Review | The Walking Dead – 7×15: Something They Need

Desânimo contínuo e excessivo pode ser um sinal do corpo para indicar que algo não está bem com a sua rotina, ou você pode estar acompanhando os últimos episódios de The Walking Dead. Chegando ao penúltimo capítulo desta 7º Temporada que se arrasta, ainda não foi entregue o que a gente realmente precisa (ou ao menos espera)…

Aviso de SPOILERS

Os comentários a seguir falam sobre acontecimentos encontrados em Something  They Need, o décimo quinto episódio da sétima temporada de The Walking Dead.

O episódio foi aberto com uma tentativa de criar alguma tensão com Maggie. Bom, todos sabem que o covarde líder de Hilltop não é capaz de matar uma barata, quanto mais um zumbi ou Maggie. Contrariando Renato Russo, foi sim tempo perdido e já não somos mais tão jovens assim.

Oceanside

O ataque à comunidade do Oceanside foi um ataque ‘limpo’ e bastante decidido. Rick e o seu grupo sabe bem o que quer e precisa e não titubeia mais perante os perigos ou desafios ‘morais’ que precisa superar. Como tudo na série nestes episódios mais recentes, sim, estão caminhando para algum lugar mas é tudo tão desinteressante que fica difícil se importar ou se empolgar com algo.

Só que algo INACEITÁVEL aconteceu aqui como bem lembrado pelo porcolega Knott: Uma neta bater numa avó? Tá certo que é o fim dos tempos mas até o falta de limites precisa ter limites. Francamente.

Não chora Sasha, já vai acabar essa 7º Temporada

Reféns

Não só Sasha, mas a verdade é que todos estamos refém de um personagem. Negan é realmente um dos maiores vilões da série, mas chega a um momento que começa a cansar. Toda uma série se curvou ao personagem que não pode ter um fim decretado agora. Sim, vamos sofrer mais um tempo. Claro, isso se você for guerreiro e resolver continuar acompanhar a série.

E para a surpresa de ninguém, absolutamente ninguém, o “mistério” deixado no final do episódio anterior foi revelado. Lógico que era Dwight nas sombras. E agora, o que fica pra o episódio final?

Confesso, nunca fiquei tão ansioso pelo final da tempora de The Walking Dead como estou agora nesta sétima. Não porque está sensacional e me deixando louco pelo que virá, mas sim porque – e aqui peço licença para parafrasear o jogador Fred quando ainda jogava pelo Fluminense (PAGUE A SÉRIE B!), assim como o campeonato carioca:

The Walking Dead precisa acabar!

E a resposta do porquê precisa acabar foi bem exposta no belo traço do nobre Zeca Forehead abaixo:

Queria ser astronauta mas tudo o que consegui na vida foi cair de um carro em movimento, fissurar meu crânio andando de skate e zerar Alex Kid in The Miracle World no Master System. Nas horas vagas vejo filmes que ninguém conhece, mato monstros que não existem e torço por um time que nunca vence.

One thought on “Review | The Walking Dead – 7×15: Something They Need

  1. Os episódios estão sendo “ok”, mas a sucessão de episódios assim estão deixando o ritmo do seriado muito lento, arrastado e pura enrolação. Acho que a solução para o seriado é diminuir o número de episódios por temporada. Se fossem uns 10 já estava mais que suficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *