Review | Upload- 1ª Temporada

Existe vida após a morte? Esse é um tema que já foi explorado das mais diferentes maneiras. Em Upload, criado por Greg Daniels (conhecido por The Office), o assunto é abordado de maneira cômica, mas sem deixar o drama e a seriedade de lado. O universo criado por Daniels é bem interessante, os personagens são cativantes, mas a série em si ainda não cumpre tudo o que promete.

Em um futuro não muito distante, mais precisamente em 2033, os humanos conseguem fazer um “upload” de suas consciências para um mundo digital onde conseguem manter contato com os vivos.

O protagonista da série é Nathan (Robbie Amell), um jovem programador que morre prematuramente e é colocado por sua namorada Ingrid (Allegra Edwards) em um lugar chamado Lake View. O local é de alto luxo e custa muito caro para se manter, então Nathan fica totalmente dependente da sua companheira. O problema é que eles estavam no início do relacionamento, então se a situação já é estranha pelo fato da sua consciência estar salva em um lugar digital, fica a dúvida de como a relação vai progredir.

Em Lake View o protagonista conhece Nora (Andy Allo), que é funcionária do lugar e é um tipo de guia do local. É ela que passa as instruções de como o pós-vida digital funciona. Não demora para surgir uma conexão entre os dois, mas ela é do mundo do vivos e ele ainda está lidando com a namorada.

O grande trunfo de Upload é o conceito em torno da vida digital após a morte. A começar pela questão financeira, já que a depender do seu poder aquisitivo é possível escolher um lugar melhor para passar a eternidade virtual. Ou seja, a luta de classes continua. No lugar tudo é pago, mesmo sendo digital, então roupas e comidas “diferenciadas” custam valores mais altos.

Dentro de Lake View existe também um plano chamado “2 gigas” onde a pessoa fica em um quarto com poucas opções do que fazer e só tem os 2 gigas de dados para usar, tipo um pré-pago de celular, que caso termine faz com que o usuário não consiga realizar mais nenhuma ação.

Outro tema interessante é a relação de vivos e “vivos digitais”, a começar pelo próprio velório, onde o morto consegue acompanhar tudo através de uma tela onde aparece presente no próprio funeral. É curioso ver a reação dos amigos ou de que alguns talvez tenham outras prioridades, afinal de contas você vai continuar disponível, mesmo que de maneira digital.

Assim a relação entre Nathan, Ingrid e Nora é interessante e a série desenvolve bem os personagens. Eles são cativantes, carismáticos e deixam o espectador interessado em saber como a narrativa irá progredir. Contudo, um dos problemas é o mistério em torno da morte do protagonista. O assunto é construído durante a temporada de maneira irregular e o desfecho não é dos melhores.

Ainda assim, com apenas 10 episódios de 30 minutos, Upload é uma série que vale a pena ser conferida. A 1ª temporada funciona bem como um prólogo e apresenta personagens e um conceito promissor que pode ser ainda melhor explorado em futuros episódios.



Upload – 1ª Temporada

Criado por: Greg Daniels
Emissora: Amazon Prime Video
Elenco: Robbie Amell, Andy Allo, Allegra Edwards, Zainab Johnson e Kevin Bigley
Ano: 2020

One thought on “Review | Upload- 1ª Temporada”

  1. Sinceramente, achei bem ruim essa série. A parte do humor é triste de tão ruim, e a parte do drama não prende justamente porque achei o ator principal bem ruim. Cativante só achei a ‘programadora’ mesmo.

    É uma série que, pelo menos para mim, não vale o tempo (mesmo sendo curta).

    Mas eu posso estar apenas sendo amargo, acreditem em Ramon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *