10 Ficções Científicas para assistir agora sem precisar sair de casa

Imaginar o futuro da tecnologia, discutir sobre universos paralelos, avanços científicos e, principalmente, as relações humanas e sociais. De invasões alienígenas e distopias a viagens no tempo, a Ficção Científica é um dos gêneros mais queridos dos cinemas que, ao longo dos anos, bebeu na fonte de grandes escritores que imaginaram diversos futuros para a humanidade. Alguns, infelizmente, assustadoramente reais e atuais.

Para quem gosta de SciFi vou listar 10 produções que estão disponíveis em alguns dos serviços de streaming mais conhecidos. Não existe nenhuma ordem de preferência ou ranqueamento e, é bom salientar, a maioria dos filmes estão naquela média de 3 bacons de 5. Nem tudo precisa ser espetacular ou clássico para divertir, nos fazer refletir ou, quanto nada, fazer o tempo passar mais rápido, não é mesmo?

Para quem não assina nenhum destes serviços, é só pedir naquele navio que entrega filmes gratuitamente. Ahoy!!

Branco Sai, Preto Fica

Fogo no sofazinho

Dirigido por Adirley Queiroz, o filme nacional Branco Sai, Preto Fica conta a história a respeito dos acontecimentos envolvendo um baile de black music que, após truculência policial, terminou com dois homens gravemente feridos (um ficou numa cadeira de rodas e outro teve a perna amputada).

Do futuro, um agente é enviado para realizar uma investigação e provar que a culpa é da sociedade repressiva. Cyberpunk, distopia, viagem no tempo, tudo em uma obra que mostra o que é cinema, enquanto arte e representação de luta e expressão social.

Onde ver: Netflix


Na Vastidão da Noite (The Vast of Night)

Nas ondas do rádio

Impressionante como algumas “pequenas” obras, que ficam muitas vezes escondidas em catálogos de serviços de streaming, podem mexer tanto com o imaginário como a Vastidão da Noite.

Uma linda homenagem a tudo o que Twilight Zone inspirou e uma história que nos leva aos tempos em que as preocupações e medos eram outros de uma forma incrível. Sem pressa e de forma cadenciada, você entra na história, é cativado pelos personagens e participa da paranóia. Imperdível.

Onde ver: Amazon


Crimes Temporais (Timecrimes)

Para quem curte viagem no tempo, Timecrimes é um filme espanhol lançado em 2007 que brinca com os ciclos temporais como muitas obras fizeram depois dele. Ele é dirigido por Nacho Vigalondo que fez outro filme bem querido chamado Colossal.

Muitas obras já surfaram nessa onde e talvez não seja mais novidade, mas ainda assim vale a pena.

Onde ver: Amazon


A Gente Se Vê Ontem (See You Yesterday)

Great Scott!

Dirigido por Stefon Bristol e produzido por Spike Lee, A Gente Se Vê Ontem é um filme que pode ter seus furos (raríssimas produções envolvendo viagens no tempo não tem) mas compensa seu baixo orçamento com muito carisma.

A trama acompanha dois jovens prodígios que tentam dominar a viagem no tempo e acabam ‘amarrados’ em uma operação policial que acaba de maneira trágica. É bem atuado, tem uma pequena participação especial que rende uma ótima piada com Michael J. Fox e vale o seu tempo principalmente pelas discussões que ficam nas entrelinhas.

Onde ver: Netflix


Upgrade

O roteiro é simples e a premissa de vingança pode parecer pouco convidativa, mas a realidade é que Upgrade apresenta um universo cyberpunk bem interessante e, em meio a uma escalada de lutas “ninja” e sangue, conversa sobre temas interessantes que ficam ali, ao lado da trama principal.

Devido ao relativo sucesso que o filme fez em 2018 quando foi lançado, uma série no mesmo universo está para sair em breve.

Onde ver: Google Play.


Como Falar com Garotas em Festas (How to Talk to Girls at Parties)

Baseado numa HQ de Neil Gaiman, “Como Falar Com Garotas em Festas” é um daqueles filmes imersos em um universo ‘doidinho’ que lembra um pouco o de Douglas Adams, mas que traz em meio a toda a sua “maluquice” uma história bonitinha de amor com  atrizes como Nicole Kidman e Elle Fanning.

Onde ver: Netflix, Google Play.


O Poço (The Platform)

Óbvio!

A trama é muito boa e o filme remete a discussões sociais e morais de forma bem contundente. Apresenta excelentes personagens (o velho e sua faca samurai plus é simplesmente sensacional) e tem um ritmo muito bom.

No final sobram alguns pequenos buracos na história, mas nada que atrapalhe. Grande pedida para quem está procurando o que assistir e quer fugir um pouco de hollywood e filmes americanos.

Onde ver: Netflix.


I Am Mother

Mãe é mãe…

A primeira metade do filme brinca com o mito da caverna enquanto uma relação entre uma mãe robô e sua filha entra numa fase complicada e uma estranha acessa o mundo da jovem.

Na segunda metade as coisas mudam um pouco de figura e, levando em conta tantas bombas que surgem na netflix, este é um daqueles filmes até acima da média.

Onde ver: Netflix.


Ad Astra – Rumo as Estrelas

Tecnicamente excelente, Ad Astra é um bom filme que relembra grandes produções clássicas e até recentes do mesmo gênero. Esteve nos cinemas no ano passado e é um filme recente que traz grandes atores e grandes investimentos.

Ad Astra traz um tom mais otimista mas também menos impactante do que as obras que ele homenageia. De qualquer forma, para quem não viu ele nos cinemas, é uma boa pedida para assistir numa terça, quarta ou qualquer dia que seja à noite.

Onde ver: Google Play

Crítica completa na POCILGA -> Ad Astra


Riqueza Tóxica (Prospect)

“Riqueza Tóxica” é um belo exemplo de ‘pequeno’ grande filme de Ficção Científica bem executado. Além de ter a dose certa de suspense e mistério num roteiro que sabe conduzir o espectador interessado até o seu desfecho, conta com boas atuações e utiliza de bons efeitos práticos para trazer o clima necessário para um belo sci fi.

Tem Pedro Pascal no elenco e é uma pequena jóia escondida no catálogo da Netflix. Imperdível.

Onde ver: Netflix

Crítica completa na POCILGA ->Riqueza Tóxica

2 thoughts on “10 Ficções Científicas para assistir agora sem precisar sair de casa”

  1. Uma bela seleção!

    E estou de acordo com o texto da introdução. Não precisamos só de filmes 5 bacons… também existe coisas para se aproveitar em trabalhos irregulares.

    Quanto a lista, o meu preferido é Time Crimes, que, se não me engano, foi uma dica tua.

    Dos que não vi, o que mais me chamou a atenção foi Riqueza Tóxica. Pedro Pascal é um grande ator.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *