Review HQ | Corso

Review HQ | Corso

Danilo Beyruth é sem dúvidas um dos melhores artistas de HQ brasileiros da atualidade. Ele foi o responsável pela primeira e talvez mais ambiciosa série da Graphic MSP – com o personagem Astronauta – e seguiu mostrando ainda mais talento em cada nova edição, culminando na excelente Parallax. Em “Corso”, seu novo trabalho, ele investe mais uma vez no universo da ficção científica.

Na HQ, o cachorro Corso é um piloto da República dos Cães, mas, apesar de extremamente talentoso, é indisciplinado – meio que uma mistura de Maverick, do filme Top Gun (interpretado por Tom Cruise), com um pouco de Han Solo (Harrison Ford), de Star Wars.

A história começa com um acidente em que o protagonista cai em um planeta desconhecido e não muito hospitaleiro, de modo que sua missão então passa a ser encontrar uma forma de sobreviver e retornar para a República dos Cães. A partir desse ponto, a narrativa explora sua situação atual, enquanto mostra um pouco do seu passado em flashbacks, para que o leitor entenda melhor suas atitudes no presente, além de compreender o funcionamento do universo de Corso.

Os cães estão em conflito com a Monarquia dos Gatos, que Corso acredita ser a responsável pelo ataque que derrubou a sua nave. Mas qual a origem dessa guerra? Na trama, Danilo Beyruth explora essa rivalidade clichê entre os animais de maneira interessante, fugindo do lugar-comum.

Durante a sua estadia no planeta desconhecido, Corso encontra outros seres vivos e eventualmente até outras figuras humanas. É a partir desse ponto que a HQ vai mais além, apresentando seus melhores momentos dramáticos e outras grandes surpresas. O desenvolvimento do personagem principal é muito interessante e vemos que, mesmo que ele apresente um amadurecimento, algumas características são difíceis de superar, como a teimosia e o próprio ego.

O traço de Danilo é fascinante e apresenta um visual incrível, que enche os olhos, mesmo em preto e branco, além de criar cenas de aventura em quadrinhos como ninguém. Ele alterna entre o tamanho de cada quadro, então nas partes onde é necessário apresentar mais detalhes, temos um quadro maior, para que o leitor consiga captar todas as nuances da ação, trazendo uma maior riqueza de detalhes e uma beleza para a HQ.

“Corso” é uma obra excelente em que Danilo Beyruth constrói uma incrível jornada em mais de 200 páginas, onde explora bem alguns clichês de ficção científica e apresenta elementos narrativos criativos e autorais, mostrando seu talento e estilo como artista, além de marcar uma grande estreia para a editora iniciante Comix Zone.


Classificação:


Corso

Autor: Danilo Beyruth
Editora: Comix Zone
Número de páginas: 232

Ramon Prates

Ramon Prates

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: