Review | Demolidor – 2×02: Dogs to a Gunfight

Os pontos positivos de Demolidor são tantos que às vezes é até injusto apontar algumas irregularidades. Esta segunda temporada começou bem e a tendência é que as coisas melhorem ainda mais. Se tem uma coisa que me incomodou neste segundo episódio é a questão levantada sobre a necessidade da cidade possuir um herói como o Demolidor.

Quantas vezes já não vimos um seriado ou filme de heróis bater nessa tecla? Demolidor tem um roteiro tão bom que não precisava investir nesse tipo de clichê.

Por sorte, pouco tempo é perdido com isso.

Mais atenção é dada ao vilão da vez, o Justiceiro, o famoso exército de um homem só. Rapidamente já tomamos ciência da maneira que ele opera. Trata-se de alguém que faz justiça com as próprias mãos. Ele não perdoa ninguém que possua qualquer tipo de desvio de conduta, como ficou bem claro na incrível cena da loja de armas.

Matt sofreu bastante no primeiro encontro com o Justiceiro, inclusive perdendo a audição momentaneamente. Eis um adversário a altura.

A parte de Karen e Foggy também agradou bastante. Como foi bom ver Foggy mostrando ser um exímio conhecedor das leis. Eles farão de tudo para proteger Grotto, uma testemunha ocular chave das ações do Justiceiro.

Com um cliffhanger daqueles repletos de tensão, Dogs to a Gunfight é um indício de que a segunda temporada pode ser tão eficiente quanto a primeira, mesmo com certas diferenças na abordagem do vilão e da trama em si.


 

/ Críticas

Demolidor – 2×01: Bang

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *