Resenha de Livro | A Estrada (Cormac McCarthy)

Publicado em 2006, A Estrada (The Road no original) traz uma história de ficção pós-apocalíptica que acompanha a jornada de um pai e seu pequeno filho tentando sobreviver a um mundo que parece já ter acabado. Por mais que o gênero já tenha sido esgotado ao longo dos últimos anos, é um daqueles livros que ainda valem a pena ser lido por possuir uma mensagem linda e forte mesmo em meio a toda violência e desesperança que a jornada dos protagonistas nos apresenta.

Além de ganhar diversos prêmios dentre eles o Pulitzer Prize for Fiction e James Tait Black Memorial Prize, o romance foi adaptado em 2009 para o cinema. Contou com a direção de John Hillcoat e foi protagonizado por  Viggo Mortensen e Kodi Smit-McPhee. O filme é muito bom, apesar de não ter feito tanto sucesso na época e ter sido apenas razoavelmente recebido, mas o livro consegue ser ainda melhor.

Cena do filme A Estrada
Viggo Mortensen e Kodi Smit-McPhee no filme lançado em 2009

Em meio a um planeta totalmente arruinado, após uma catástrofe que não é revelada, pai e filho vagam neste mundo em cinzas. Com os animais possivelmente extintos, sem vegetais ou plantações, com árvores caindo, os raros sobreviventes rumam famintos vivendo das sobras da antiga sociedade que estão cada vez mais escassas. E quando nada sobra para comer e os enlatados se tornam cada vez mais raros, como sobreviver?

Apesar da história trazer temas muito fortes e violentos, Cormac McCarthy (autor de tantas outras obras memoráveis como, por exemplo, “Onde os Fracos Não Têm Vez”) traz neste livro uma escrita simples e com diálogos curtos capazes de fisgar o leitor já na primeira página. A forma como pai e filho conversa às vezes é de cortar o coração. E em poucas páginas a gente consegue perceber facilmente qual a preocupação de cada um dos personagens e, em especial, a visão que cada um tem dos acontecimentos.

Segundo o autor, a ideia do livro surgiu quando ele viajou com seu filho para a cidade de El Paso, no Texas. Isso aconteceu quatro anos antes de ele escrever o conto. Cormac pensou como seria o futuro daquela cidade.  imaginou “fogo nas colinas” e pensou em seu filho. 

A estrada
Arte de um dos livros

A Estrada é um livro bem curto, pode ser lido numa sentada só se você estiver inspirado. O texto é muito ágil e te leva a pular as páginas numa velocidade impressionante. A mensagem que deixa no final também é linda e vai ser difícil não te emocionar. Imperdível para os amantes do gênero. 

Já para aqueles que se cansaram da thewalkingdeadização das séries, filmes e livros que rolaram nos últimos anos, eu digo que vale sim dar uma chance

Está bem?
Está bem.


Classificação: Excelente 5 de 5 Bacons
Tio Kevin recomenda a leitura

Título nacional: A Estrada
Título original: The Road
Autor: Cormac McCarthy
Tradução: Adriana Lisboa
Nº de páginas: 240.
Editora: Alfaguara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *