Cine Nostálgico | Jumanji (1995)

Até parece que foi ontem. Eu tinha os meus 10, 11, 12 anos e ficava empolgado quando descobria que Jumanji passaria na sessão da tarde. Não era para menos. Este é o típico filme capaz de agradar a qualquer criança e pré-adolescente. Como era divertido ver o jogo jumanji praticamente invocando animais sabe-se lá da onde. E tocando o terror.

Ainda bem que eu aproveitei essa experiência quando criança. Agora dá para notar que o filme nada mais é do que uma mera desculpa para que os efeitos especiais se destaquem. A trama inexistente e a exaustiva repetição das situações são quase intoleráveis quando você tem trinta anos. Por sorte, a nostalgia me permitiu relevar muita coisa e até ser relativamente entretido.

Separei aqui bons e bizarros momentos de Jumanji.

Enfrentar os bullies é preciso

até que não são tantos. acho que dá pra encarar.
então vem, frangote
o importante é não ser intimidado

As coisas ficam mais interessantes quando Alan encontra um nada inofensivo jogo. O detalhe é que a partida durou décadas e basicamente destruiu a cidade. 

tambores indicam o caminho
partiu?
o que pode dar errado, néam?
…morcegos!
oi sumida!
…e um desaparecimento por mais de 20 anos.
e foi assim que ele voltou. de acordo com um personagem, Alan se veste desta forma pois é vegetariano.
e o jogo tem que continuar.
assim como a fúria da flora…
…e da fauna.

E qualé do caçador que saiu do jogo? Que cara mais incompetente. Não acerta um tiro sequer! 

AHHHHHHHHHHHH digo eu.

Mas nada pior do que os macacos malacos. Eles que foram os verdadeiros responsáveis pelo caos que se instalou na cidade. 

dominando o fogão.
revirando tudo.
usando armas letais.
sendo sorrateiros.
e quebrando a porra toda.

Na boa. Dá pra ter momentos de diversão, não? Mesmo que pela bizarrice.

Mas no geral, Jumanji é bem fraquinho…


Próximo cine nostálgico: Te Pego La Fora (1987)

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

6 thoughts on “Cine Nostálgico | Jumanji (1995)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *