A Very Murray Christmas

O que esperar de uma produção de Natal envolvendo a Netflix, a diretora Sofia Coppola e o ator Bill Murray? Com certeza uma coisa fora do tradicional. Esse é o espírito de “A Very Murray Christmas” que mistura os elementos de natal com música, comédia, ironia, melancolia e metalinguagem. Não sei se o classificaria como um filme, ele está mais para um especial de Natal. Isso mostra a cada vez maior pretensão da Netflix em se tornar um “canal de televisão tradicional” como a HBO.

Coppola e Murray repetem a parceria de “Encontros e Desencontros”. Logo no início ao filmar o ator olhando pela janela do hotel já notamos a referência ao filme em que trabalharam juntos. Ainda mais com aquele clima um pouco melancólico. Aqui eles escreveram o roteiro juntos contando também com a ajuda de Mitch Glazer, que é produtor, roteirista e ator. Glazer foi um dos produtores de ‘Encontros’.

AVeryMurrayChristmas-foto1

Na “história” iremos os percalços de Bill Murray, interpretando ele mesmo, que irá apresentar um especial de Natal em um hotel em Nova York. O problema é que uma grande nevasca irá atrapalhar os planos pois os principais convidados não conseguiram chegar ao local, principalmente os principais destaques que são George Clooney e Miley Cyrus. O jeito então é tentar ir improvisando enquanto espera que milagrosamente algum convidado apareça.

Um dos destaques do filme é a parte musical. O músico Paul Shaffer, que é mais conhecido por fazer parte da banda do talk show de David Letterman, repete a parceria com Murray da época do Saturday Night Live. Ele participava como pianista dos quadros musicais protagonizados pelo ator. Para os fãs antigos do programa humorístico que está no ar até hoje o filme ainda ganha um clima de nostalgia. Shaffer é o diretor musical do filme que conta com músicas famosas de Natal dos EUA.

Agora com certeza uma das coisas que mais chama a atenção são as participações especiais. Alguns interpretam eles mesmos e outros personagens bem curiosos. Na parte musical temos a banda francesa Phoenix, que aparece como funcionários da cozinha do hotel e que por acaso resolvem tocar uma música. Essa parte inclusive é uma das mais legais e divertidas do filme. Entre os atores a melhor participação em minha opinião foi a de Chris Rock que aparece como ele mesmo. Por acaso ele está no hotel e Murray implora que ele participe do programa. O resultado da parceria é bastante curioso.

AVeryMurrayChristmas-foto2

Sem dúvidas o grande destaque é a parte final em que finalmente George Clooney e Miley Cyrus aparecem. Não vou contar como a situação é resolvida para não estragar a surpresa. Nessa parte o programa assume mesmo o lado mais tradicional de um especial de Natal e a parceira musical inusitada entre Cyrus e Murray funciona muito bem, enquanto Clooney faz uma espécie de figuração de luxo.

No final das contas “A Very Murray Christmas” acaba sendo um especial de Natal bem tradicional, mas com um clima um pouco diferente que funciona muito bem e tem tudo para fazer sucesso na noite de Natal em família no lugar de opções como Roberto Carlos ou algum outro especial da Rede Globo. Claro que quem conhece os atores e os envolvidos irá desfrutar melhor do programa, mas acho que funciona também para o “telespectador comum”.

AVeryMurrayChristmas-foto3


Título Original: A Very Murray Christmas (EUA, 2015)
Com: Bill Murray, Paul Shaffer, Michael Cera, George Clooney, Miley Cyrus, Dimitri Dimitrov, David Johansen, Rashida Jones, Jenny Lewis, Amy Poehler, Chris Rock, Maya Rudolph, Jason Schwartzman, Julie White e a banda Phoenix
Direção: Sofia Coppola
Roteiro: Mitch Glazer, Bill Murray e Sofia Coppola
Duração: 56 minutos

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

One thought on “A Very Murray Christmas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *