Review | The Leftovers – 2×06: Lens

Aconteceu de novo?

Afinal de contas, o sumiço de Evie Murhpy e das outras duas garotas foi mais uma Partida Repentina ou há algum outro mistério por trás disso? O pessoal do Departamento da Partida Repentina está aplicando um novo questionário com um algoritmo japonês que parece ser infalível. Nora Durst não quer acreditar que a garota sumiu, afinal isso poderia ser mais um indício de que ela é uma “lente”.

Lens

Esta é uma teoria que está sendo bem aceita no mundo de Leftovers: a lente é uma pessoa que irradia algum tipo de energia que pode causar a partida de quem está em volta. Será que Nora é uma lente? Pior, teve ela um contato com o demônio Azrael? A gargalhada de Nora mostra que isso é praticamente impossível, mas não deixa de ser uma hipótese engraçada.

Mistérios respondidos

E não é que tivemos explicações plausíveis para o que significa aquele homem que mata os bodes e até mesmos para os pássaros enterrados por Erika? Pois é. Como no dia 14/10 ele matou um bode, ele acha que fazer isso constantemente protege a cidade de alguma forma. No fundo, trata-se de mais uma pessoa que simplesmente não consegue mais viver como antes. É o medo que ronda todos. Apesar de Miracle ter sido poupada (será?), a Partida Repentina também os afetou.

Outro mistério resolvido é o da torta supostamente envenenada. Aliás, que família repleta de segredos e de dificuldades a dos Murphys, hein?

Onde está Tom?

A ligação de uma Laurie preocupada revela que Tom pode estar enfrentando problemas. O próximo episódio promete explorar isso.

Kevin expõe o seu problema

Kevin está no limite. Dormir algemado e achar isso normal? Esquecer o bebê no capô do carro? Ele finalmente resolve falar para Nora sobre o fato de estar vendo a finada Patti em todo o canto. Ver algo que não existe chama-se alucinação, um dos sintomas da esquizofrenia. Isso parece ser um tanto simples para Leftovers, não é? E não se esqueçam que aquele cara da torre também conseguiu ver Patti.

Resumindo

A segunda temporada parece incapaz de errar. Lens é mais um episódio irretocável. Tivemos aqui diálogos intensos e emotivos, como na entrevista de Nora com Erika e na revelação de Kevin, além de situações repletas de tensão e que criam expectativas para os próximos episódios, como Laurie buscando Tom e Patti dizendo que Kevin cometeu um erro quando expôs seu segredo. E para completar, Lens ofereceu respostas a alguns mistérios, o que não é comum, mas sempre bem-vindo. Como não se empolgar com The Leftovers?

***Classificação***

4 thoughts on “Review | The Leftovers – 2×06: Lens”

  1. Vejo dois sites com reviews de Leftovers. Bem diferentes, mas adoro os seus. Não sei se é porque eu sou palmeirense e curto os porquinhos… kkkkkkkk Ou se são os bacons no final da review. Da onde você tirou isso? Mas vamos lá, vou replicar minhas impressões aqui também.

    Nesse novo episódio a personagem de Regina King revela sobre o mistério dos pássaros enterrados vivos. Era uma crença de sua avó. Se quisesse algo, bastava enterrar um pássaro por três dias. Se, após esse período, estiveesse vivo, era só fazer o pedido.

    Pois bem, a sra Murphy queria se separar do marido. E não queria que sua filha sofresse. E desejou que ela não sofresse. Logo em seguida, Evangeline desapareceu.

    E eis a minha deixa, Henrique: você já reparou que todas as pessoas que desapareceram tem uma coisa em comum? TODAS ERAM UM “ESTORVO”. Ou todas tinham algumém que não a queriam ali. Vamos por partes:

    1) A mulher com quem Kevin traia sua esposa. Se descoberta, seria um perigo para ele. Não seria melhor ela desaparecer?
    2) A criança da lavanderia: ficou claro que ela estava “atrapalhando” a mãe, que não estava nem ai com ela.
    3) O marido e os filhos de Nora Durst. Exatamente no momento em que ela conseguiu um novo trabalho, a familia demandava atenção. Ela estava ocupada, de costas. Será que ela não queria que, por um momento, todos desaparecessem?
    4) A criança de Laurie, que sumiu no ultrassom. Ela estava em um casamento infeliz. Ela realmente queria uma criança?
    5) O marido de Patti. Pedia para outra pessoa realizar seus fetiches, e Patti descobriu. Não era melhor o marido desaparecer?
    6) Todos os casos levantados por Matt: assassinos, bêbados, drogados. Será que todos não queriam que eles “desaparecessem”?

    Vejo agora a série por outro prisma. E se os Leftovers forem as pessoas que desapareceram, não os que ficaram? Se eles foram deletados porque havia um desejo de deletarem essas pessoas, e o desejo virou realidade?

    Não seria isso que o pai do Kevin queria alertar para o filho? “Você sabe muito bem porque ela desapareceu”. A culpa seria do Kevin. De Nora. Todos sabem. Sentem, mas não querem dizer.

    Estariam os desejos da humanidade se tornando realidade? Vida após a morte, reencarnação, o desaparecimento daqueles que não gostamos….

    1. Caray man, sua teoria faz todo o sentido realmente!

      Essa segunda temporada está realmente espetacular. Vi este episódio um pouco atrasado mas essa segunda temporada está imperdível.

      Quem desistiu na 1º temporada está perdendo uma grande série!

    2. Obrigado, Simon!! Toda a equipe agradece o seus elogios!! Esse lance dos bacons e porquinhos veio de um brainstorm forte do pessoal haha

      Quanto a sua teoria, faz todo o sentido. Os que sumiram de alguma forma eram um estorvo para alguém… esse diálogo do pai de Kevin é bem revelador. Aos poucos a gente vai desconfiando disso, com vários exemplos… mas acho que nenhum é tão grande como a da Nora Dorst, que realmente se sente culpada!

      Leftovers está superando nossas expectativas. Pena que a temporada já está na reta final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *