Review | Streets of Rage 4

Streets of Rage foi uma série de games que fez bastante sucesso nas plataformas da Sega, principalmente o Mega Drive / Genesis. Foram 3 games lançados entre 1991 e 1994. Eis que em 2020 a Dotemu lançou uma continuação simplesmente chamada Streets of Rage 4. O jogo é uma grata surpresa por conseguir equilibrar muito bem uma atualização na jogabilidade, gráficos e trilha sonora, mas sem deixar de perder o seu antigo charme, mantendo o sentimento de nostalgia.

Sem dúvidas a trilha sonora é um dos pontos fortes desse beat ‘em up e Olivier Deriviere ficou responsável por compor as novas músicas para Streets of Rage 4. Felizmente os músicos dos jogos originais Yuzo Koshiro e Motohiro Kawashima estão de volta em participações especiais. A estrutura ficou da seguinte forma: Deriviere fez as músicas das fases enquanto os convidados, que também conta com Yoko Shimomura, Keiji Yamagishi, Harumi Fujita, Das Mörtal e Groundislava, comporam as músicas dos chefões de fase. Inclusive é possível jogar o game usando o modo retrô da trilha sonora.

Além da trilha, o design de som também fez uma boa mistura ao usar os sons antigos dos jogos dos anos 1990, como ao pegar um item de comida, com novos e mais atuais para ajudar na imersão do universo do jogo. Isto é, manter ao mesmo tempo um sentimento da nostalgia retrô, mas com uma customização mais atual. Essa mistura é a essência do sucesso de Streets of Rage 4.

A história se passa 10 anos após os eventos de Streets of Rage 3, onde Mr. X foi derrotado. Agora Wood Oak City tem um novo sindicato do crime comandado pelos irmãos gêmeos Y, filhos do Mr. X. O plano deles é fazer uma lavagem cerebral na população usando uma música hipnótica. Vale ressaltar que a “piada” em torno desse plano dos vilões é genial, já que a música é um dos elementos mais marcantes de Streets of Rage.

Blaze chama seus velhos amigos Axel e Adam, e junto com eles temos também Cherry, filha de Adam, e Floyd Iraia, uma aprendiz ciberneticamente modificada do Dr. Zan. Durante o desenrolar da história outros personagens são desbloqueados para jogar. O destaque fica por conta das versões antigas dos personagens clássicas. É bem curioso e divertido jogar usando um boneco com a cara dos games dos anos 1990, só que em um cenário atual.

Ao final de cada fase a depender da sua performance você é rankeado e ganhar uma quantidade pontos. É através deles que você consegue desbloquear os novos personagens. Então será necessário jogar algumas vezes para conseguir desbloquear tudo.

Em relação a jogabilidade, você pode conferir o vídeo abaixo. Fiz um Mico Review onde mostro um pouco de Streets of Rage 4:

Em síntese Streets of Rage 4 é um jogo extremamente divertido e que mistura bem os elementos clássicos da franquia com uma boa nova customização / atualização. Talvez o game pudesse ser um pouco mais longo, mas ele compensa com outros modos de jogo, com destaque para a parte online. O jogo da Dotemu funciona muito bem para os fãs da franquia, mas também é bem sucedido em apresentá-la para uma nova geração.


Classificação:


Streets of Rage 4

Plataformas: Microsoft Windows, Nintendo Switch, PlayStation 4 e Xbox One
Produtora: Dotemu
Desenvolvedora: Dotemu, Lizardcube e Guard Crush Games
Ano: 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *