último jogo tinha sido o mais fraco, mas mesmo assim ainda era muito bom. Afinal de contas a fórmula do sucesso já estava lá, bastava apenas colocar uma nova histórias e novos desafios.

Aqui a coisa é diferente, a começar por ser em uma nova plataforma. No caso a nova geração de consoles: Playstation 4 e X-Box One (PC não conta aqui já que está sempre em evolução). Já se vai mais de 1 ano do lançamento dessa nova geração e poucos jogos exclusivos tinham surgido. Tanto que foi graças ao lançamento de Arkham Knight que eu resolvi migrar para o PS4. E com certeza valeu o investimento já que sem dúvidas esse é o melhor jogo da série.

Bat-móvel

A grande novidade do jogo é a presença do Bat-móvel, ou melhor, poder usá-lo tanto para deslocamento dentro do mapa do jogo quando para combate. Na parte do deslocamento você pode escolher entre ir a pé ou planando como nos outros jogos, ou tentar chegar mais “rápido” de carro. Para quem já tá acostumado com jogos como GTA vai se divertir agora usando o carro do Batman.

Agora na parte de usar o veículo como combate que surge algo mais interessante. Como nós sabemos o Batman não usa armas de fogo, mas ele abre uma exceção no caso do Bat-móvel. Então essa forma de combate foi como incluir de certa forma um pouco de elementos de jogos de tiro (FPS) na franquia Arkham. Inclusive tem partes que você tem que se aproximar dos veículos inimigos sem que ele perceba pois só é possível causar danos vindo por trás (opa, lá ele!).

Batman_Arkham_Knight_batmovel

Dual play

Essa é outra grande novidade do jogo. Com esse novo sistema é possível trocar de personagem durante o jogo. Mas não é que nem GTA V no qual você troca de personagem e o outro está em outro lugar do mapa do jogo. Aqui em alguns momentos o Batman irá contar com a ajuda em combates de personagens como Robin, Asa Noturna e Mulher Gato. A parte das lutas é um dos elementos mais marcantes da franquia Arkham. Agora com esse dual play, quando o Batman estiver com outro personagem ao seu lado lutando é possível trocar por outro boneco e continuar a luta com ele. Ou melhor ainda, realizar novos combos envolvendo a cooperação entre eles. Achei a ideia bem bacana, mas achei que poderia ter sido mais utilizada durante o jogo. São poucos momentos, mas é legal ver novas maneiras de colocar novos elementos na jogabilidade do game.

Batman_Arkham_Knight_dualplay

A história

Nos jogos da franquia Arkham a trama é sempre um dos pontos altos. Aqui em Arkham Knight a coisa não é diferente. O vilão principal é o Espantalho que ataca Gotham City e faz com que a cidade precise ser evacuada. Ele ainda conta com a ajuda do Arkham Knight, um personagem misterioso que parece conhecer todos os detalhes sobre os equipamentos e táticas do homem morcego e vai dar bastante trabalho. Como sempre os aliados Alfred, Lucius Fox e a Oracle (Barbara Gordon) irão dar suporte ao Batman que também contará com a ajuda do Asa Norturna e do Robin em alguns momentos.

A trama reserva diversas surpresas e reviravoltas muito boas. Quem é fã dos quadrinhos vai se divertir ainda mais com as referências ao universo do Batman. Mas a história do jogo é tão bom que já tem seu próprio universo. Ter jogado os jogos anteriores é importante para se situar completamente na narrativa, mas não é obrigatório. Os eventos ocorrem 1 ano após o ocorrido em Arkham City e para quem não jogou e não se importa com um pouco de SPOILER, vale lembrar que o Coringa morreu no final. Esse detalhe é bem importante. Falar mais do que isso daria ainda mais SPOILER ao jogo.

Batman_Arkham_Knight_historia

Missões

Assim como nos 2 últimos jogos da franquia existem missões a serem cumpridas. Temos a missão principal envolvendo o Espantalho e o Arkham Knight, mas outros vilões clássicos vão surgir durante o jogo. Uma diferença para os outros jogos é o final. Deixe-me explicar melhor. Nos anteriores bastava terminar a missão principal e pronto, o jogo estava “terminado”. Agora além da missão principal é necessário terminar um mínimo de missões secundárias para realmente “terminar” o jogo. Se você for mais hardcore pode tentar terminar todas. Eu cheguei a 95% da história, ainda falto terminar a parte do Charada que é bastante trabalhosa. Mas é bom que o jogo te “obriga” a jogar mais um pouco sem se preocupar apenas com a missão principal e também dá um pouco mais de importância das secundárias.

Gráficos

Joguei outros games em consoles da nova geração que também tinham versões na geração anterior como Middle-earth: Shadow of Mordor e Alien Isolation e a diferença entre os gráficos não era nada muito gritante. Mas em Arkham Knight eu finalmente consegui ver o potencial dos gráficos que essa geração pode alcançar. Agora sim é possível ver a diferença.

Problemas na versão PC

A versão para computadores passou por diversos problemas no lançamento. Tanto que a venda do jogo foi suspensa e só foi retomada recentemente. Para compensar eles irão dar de brinde os outros jogos da franquia. Acho que é pouco pelo transtorno para quem comprou o jogo logo no lançamento e só vai poder jogar de verdade agora, mas é melhor do que nada. O pior é que parece que o problema ainda continua rolando. Esse tipo de problema é o que me faz preferir jogar nos consoles porque não preciso me preocupar com problemas de compatibilidade.

DLC – conteúdo adicional

Eu acho interessante esse conceito de DLC. É uma forma inteligente da galera ganhar mais dinheiro em cima dos jogadores mais “hardcore” e que querem continuar jogando o jogo mesmo após ter terminado a missão principal. E para os jogadores é a chance de ter mais um gostinho do jogo. Eu joguei a missão da Harley Quinn e também “Scarecrow Nightmare“, ambos vieram de graça na versão do jogo que eu comprei. Ambas são bem legais, mas o preço do conteúdo eu acho um pouco caro pelo pouco tempo de retorno. Talvez seja melhor comprar o Passe que da direito a todos os DLCs durante 6 meses. Para quem quer jogar todo o conteúdo extra acaba saindo mais em conta.

Batman_Arkham_Knight_scarecrow

Ser ou não ser o Batman?

Sem dúvidas Batman: Arkham Knight é a maneira mais próxima de ser o Batman até agora. O jogo realmente consegue emular a experiência do que seria ser o personagem. Controla o Bat-móvel, investiga os crimes, decide qual missão vai cumprir e coisas do tipo. O jogo consegue evoluir muito bem com os novos elementos sem perder a sua essência. Pena que esse parece ser o último jogo da franquia. Vamos ver o que a Rocksteady vai fazer. Já pensou algum outro herói num jogo desse estilo? Poderia ser algo bem legal. Vamos aguardar. Se você ainda estava na dúvida em investir num console de nova geração ou num computador mais potente, esse jogo vale (totalmente) a pena o investimento. Por enquanto é o meu novo jogo favorito.

Classificação:


Batman_Arkham_Knight_Cover

Batman: Arkham Knight
Plataforma: Microsoft Windows, Xbox One, PlayStation 4, Linux, OS X
O jogo tem áudio e legendas em português
Produtora: Warner Bros. Interactive Entertainment e Rocksteady Studios (desenvolvedora)
Roteiro: Martin Lancaster, Sefton Hill e Ian Ball
Diretor: Sefton Hill
Com as vozes de: Kevin Conroy, Robin Atkin Downes, Matthew Mercer, Scott Porter, Grey DeLisle, Ashley Greene, Jonathan Banks, Dave Fennoy, Khary Payton, John Noble, Nolan North, Troy Baker, Wally Wingert, Tasia Valenza, Tara Strong e Mark Hamill

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

6 thoughts on “Seja o Batman no jogo Arkham Knight

  1. Bom ver mais um texto sobre games no blog Ramon. O meu próximo ainda vai demorar, mas deverei fazer um combo. Estou jogando no momento e como costumo demorar para acabar os jogos ultimamente, não devo estar colocando nada novo então fica por sua conta! 🙂

    Por incrível que pareça nunca experimentei um jogo de Batman, mesmo depois dessa onda recente de títulos bem avaliados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *