Review | The Flash 2×04: The Fury of Firestorm


The Flash segue transpondo com sucesso a mitologia dos quadrinhos para a linguagem da TV. Nessa semana acompanhamos a busca pela nova contraparte de Firestorm, a única forma de salvar a vida do Professor Stein.

No último episódio testemunhamos o Professor Stein (Victor Garber) ser acometido de uma espécie de síncope. O diagnóstico é que, sem sua contraparte, a sua estrutura molecular está se deteriorando. A solução não poderia ser outra: encontrar outro ser que, atingido pela onda de matéria negra emitida pela explosão do acelerador de partículas de Harrison Wells, possa ser compatível – como um doador de órgãos – com o Professor Stein para se unir a ele com a Matriz Firestorm e estabilizá-lo.

Encontrar candidatos compatíveis não é grande desafio. O grupo – sem muitas explicações, que no fundo seriam mesmo desnecessárias – logo consegue reduzir à dois candidatos. Um deles é Henry Hewitt (Demore Barnes), um físico e cientista com uma personalidade que parece ser extremamente compatível à do Professor Stein. O outro é Jefferson Jackson (Franz Drameh), um atleta de colegial que teve seu futuro promissor como jogador de futebol americano comprometido pela explosão do acelerador de partículas.

TheFlash2x04006

Todos os Firestorm do Presidente

Nos quadrinhos Firestorm já passou por diversas encarnações, por assim dizer. Em determinado o jovem Jason Rusch assumiu parte dos poderes de Firestorm, chegando inclusive a dividir o herói com o próprio Ronnie Raymond, sem a presença do Professor Stein. Mais tarde as três consciências se reúnem formando o novo Firestorm. Parece que é à Jason Rusch que os produtores da série decidiram fazer referência com o personagem apresentado essa semana. Jefferson Jackson nos quadrinhos foi um amigo de escola de Ronnie Raymond que nunca chegou a se tornar um meta-humano.

Talvez isso indique planos para o futuro desse personagem que vão, mais uma vez, culminar na nova série da DC no CW, Legends of Tomorrow. Boa parte da primeira temporada de Arrow e The Flash, enfim, parece estar se ocupando disso: uma espécie de prelúdio para a nova série de heróis da DC que se iniciará em 2016. Mas isso tem sido feito com bastante competência, e de maneira bem natural, inteiramente relacionada ao enredo das respectivas séries.

TheFlash2x04007

A busca pela nova contraparte de Firestorm, claro, vem acompanhada de uma escolha que serve para evidenciar a moral da história: heróis raramente escolhem ser heróis. E é bom desconfiar daqueles anseiam pelo poder.

Mas quando enfim a escolha certa se estabelece, ela trás resultados que vão além do simples reestabelecimento da integridade física do Prof. Stein e levam à criação de um novo e perigoso inimigo, também capaz de controlar energias da Matriz Firestorm: Tokamak. Assim, lançando mão de uma estrutura de roteiro que consegue valorizar de maneira muito satisfatória a dinâmica padrão da linguagem de super-heróis, explorando a fórmula de monstro da semana de maneira mais sutil e integrada à trama.

TheFlash2x04004

Outros monstros, outros amores

Mas Tokamak não é nosso único monstro da semana. Um homem tubarão parece estar à espreita em Central City. Ou pelo menos é disso que Paty Spivot (Shantel VanSanten) suspeita. Para ajudar em sua investigação ela, por acaso, recorre a Barry. A quem ela não havia contatado antes por não ter o telefone (apesar de já ter dado o número dela a ele no último episódio, e ele evidentemente ainda não ter feito nada com isso). Não que ela queira o telefone dele. Não, não é isso. Mas o caso, a perícia. Você sabe. Barry chega até afirmar que meta-humanos não são sua especialidade (bem pensado Barry, mantenha sua identidade secreta), mas isso não quer dizer que ele não queira ajuda-la. Ou dar o telefone dele para ela.

TheFlash2x04010

E chega um momento que o interesse mútuo entre ambos é tão evidente que é preciso o Detetive West (Jesse L. Martin) interceder para salvá-los de mais constrangimentos. Bem, se todo grande herói precisa de um vilão à altura para enaltece-lo, um mulher precisa de uma grande rival para fazer a disputa pelo coração de um homem ficar ainda mais épica. A química entre Shantel VanSanten e Grant Gustin é tão boa que fica difícil tocer por Iris West (Candice Patton) o grande amor da vida do Flash. É claro que há quem torça contra ela, e que tudo é possível, mas separar Barry Allen de Iris West-Allen é o mesmo que separar Clark Kent de Lois Lane. Mas é certo que os produtores precisarão se desdobrar para convencer à audiência (principalmente a feminina) de que a inteligente, bonita, carismática e intrépida Patty Spivot deve perder seu lugar no coração de Barry para Iris.

TheFlash2x04008

Iris, sejamos justos, não tem muita cabeça para pensar em questões do coração agora. Sua mãe, Francine West (Vanessa Williams) que ela acreditava estar morta, acabou de voltar à cidade e após ser rejeitada revela que está prestes a morrer. Mas é difícil para Iris acreditar na sinceridade de Francine, e ela deixa claro que não é uma repórter investigativa por acaso. Logo ela descobre que Francine tem outros segredos que preferiu omitir. Segredos que devem servir para trazer para a série outro importante personagem da família do Flash: Wally West que na série de TV será, não sobrinho, mas irmão de Iris West.

Quem é Harrison Wells?

Desde o último frame do episódio anterior com certeza os fãs tem sido atormentados por essa pergunta. Afinal, que papel o Harrison Wells da Terra-02 irá desempenhar nessa segunda temporada. No episódio anterior vimos o sempre misterioso Dr. Wells (Tom Cavanagh) atravessar um dos 52 portais recentemente estabilizados e chegar à Terra-01. Nesse episódio o vemos invadir os laboratórios Mercury da Dra. Tina McGee (Amanda Pays) e ser surpreendido pela mesma. A cientista entra em contato com o Detetive West que parece já supor o que está por vir. Mas essa é uma excelente pergunta, que é pertinente de se fazer: qual o objetivo desse outro Harrisson Wells?

TheFlash2x04005

Afinal, como eu já afirmei aqui anteriormente, não há como afirmar que ele seja um vilão. O Harrison Wells da Terra-02 não necessariamente tem qualquer relação com Eoabard Thawne, o Flash Reverso da primeira temporada. Mas também não há como ter certeza que não seja o mesmo vilão convenientemente de uma terra paralela para voltar a atormentar seu arqui-inimigo. Seria ele Zoom? Com certeza o final desse episódio busca deixar claro que Wells e Zoom, ao menos dessa vez, não são a mesma pessoa. Mas isso também pode ser parte de uma estratégia elaborada do vilão para – mais uma vez – conquistar a confiança de Barry Allen.

TheFlash2x04009

Uma coisa é certa, é bom ver Tom Cavanagh de volta de vez à série. Suas cenas com Grant Gustin sempre estiveram entre as melhores da série. Eu francamente ficaria um pouco decepcionado se eles não voltassem a contracenar. O quarto episódio termina em um daqueles cliffhangers que nos deixa com aquele gostinho de quero mais. E logo! Mas tudo indica que as respostas ainda terão que aguardar um pouco mais.



Posters-TheFlashSérie: The Flash
Temporada:
Episódio: 04
Título: The Fury of Firestorm
Roteiro: Joe Peracchio e Kai Wu
Direção: Stefan Pleszczynski
Elenco: Grant Gustin, Candice Patton, Jesse L. Martin, Carlos Valdes, Danielle Panabaker, Victor Garber, Shantel VanSanten, Demore Barnes e Franz Drameh.
Exibição original: 27 de Outubro de 2015 CW
Graus de KB: 2 (Demore Barnes trabalhou em Steal This Movie (2000) com Kevin Pollak que atuou em Questão de Honra (1992) com Kevin Bacon).

 

 


Quadrinista e escritor frustrado (como vocês bem sabem esses são os "melhores" críticos). Amante de histórias de ficção histórica, ficção científica e fantasia, gostaria de escrever como Neil Gaiman, Grant Morrison, Bernard Cornwell ou Alan Moore, mas tudo que consegue fazer mesmo é mestrar RPG para seus amigos nerds há mais de vinte anos. Nas horas vagas é filósofo e professor.

2 thoughts on “Review | The Flash 2×04: The Fury of Firestorm

  1. Adorei o episódio!!! Já na expectativa pela semana que vem para sabermos mais sobre o Dr. Rodinhas, agora Ex-rodinhas… rsrsrs Todos tiveram participações incríveis no episódio de hj, especialmente Caitlin que estava tachada a ficar suspirando pelo Jay! Nota 10 para A CW pelos efeitos do SharkBoy evoluido, sambou na cara da produção de Once Upon a Time!
    No mais, mais um episódio que passa como um Flash!

    P.S 1: Cadê o Jay??? Senti muito a falta dele..

    P.S 2: Na semana passada, comentei sobre o Dr. Stein, que pra mim sempre será o Sr. Andrews do filme Titanic, quase morri com a referência sobre isso no episódio!

    1. Isso! Muito boas todas as referências. E os efeitos especiais são mesmo incríveis! Essa temporada só melhora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *