E3 2016 – Palpites sobre o que deve rolar na feira

A nova edição da maior feira anual de games, a Electronic Entertainment Expo, vulgarmente conhecida como E3, está logo aí na esquina (as conferências começam dia 12 de junho). Como sempre, podemos esperar grandes surpresas, e já que apostar é inerente ao ser humano, este humilde colaborador da POCILGA vai dar seus pitacos sobre as possíveis novidades que vêm por aí.

Vamos começar pelas conferências das Big Three, as três grandes fabricantes de consoles – Nintendo, Sony e Microsoft:

Nintendo:

A Nintendo fez uma conferência fraquíssima ano passado, e este ano não deve ser muito diferente. O Wii U foi o maior fracasso de vendas da Big N desde o Virtual Boy, e apostamos que atualmente a companhia nipônica está focando no desenvolvimento de sua nova plataforma de games – o NX –, que já foi previamente anunciado como ausente este ano.

O que já sabemos: a Nintendo já avisou que não vai falar sobre o NX, sua nova “plataforma de jogos” nesta e3. Além disso, também disse que o único demo jogável que vai apresentar é o do novo Zelda, para Wii U.

O que podemos esperar:

  • The Legend of Zelda
    The Legend of Zelda

    The Legend of Zelda: bom, é Zelda, né? Uma das franquias mais amadas da história dos videogames e que raramente decepciona. Esse novo promete um retorno às raízes, com sua progressão não-linear e mundo aberto totalmente explorável. E está lindo de morrer. Queremos ver mais.

  • Novos jogos: dificilmente a Nintendo anunciará algo bombástico este ano. Certamente ela guardará seus cartuchos (no pun intended) para o anúncio oficial do NX. O mais provável é que vejamos mais dos títulos para plataformas mobile, como Pokemon Go! e talvez alguns títulos para celular ainda não anunciados.

Sony:

Apesar de alguns momentos não tão interessantes em sua conferência de 2015, de maneira geral a Sony arrebentou, especialmente mostrando alguns jogos há muito esperados pelos fãs. Acreditamos que este será um ano com menos grandes surpresas e mais consolidação da base.

O que já sabemos: rumores fortes indicam que o novo console da Sony, que é basicamente uma revisão do Playstation 4 com mais potência, será revelado na conferência deste ano. Além disso, com o lançamento do Playstation VR marcado para outubro, é esperado que algum tempo da conferência seja dedicado ao novo periférico.

O que podemos esperar:

  • Playstation 4.5/4k/Neo: é quase certo que que o novo console da Sony, cuja existência já foi vazada extra-oficialmente por mais de uma vez seja revelado. O hardware atualizado, que segundo boatos seria aproximadamente 50% mais poderoso que o PS4 atual, possibilitaria jogos com maior resolução (chegando à resolução UHD, ou 4k) ou maior framerate. Além disso, o Playstation VR funcionaria melhor neste aparelho. Os próximos jogos seriam habilitados para funcionar em ambas as iterações, sendo que funcionariam melhor no console revisado. É de se esperar também uma queda de preço na versão atual do console.

  • Playstation VR: o novo equipamento já está ali na esquina, e a Sony deve investir pesado no marketing. É quase certo contar com diversos demos jogáveis e possíveis anúncios de jogos específicos para o aparelho.

  • Horizon e The Last Guardian: foram dois dos jogos mais falados da feira no ano passado. É bem provável que a Sony destaque bastante tempo de palco para eles, especialmente para o primeiro, que para muitos foi o melhor game revelado na última.e3 - The Last Guardian

  • Novos jogos: é de se esperar que a Sony anuncie continuações de franquias consagradas. Um God of War 4 é quase certo, e o rumor é de que ele seria ambientado na mitologia nórdica. Devemos ver um novo Gran Turismo também, mas possivelmente será uma versão mais light de conteúdo, focada no capacete de realidade virtual da Sony. Agora que Uncharted 4 já foi lançado, a Naughty Dog poderá aproveitar a feira revelar seu próximo projeto… uma nova franquia ou uma sequência de The Last of Us?

Microsoft:

A Microsoft vai no caminho inverso da Sony. Comendo poeira desde o começo da geração, cometeu muitos erros no início, mas tomou uma guinada desde que o Phil Spencer assumiu as rédeas. Desde então, tem recuperado o respeito dos fãs. Fez uma apresentação muito sólida ano passado, inclusive com anúncios-surpresa como a retrocompatibilidade, mas agora ela precisa provar de uma vez por todas que é realmente competitiva – e acredito que podemos esperar pelo menos um ou dois anúncios realmente inesperados.

O que já sabemos: muito pouca coisa. Especula-se um novo hardware, mais potente, como a Sony está fazendo, mas dificilmente será para este ano. Possivelmente veremos falar mais da integração Xbox One/Windows 10, menina-dos-olhos de Spencer.

O que podemos esperar:

  • Nova versão do Xbox: embora existam rumores de um Xbox com hardware melhorado, tal qual a Sony está fazendo com o seu Playstation Neo, acreditamos mais no anúncio de uma versão “slim” do Xbox One nesta E3, cujo único upgrade possivelmente será um disco-rígido maior.

  • Realidade virtual: embora esteja apostando as fichas no dispositivo de realidade aumentada HoloLens, Phil Spencer já revelou anteriormente que poderia vir a trabalhar em um capacete de VR para o Xbox caso haja a demanda. Com o lançamento do Oculus Rift e dos capacetes da Valve, HTC e Sony, talvez a hora seja essa.

  • btRevival de uma franquia da Rare: algo sempre pedido por fãs, mas nunca atendido pela Microsoft: um novo Conker, Battletoads ou Banjo & Kazooie. Temos visto participações destes personagens em outros produtos, como o conteúdo do Conker para o Spark ou os ‘toads no Shovel Knight, mas nada de um jogo inteirinho e novinho revivendo os amados clássicos do passado. Porém, o sucesso que a coletânea “Rare Replay” fez ano passado pode ter aberto os olhos da MS, assim como a reação positiva do público a anúncios de jogos nostálgicos pela Sony em sua conferência (FF VII Remake, Shenmue 3). Será que agora vai?

  • Gears of War 4
    Gears of War 4

    Gears of War 4 e Halo Wars 2: com o adiamento de jogos como Scalebound e ReCore para 2017, o grande nome da Microsoft para esse ano é GoW 4, e certamente boa parte da conferência será dedicada ao game. Também deve ser a hora de conhecermos mais sobre o novo RTS do universo Halo, anunciado ano passado.

  • Novas franquias: se tem algo em que a Sony domina, é em franquias consagradas. Uncharted, Gran Turismo, God of War, Killzone sempre encabeçam a lista de desejos dos gamers. O Xbox tem Halo, Gears of War e Forza, mas parece está procurando um novo nome de peso. Não deu certo com Ryse e não deu certo com Sunset Overdrive. Apesar de termos pela frente Scalebound e ReCore, dos quais ainda sabemos muito pouco, nada impede a empresa do tio Gates de arriscar um novo grande blockbuster.

  • Continuações: mantendo a tradição de anúnciar um novo Forza todo ano, será que poderemos contar com um possível Forza Horizon 3 na E3 de 2016? Há rumores também de que a Capcom está trabalhando em um novo Dead Rising, que dizem que poderá ser até multiplataforma…

Agora vamos dar alguns chutes sobre o que esperar nas conferências das publishers:

Bethesda:

Estreando na E3 ano passado, a Bethesda teve uma conferência bastante consistente, que agradou os fãs.

O que já sabemos: dois dos três grandes jogos mostrados na feira ano passado já foram lançados: Fallout 4 e Doom. Só restou Dishonored 2, previsto para esse ano. Certamente boa parte da conferência será dedicada ao game.

O que podemos esperar:

  • Dishonored 2: previso para novembro/2016, o game será provavelmente o destaque da Bethesda na feira. Continuação de um dos sucessos mais surpreendentes dos últimos anos e agora com uma nova protagonista, o jogo de stealth/ação será o principal lançamento da publisher para este ano.

  • Novo Elder Scrolls: podemos especular com uma certa segurança que um novo Elder Scrolls será anunciado ainda este ano, embora suspeitemos que ele não seja lançado antes de 2018. O novo título poderá ser uma continuação direta do Skyrim, maior sucesso da franquia, ou ainda uma aventura em uma ambientação totalmente nova, como é a tradição dos títulos da série.

  • Novo Quake: a Bethesda tem alcançado um bom sucesso de crítica e vendas com as reimaginações dos jogos clássicos da iD SoftwareWolfenstein: the New Order e o Doom de 2016 são surpreendentes. É bem possível que isso tenha dado ânimo à publisher de investir nessas franquias, e acreditamos que não será uma sequência de clássicos menores como Herectic ou Hexen, ou mesmo do não tão bem sucedido Rage, mas sim um novo capítulo da franquia que revolucionou por mais de uma vez os jogos de tiro em primeira pessoa. Deixe sua arma de lançar pregos à postos, just in case.

  • Mais Fallout 4: os primeiros DLCs da aventura pós-apocalíptica estão começando a sair agora, então é bem possível que algumas novas expansões sejam anunciadas na feira.

  • Nova franquia: por mais de uma vez já foi especulado que a Bethesda estaria trabalhando em algo totalmente novo. O que poderia ser? Um novo RPG de ação nos moldes de Elder Scrolls e Fallout, mas em uma ambientação diferente? Façam suas apostas.

EA:

As conferência da Electronic Arts já são tradicionalmente desinterassantes e dificilmente trazem grandes surpresas. Será diferente este ano?

O que sabemos: como sempre, games de esporte terão seu espaço. Mass Effect Andromeda, que deve sair no começo de 2017, é praticamente uma certeza.

O que podemos esperar:

  • Star Wars: sabemos que a EA tem os direitos da saga, e sabemos que está trabalhando em um ou dois jogos
    Mass Effect Andromeda
    Mass Effect Andromeda

    neste universo. O mais provável é que seja revelado finalmente o jogo de SW em que Amy Henning (ex-Naughty Dog e roteirista dos primeiros Uncharted) está trabalhando nisso.

  • Mass Effect Andromeda: já estamos bem próximos do lançamento, especulado para o começo de 2017, mas ainda sabemos muito pouco sobre a nova aventura espacial da Bioware. Será o(a) novo(a) protagonista tão interessante quanto Shepard? O jogo continuará a tradição de RPG de ação ou apresentara um estilo totalmente novo? Alguns boatos apontam para um jogo totalmente online, mais focado para ação, o que pode desapontar os fãs…
  • FIFA, Madden, NHL: ok, né, gente?

Ubisoft:

A Ubisoft tem tido conferências um pouco no estilo da EA, mas volta e meia traz algo interessante ou uma grande surpresa.

O que já sabemos: NÃO VAI TER UM ASSASSIN’S CREED ESSE ANO, dá pra acreditar nisso? Já foi divulgado também que watch_dogs 2 será revelado na feira.

  • Watch Dogs 2: continuação de um dos jogos mais decepcionantes dos últimos tempos. Esperamos que a Ubi tenha ouvido os fãs e produzam uma sequência que faça jus a todo o potencial desperdiçado do primeiro.
  • Novo jogo de alguma franquia consagrada: já que não teremos Assassin’s Creed para ocupar espaço na conferência deste ano, será que podemos ver um novo Splinter Cell ou Prince of Persia? A já lendária continuação de Beyond Good and Evil também pode aparecer este ano (ou não).

Além das empresas com conferências próprias, podemos ver novos lançamentos de outras empresas em algumas das conferências acima. Um boato forte é que a continuação de Red Dead deve mostrar as caras; e há quem ainda tenha esperanças de ver o anúncio oficial de Half-Life 3 (dizem que quem vai demonstrar o jogo é Elvis em pessoa, descendo dos céus em um Cadillac prateado).

E é isso que temos, para hoje, senhoras e senhores. Façam suas apostas!

Dario Lima, além de ser faixa branca em todas as artes marciais e modalidades de combate conhecidas pelo homem, é também formado em Cinema. Mas sua verdadeira paixão são os joguinhos eletrônicos, desde que ganhou um Atari de presente do pai em uma época longínqua em que Menudo tocava nas rádios, Chevette era carro de playboy e McGyver passava na TV nas manhãs de domingo. Escreve sobre games na POCILGA e de vez em quando perturba os outros em algum episódio do Varacast.

3 thoughts on “E3 2016 – Palpites sobre o que deve rolar na feira

  1. Por mim Phil Spencer pode anunciar que vai sair na Ala das Baianas da Beija-Flor no carnaval 2017, eu só quero a confirmação de mais um Red Dead.

  2. Metade disso aqui acontecendo, estarei muito feliz. Quanto a The Last Guardian, já virou uma das maiores lendas dos consoles. Espero desde que comprei meu PS3 hehehe.

    Ainda torço para o ano em que a Nintendo vai voltar com tudo. Sinto muita falta de jogar Mario, Zelda e afins sem precisar pagar milhares de golpistas por um mini-game.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *