Cine_BR | O Bandido da Luz Vermelha (1968)

Maior expoente do Cinema Marginal, O Bandido da Luz Vermelha é considerado um dos grandes filmes brasileiros. Com apenas 22 anos de idade, o diretor Rogério Sganzerla utilizou de influências como Godard e Orson Welles e criou uma obra ousada e diferente. Explorando os limites da linguagem cinematográfica e empregando um ritmo ágil, Sganzerla nos mostra o bandido da luz vermelha e seus crimes violentos. Não se trata de uma biografia, longe disso. É uma adaptação cheia de liberdades. A crítica social se faz presente do primeiro ao último minuto do filme. Personagens marcantes como o policial ‘Cabeção’ e o político populista são donos de diálogos que muitas vezes oferecem um humor inesperado. A narração em off sarcástica e sensacionalista completa o trabalho. O Bandido da Luz Vermelha e seu estilo experimental não é para todo mundo, mas suas mensagens ainda são relevantes para o nosso país.



O Bandido da Luz Vermelha

Direção: Rogério Sganzerla
Roteiro: Rogério Sganzerla
Elenco: Helena Ignez, Paulo Villaça, Pagano Sobrinho
Gênero: Crime, Thriller
Ano: 1968
Duração: 92 minutos
Info: IMDb

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *