Review HQ | Fessora!

Review HQ | Fessora!

A vida de professor não é nada fácil, ainda mais na rede pública brasileira, onde a profissão é ainda mais desvalorizada. A artista Line Lemos trabalhou por um tempo como professora de história e a partir dessa experiência ela concebeu a HQ “Fessora!”, que foi viabilizada através de uma campanha de financiamento coletivo no Catarse.

A HQ mostra um pouco do dia a dia da artista ao dar aulas na rede pública de ensino, onde deu aulas basicamente para o público adolescente. As dificuldades que enfrentou foram enormes e é interessante notar como ela faz para lidar inicialmente com os alunos, como no 1º dia de aula resolveu abrir a sua própria bolsa para a partir dela contar quem ela era. Dessa forma a professora conseguiu criar curiosidade e interesse nos jovens, quebrando o gelo do início e mostrando a importância se investigar e analisar a história. Infelizmente, se esse primeiro passo foi fácil, os seguintes foram ainda mais complicados.

A HQ “Fessora!” lida também com outros temas relacionados a sala de aula, como a saúde mental dos professores que dificilmente é levada a sério por seus superiores. Na rede pública os profissionais têm que lidar com diversas realidades diferentes dos alunos e muitas vezes eles não respeitam os educadores. É uma profissão pouco valorizada na sociedade, mas que por outro lado é extremamente cobrada por sua responsabilidade, assim nem todos conseguem lidar com esses extremos e não aguentam a pressão.

Outro tema interessante explorado discute sobre as dificuldades que Line Lemos teve em abordar determinados assuntos “polêmicos” em sala de aula como racismo e religião, além de outros tópicos da atualidade. Por exemplo, como puxar uma conversa sobre feminismo e pelos nos sovacos femininos? Vemos as mais diversas reações dos alunos, algumas positivas e outras nem tanto, mas como uma boa professora digamos que a HQ apresenta mais perguntas do que respostas que irão fazer os leitores refletirem bastante.

Fessora!” ainda arruma espaço para falar da relação da protagonista com outros professores, dessa forma ela aprende que as dificuldades que ela encontra são normais e enfrentadas por todos eles. É uma forma dela descobrir que não está sozinha nessa situação e conta com esse relacionamento para desabafar um pouco sobre as frustrações da profissão.

Em relação aos desenhos, Line Lemos mistura a técnica do nanquim com os elementos próprios de um gibi, apresentando algo único e interessante. Através do visual e do roteiro ela consegue imprimir uma qualidade ímpar e gera no leitor um sentimento de empatia muito grande com a situação, que talvez não seja tão distante, já que provavelmente todos já passaram por uma sala de aula pelo menos como alunos e sabem bem das dificuldades que os professores enfrentam. Assim, “Fessora!” faz uma mistura de delicadeza e coisas profundas, focando também na questão social. É uma HQ de fácil leitura e grande retorno, que demonstra muito bem a importância da valorização da profissão do professor.


Classificação:


Fessora!

Autora: Line Lemos
Editora: Independente
Número de páginas: 80

Ramon Prates

Ramon Prates

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: