Crítica | Receba!

Crítica | Receba!

O filme “Receba!” exala baianidade, mas não de maneira clichê e caricata e sim na caracterização precisa dos personagens e do ambiente em que a trama se passa. A estreia em longa metragem da dupla Pedro Perazzo e Rodrigo Luna mostra uma história policial que envolve tráfico de drogas, filmes adultos e uma tremenda falta de sorte para alguns dos personagens.

O roteiro de Perazzo, que adapta o livro “A Guerra dos Bastardos” de Ana Paula Maia, constrói a narrativa de maneira interessante ao mostrar a história do ponto de vista de cada um dos personagens principais. O primeiro deles é Amadeu (Daniel Farias), um ex-ator pornô que precisa de dinheiro para mudar de vida, então uma oportunidade aparece em sua frente. Ele chega à sede da produtora de filmes adultos em que trabalha e vê pessoas mortas e uma bolsa cheia de drogas. Então decide pegar o pacote para revender e assim conseguir o financiamento que precisa.

Enquanto Amadeu se esconde e arruma uma forma de vender a droga, sua namorada Gina (Edvana Carvalho) aguarda o contato dele. Ela também é ex-atriz pornô que agora se dedica à se tornar uma lutadora. Por outro lado, o policial corrupto Edgar (Jackson Costa) é convocado pelo dono da produtora para ir atrás da bolsa, assim começa a “confusão” em torno dessa caçada.

Para completar o pandemônio ainda temos Horácio (Leandro Villa), sem dúvidas a pessoa errada, no lugar errado e que acaba no olho do furacão. Ele está alugando um quarto em sua residência que é alugado por Amadeu para se esconder. Assim, ele se envolve na trama, apesar de aparentemente não ter nada a ver com o assunto.

O elenco está muito bem e cada um deles tem tempo suficiente na tela para desenvolver seus respectivos personagens e ter no mínimo um momento para brilhar. Sem dúvidas o grande destaque é o veterano Jackson Costa, que apresenta Edgar como um homem cheio de nuances. Ele é capaz de ser retado e não medir esforços na hora de abordar um suspeito, mas ao mesmo tempo tem um lado mais humano, representado pelo sentimento que tem por Gina.

Dessa forma, “Receba!” apresenta personagens interessantes e que não se perdem em caricaturas. Os diálogos são muito bem escritos e mostram toda a baianidade, de maneira genuína, sem cair no lugar-comum.

Tecnicamente, “Receba!” também merece muitos elogios. A escolha de locações foi muito inteligente em mostrar uma Salvador longe dos cartões postais, mas que representa muito bem a verdadeira capital da Bahia. Isso ajuda na construção da verossimilhança tanto da história quanto dos personagens, captada muito bem pela fotografia de Matheus da Rocha Pereira.

Como o roteiro mostra a trama de pontos de vista diferentes, a montagem é essencial para que esse recurso narrativo funcione e Renato C. Gaiarsa (que participou do nosso podcast sobre a série de TV “O Caso Evandro”) fez um belo trabalho.

Em síntese, “Receba!” é um ótimo filme policial que pode ter sido influenciado por filmes estrangeiros, como os trabalhos dos cineasta Guy Ritchie (sem tanta pegada de humor), Hitchcock e Tarantino, ou de filmes como “Cova Rasa”, de Danny Boyle, mas nem por isso a dupla Pedro Perazzo e Rodrigo Luna deixou a baianidade de lado.


Uma frase: – Gina: “Você pensa que esse povo tá te ajudando, mas eles tão querendo lhe fuder.”

Uma cena: Uma discussão dentro de um carro com o som ligado com o volume tão alto que não é possível ouvir a conversa.

Uma curiosidade: O roteiro é uma adaptação do livro “A Guerra dos Bastardos” de Ana Paula Maia


Receba!

Direção: Pedro Perazzo e Rodrigo Luna
Roteiro: Pedro Perazzo
Elenco: Edvana Carvalho, Daniel Farias, Jackson Costa, Evelin Buchegger, Leandro Villa, Narcival Rubens, Lúcio Tranchesi, Tânia Toko, Vinícius Bustani, Fábio Osório e Lika Ferraro
Gênero: Policial
Ano: 2021
Duração: 84 minutos

Ramon Prates

Ramon Prates

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: