Review | The Walking Dead – 7×12: Say Yes!

Fosse eu um mestre das palavras, teria condições de escrever bastante sobre o 12º episódio da 7º Temporada de The Walking Dead, afinal, poucos são os que conseguem traduzir o nada, o vazio existencial, em grandes e memoráveis textos.Em mais um típico episódio da série, um pensamento surgiu durante um diálogo que pode melhor definí-lo: “Eu preferia estar morta(o)“.

Aviso de SPOILERS

Os comentários a seguir falam sobre acontecimentos encontrados em  Say Yes, o décimo segundo episódio da sétima temporada de The Walking Dead.

Rick e Michonne fazem algo neste episódio que é bem raro em The Walking Dead, não é o que você está pensando, mas sim falar sobre o futuro. Como pensar no futuro quando tudo o que se tem é o ‘agora’? Sobreviver exige sacrifícios que impedem muitas vezes de se pensar num depois. Basicamente é isto que se pode tirar do tempo em que os dois saíram numa espécie de “férias a dois” enquanto conseguiam muitas armas e provisões. Ainda que ‘Chilli’ com Macarrão com Queijo seja algo que talvez só a fome ou a cultura americana possa explicar o seu apreço.

Do outro lado, Rosita teve poucos mas interessantes momentos. A sua conversa com Gabriel é o que define, talvez, o sentimento de muitos que estão arduamente acompanhando a série nestes últimos e tenebrosos episódios. Sim, alguma coisa se tira de um ou outro capítulo isoladamente, mas num contexto geral acompanhamos um seriado que está totalmente refém de um único personagem. Talvez estar morta(o) seja mesmo mais interessante do que seguir.

Provavelmente o que o Padre Gabriel disse para a Rosita não foi interpretado corretamente pela moça, que parte em missão kamikaze após recrutar Sasha. Uma dupla improvável por diversos motivos, mas que faz todo o sentido. O quanto isso vai atrapalhar o grande plano que está sendo arquitetado, com sorte, veremos nos próximos capítulos.


  1. Terrível é uma expressão que não chega perto do que merece a comunidade dos ‘Dumpsters’. Sem profundidade, sem background… O único propósito deles parece ser trazer à tona a palavra decepção.
  2. Não sei quem é mais bobo, aquele animal que não ouviu os muitos zumbis chegando ou quem inventou mais um momento “ele morreu, a gente sabe que não mas vai que cola“.
  3. Não, aquele papo final que surgiu por conta dessa ‘cena’ não valeu de nada também.

One thought on “Review | The Walking Dead – 7×12: Say Yes!”

  1. É interessante o episódio focar nessa relação entre Rick e Michonne, mas eles perderam a oportunidade de fazer algo excelente, e entregaram algo bastante mediado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *