Mini Review | Um Estado de Liberdade (2016)

Baseado em uma história real, Um Estado de Liberdade mostra a criação de uma comunidade inter-racial em pleno sul dos Estados Unidos durante a Guerra da Secessão. O diretor Gary Ross merece elogios por trazer à tona esse fato não muito conhecido do grande público. As primeiras sequências revelam com precisão a brutalidade das batalhas. Questionando os motivos por trás do conflito, o soldado confederado Knight deserta e cria o seu próprio “estado” sem se importar com a cor da pele de seus membros. Atitude corajosa que trará problemas. Um Estado de Liberdade começa a patinar ao incluir cenas de um descendente de Knight enfrentando problemas em um tribunal. Para piorar, o ato final é episódico e apressado. É uma pena que o filme queira abordar tanta coisa em tão pouco tempo. O elenco de qualidade e alguns momentos com elevada carga dramática salvam experiência. No final das contas, é uma boa opção para quem se interessa pelo tema.

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

One thought on “Mini Review | Um Estado de Liberdade (2016)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *