1999 – Um grande ano para o cinema

É difícil apontar qual foi o melhor ano para o cinema. Eu diria que a disputa fica entre 1939, 1941, 1971 e 1974. Obras-primas foram lançadas nesses anos, como E O Vento Levou…, Cidade Kane, Laranja Mecânica e Poderoso Chefão 2, respectivamente. Mas quero aqui falar de um ano mais recente e que também é especial. Trata-se de 1999.

1999 teve muita coisa boa, geniais até, com direito a grandes diretores no auge e muito público frequentando as salas.

Vamos falar da bilheteria? 

Fonte: wikipedia

Olhem isso!

Era óbvio que Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma ficaria em primeiro. Os fãs estavam aguardando anos para viverem a experiência de um novo filme da franquia. Filas e filas se formaram em todos os cinemas do planeta. Pena que o filme é, convenhamos, uma bomba. Obrigado por nada, Jar Jar Binks e midi-chlorians.

Mas nem só de filme ruim se faz essa lista das maiores bilheterias. O Sexto Sentido e A Bruxa de Blair foram verdadeiros fenômenos. Surgiram do nada e ficaram entre os 10 mais. Quem assistia gostava muito e convencia os familiares e amigos a assistirem. E claro, teve gente que foi mais de uma vez conferir.

Toy Story 2 era mais uma confirmação da qualidade da Pixar, natural ter sido o terceiro do ano. E Matrix? Uma ficção-científica marcante e revolucionária. Quantas conversas tivemos na época sobre o filme?

Fãs de de James Bond também foram para o cinema, mas pena que 007 – O Mundo Não é o Bastante é fraco.

Tivemos também o impactante Beleza Americana entre os 10 mais. Este foi o vencedor do Oscar daquele ano. E isso me faz lembrar dos grandes filmes de 1999.

Grandes filmes

Além dos já citados O Sexto Sentido, Matrix e Beleza Americana, não podemos esquecer de Clube da Luta, À Espera de um Milagre, Quero ser John Malkovich, O Gigante de Ferro, Magnolia (o meu preferido de 1999), De Olhos Bem Fechados, Três Reis, O Infiltrado e História Real.

Clube da Luta
Clube da Luta
Magnolia
À Espera de Um Milagre

Grandes Diretores

Em 1999 muitos diretores de qualidade acima da média lançaram filmes. Claro que nem todos agradaram, mas só por ter um desses nomes na direção já valia a pena dar uma olhada.

Já citei aqui Magnolia de Paul Thomas Anderson, À Espera de um Milagre de Frank Darabont, Matrix dos Wachowski, Clube da Luta de David Fincher, História Real de David Lynch, Três Reis de David O. Russel, Beleza Americana de Sam Mendes, O Infiltrado de Michael Mann e De Olhos Bem Fechados de Stanley Kubrick, que infelizmente acabou falecendo naquele mesmo ano.

Mas tevieram outros, como Tim Burton (A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça), Kevin Smith (Dogma), Roman Polanski (O Último Portal), James Mangold (Garota Interrompida), Sofia Coppola (Virgens Suicidas), Milos Forman (O Mundo de Andy), Oliver Stone (Um Domingo Qualquer), David Cronenberg (eXistenZ), Alexander Payne (Eleição), Pedro Almodovar (Tudo Sobre Minha Mãe) e Martin Scorsese (Vivendo no Limite).

Destaco aí Garota Interrompida, Virgens Suicidas, O Mundo de Andry e Tudo Sobre Minha Mãe.

Stanley Kubrick
Paul Thomas Anderson

Guilty Pleasures

O ano de 1999 também nos reservou experiências divertidas, ainda que longe de serem grandes exemplares do cinema. Pode ser que eu não goste de algum destes hoje em dia, mas na época me agradavam bastante. Tem um aí que certamente possui muitos fãs.

Ela é Demais, com um dos galãs da época, o Freddie Prinze Jr, Vamos Nessa, que ficou tachado como um Pulp Fiction mais leve e menos brilhante, 10 Coisas que Eu Odeio em Você, com Julia Stiles e o saudoso Heath Ledger, Detroit Rock City, uma verdadeira ode ao Kiss e ao rock, A Mão Assassina, uma paródia do gênero terror, O Suspeito da Rua Arlington com seu final sinistro, o engraçado e bobo American Pie e Varsity Blues, filme que considero um dos melhores sobre futebol americano e que contava com Paul Walker no elenco.

10 Coisas que Odeio em Você, é o filme com vários fãs. Não sou um deles, mas até que gosto.
A Mão Assassina
Varsity Blues

Mil Novecentos e Noventa e Nove

Foi ou não foi um ano respeitável para o cinema?

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

2 thoughts on “1999 – Um grande ano para o cinema”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *