E3 2018 | Conferência do Xbox

A conferência foi realizada no dia 10/06/2018 às 17:00 (horário de Brasília)

2018 é um ano crucial para Microsoft. Apesar de estar ganhando bastante dinheiro com seus serviços vinculados a jogos (Xbox Live, Gamepass etc), em venda de hardware tem ficado atrás de suas grandes concorrentes – Sony e Nintendo.

A principal crítica feita à empresa de Remond é que seus exclusivos não são tão aclamados quanto os das demais – o que é verdade: enquanto a Nintendo lançou o aclamado Super Mario Odyssey no último trimestre do ano passado, a Sony trouxe ao mundo o reboot de God of War, que tem sido considerado um dos melhores jogos da geração. Enquanto isso, os exclusivos mais recentes da Microsoft (Sea of Thieves e State of Decay 2), apesar de terem vendido bem, são feitos para um público muito específico e não tiveram o mesmo entusiasmo da crítica especializada.

Assim, Phil Spencer, o chefe da divisão Xbox da MS, sabia que precisava mostrar games, muitos games, e alguns exclusivos de peso durante sua conferência na e3 deste ano. E, na maior parte do tempo, ele teve sucesso. Foram cinquenta jogos, dos quais 18 exclusivos.

Vimos novas iterações para as principais franquias da Microsoft – a continuação de Halo se chamará Halo Infinite, porém, poucos detalhes foram dados além de um trailer curto. Gears of War também receberá seu quinto título da franquia principal, em 2019, além de dois spin-offs: um jogo de estratégia chamado Gears Tatics e um outro com personagem estilo Funko, de nome Gears Pop. Por fim, a Playground apresentou Forza Horizon 4, que se passará na Grã-Bretanha, e trará um sistema de clima que muda completamente o cenário e o gameplay conforme a estação do ano.

Tivemos também o trailer da continuação de Ori, “Ori and the Will of Wisps”, visualmente deslumbrante e carismático como o primeiro. Neste, Ori ganha a ajuda de uma amiga corujinha e novas habilidades para explorar o mundo; mais um trailer de Crackdown 3, com o carisma de Terry Crews; e o anúncio de um novo jogo da franquia Battletoads, embora nada tenha sido mostrado.

battletoads 2019

Mas talvez a notícia mais importante da apresentação, e que demonstra que Spencer está escutando o público e está preocupado em trazer novos produtos à caixa da Microsoft foi a aquisição de cinco novos estúdios para criar first-parties: The Initiative, Undead Labs, Playground Games, Compulsion Games, e por fim, Ninja Theory – talvez a melhor e mais importante aquisição da empresa. Só pra lembrar, este estúdio foi responsável por um dos melhores jogos do ano passado – Hellblade – que era, até então, exclusivo de PlayStation 4 e que saiu para o Xbox em Abril deste ano.

Das third parties tivemos uma enxurrada de títulos. Destacamos os mais importantes: Sekiro, a nova IP da From Software (estúdio da série Dark Souls e Bloodborne), um game de samurais com a pegada típica da série Souls e algo a mais; e Captain Spirit, o novo jogo dos criadores de Life is Strange, aparentemente com a mesma pegada adventure, mas desta vez o protagonista é um garoto com muita imaginação que precisa lidar com os problemas da vida através de suas criações; e claro, Cyberpunk 2077, o novo jogo da Cd Projekt Red, o estúdio da série The Witcher, em um trailer espetacular.

Além disso, tivemos trailers de continuações de franquias importantes: o retorno de Dante em Devil May Cry 5; Sora dá as caras pela primeira vez em um console da Microsoft em Kingdom Hearts 3; o mundo está acabando nas sequências de The Division e Dying Light; Lara vai para o México em Shadow of the Tomb Raider enquanto Rico causa mais destruição em Just Cause 4; e a morte espreita à cada esquina em Battlefield V e Metro Exodus.

Ainda tivemos um trailer de um anime fighter que vai reunir diversos personagens das animações japonesas, incluído Naruto, Dragonball e One Piece (entre outros), chamado Jump Force, cujo lançamento será em 2019.

Vimos novos conteúdos para Sea of Thieves e Cuphead, vimos um trailer do (ex-)exclusivo de PS4, Nier: Automata, que saíra em 26 de Junho para Xbox com todos os conteúdos extras e otimizado para o Xbox One X.

Por fim, tivemos uma enxurrada de trailers de jogos indie, alguns exclusivos – lembrando que todo novo jogo lançado pela Microsoft estará disponível no dia do lançamento, de graça, para os assinantes do Gamepass – e, surpreendentemente, alguns jogos multiplataforma também serão lançados deste jeito.

Phil Spencer prometeu e cumpriu: muito jogos, para todos os gostos. E isto é apenas o começo – o melhor estará por vir, com os novos estúdios trabalhando em novas propriedades intelectuais.

Confiram a conferência no vídeo abaixo:


Classificação:

Dario Lima, além de ser faixa branca em todas as artes marciais e modalidades de combate conhecidas pelo homem, é também formado em Cinema. Mas sua verdadeira paixão são os joguinhos eletrônicos, desde que ganhou um Atari de presente do pai em uma época longínqua em que Menudo tocava nas rádios, Chevette era carro de playboy e McGyver passava na TV nas manhãs de domingo. Escreve sobre games na POCILGA e de vez em quando perturba os outros em algum episódio do Varacast.

3 thoughts on “E3 2018 | Conferência do Xbox”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *