Clássicos | A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday, 1953)

A Princesa e o Plebeu apresentou ao mundo ninguém mais, ninguém menos que Audrey Hepburn. Com sua inesquecível interpretação da princesa Ann, levou o Oscar de melhor atriz para casa. O filme mostra uma princesa fazendo viagens a trabalho por várias cidades da Europa. A rotina exaustiva de reuniões e entrevistas quase leva Ann a loucura. Após um tratamento de emergência, ela decide escapar de seus afazeres por um dia.

Logo ela conhece o jornalista Joe Bradley, ávido por um furo de reportagem. Poder fazer registros fotográficos e capturar declarações sinceras da princesa é um prato cheio para ele. O fato é que Ann não sabe que ele é um jornalista e a relação dos dois parece algo sincero. Filmado todo em Roma, A Princesa e o Plebeu é recheado de cenas que nos fazem ter muita vontade de cruzar o atlântico e conferir de perto o que vemos na tela. Somos brindados com várias sequências de humor orgânico e mais do que isso, compartilhamos com a princesa os seus medos e dificuldades. É fácil de entendê-la e criar empatia.

Rapidamente, entendemos o rumo que a história começa a tomar. Será que o jornalista vai investir no furo de reportagem e trair a confiança de Ann ou a moral irá falar mais alto? Talvez o resultado seja previsível, mas o caminho até lá é mais do que gratificante. E para completar, a última cena fecha tudo com chave de ouro. Eis uma grande obra do cinema. Um pouco envelhecida, é verdade, mas eternamente grandiosa.


5 Kevin Bacons

Uma frase: “Qual a cidade que você mais gostou de visitar? Cada uma foi inesquecível a sua maneira. É difícil dizer…. Roma! Roma, certamente. Vou apreciar minha visita aqui na minha memória enquanto eu viver”

Uma cena:  A princesa Ann sutilmente descalçando o sapato no início do filme.

Uma curiosidade: O filme foi rodado em preto e branco para economizar dinheiro. .


A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday)

Direção: William Wyler
Roteiro: Dalton Trumbo, Ian McLellan Hunter e John Dighton
Elenco: Gregory Peck e Audrey Hepburn
Gênero: Comédia, Romance
Ano: 1953
Duração: 118 minutos

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

2 thoughts on “Clássicos | A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday, 1953)”

  1. Amo “A Princesa e o Plebeu”. A trama funciona, a química entre Audrey Hepburn e Gregory Peck é maravilhosa e o que me chama mais a atenção aqui é como a Audrey era crua como atriz. O aspecto genuíno dela é que faz a gente se encantar pela Princessa Ann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *