Review | The Leftovers – 2×09: Ten Thirteen

Fãs de Leftovers estejam livres para discordar, mas considerei Ten Thirteen o episódio mais fraco da temporada. Na verdade, deveria chamá-lo de menos bom, tamanha a qualidade do que estamos vendo.

O fato da expectativa ter ido lá em cima com o episódio anterior atrapalhou um pouco, mas o que dificultou a minha total apreciação de Ten Thirteen foi o foco em uma personagem não muito interessante. De qualquer forma, muita coisa boa aconteceu aqui, incluindo surpresas e revelações, além de servir como uma preparação eficiente para o encerramento da temporada.

Este episódio ajuda a clarear algumas coisas a respeito de Meg Abbot, a garota inicialmente frágil que se tornou um membro perigoso dos Remanescentes Culpados. Ou o mais perigoso.

Vimos aqui como a perda da mãe foi especialmente dolorosa para ela. Além da morte ter ocorrido no dia anterior a Partida Repentina (ou seja, foi rapidamente esquecida por todos), Meg interrompeu a mãe antes de ela contar algo provavelmente importante para ir ao banheiro (cheirar cocaína, ainda por cima). Na volta, lá estava a velhinha com uma parada cardíaca. Cena triste.

Repleta de dor e arrependimento, Meg procura médiuns para tentar descobrir o que sua mãe tinha para dizer. Depois de muita busca, ela para em Jarden. Lá ela vai fazer uma ‘consulta’ com Isaac. Lembram dele? Ele diz que pode descobrir, mas que tal informação não vai aliviar o que ela está sentindo.

Outro personagem que Meg encontra em Ten Thirteen é Evie, a filha de John Murphy. Agora está explicada a origem da piadinha que Evie contou no início da temporada. Mais um detalhe que mostra o controle e a inteligência dos roteiristas de Leftovers.

Meg está farta de tomar atitudes moderadas. Ela quer intensificar os atos dos Remanescentes Culpados. Como ela mesma diz, chega de ficar fumando na frente da casa dos outros. Ela quer enfiar o cigarro na ”porra” dos olhos das pessoas.

A granada no ônibus escolar foi só um sinal. Rapaz, eu achava que os coitadinhos iriam pelos ares ali. O próximo alvo é Jarden e podemos esperar algum tipo de ato terrorista.

E Tommy? Parece que ele se cansou de bancar o Holly Wayne e tirar a dor das pessoas com o abraço. Quem está sofrendo é ele. Situação que me lembrou a história do palhaço Pagliacci. Meg se oferece para realmente tirar a dor dele e ainda revela que queria engravidar quando o – digamos – estuprou.

E finalmente, não houve uma Partida Repentina em Jarden! As garotas foram escondidas por Meg e seu grupo. O ato para o dia 14 de outubro vai ser inesquecível, assim como o season finale. É o que esperamos.

*** Classificação ***

4 thoughts on “Review | The Leftovers – 2×09: Ten Thirteen”

  1. Bruno, matou a pau. Suas reviews, porem, seguem o caminho contrario: estao cada vez melhores!

    Eu achei o capítulo fraco comparado com os outros. E, ai, fica uma dúvida: o próximo será o climax ou já o tivemos? O misterio tem tanta importancia?

    1. Acho também que rola, comigo ao menos, uma certa má vontade com a personagem da Liv Tyler, ela não me desce hehehe. E talvez, ainda tentando justificar este episódio fraco, ele tenha se comprometido um pouco por conta do anterior ter sido espetacular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *