Review | Ghostbusters: The Video Game

A relação entre o mundo do cinema e dos games é um pouco conturbada. Adaptação de uma mídia para outra sempre enfrenta grandes dificuldades criativas, nem sempre resultando em algo positivo. Felizmente Ghostbusters: The Video Game é uma grata surpresa, principalmente para os fã da franquia. O jogo foi lançado em 2009 e em 2019 ganhou um Remastered para a geração atual de consoles, convertido de maneira satisfatória.

O grande trunfo de Ghostbusters: The Video Game é o elenco de vozes, que têm os atores principais do filme, sendo que Dan Aykroyd e Harold Ramis escrevem a história do jogo. Somente esse elemento já é suficiente para fazer com que os fãs se interessem pelo game. As cutscenes se tornam uma diversão a parte, já que vemos os atores reprisando seus papéis e o clima do jogo emula bem o tom dos filmes com uma mistura de comédia, terror e aventura.

Na história o jogador controla um novato que entra para a equipe dos Caça-Fantasmas. Então vai viver na pele como é o trabalho deles enfrentando diversos fantasmas.

O jogo é basicamente um game de tiro e aventura em 3ª pessoa. A diferença para outros jogos do gênero é a forma de “atirar”. Sua arma é o feixe de prótons, gerado através da mochila com um sistema portátil acelerador de partículas, então para “matar” os inimigos (os fantasmas) é necessário capturá-los. Primeiro tem que atirar para enfraquecer o fantasma, para em seguida capturá-lo com sua armadilha. Essa mecânica é bem interessante e é necessário que o jogador se adapte a essa nova forma de jogar.

Outro elemento é o medidor / detector de campo magnético, onde é possível captar a presença de elementos paranormais, isto é, os fantasmas. Ao habilitá-lo a tela fica verde o jogador segura o equipamento para ir em busca dos inimigos. E ao “scanear” um inimigo, você descobre suas características, incluindo seu ponto fraco e qual tipo de arma tem maior eficácia.

Durante o jogo é possível adquirir melhoria nos equipamentos e também surgem outros tipos de “tiro”, 4 no total. Cada um deles tem uma função diferente. Um deles serve para diminuir a velocidade dos fantasmas e outro de slime (aquela “geléia” verde que lembra o personagem Geléia, Slimer em inglês) serve para puxar coisas, inclusive fantasmas para a armadilha. A forma da evolução do equipamento é bem básica e o próprio jogo indica quando é possível realizar adquirir a melhora. Esses novos itens fazem com que a jogabilidade se expanda, fazendo com que Ghostbusters: The Video Game não se torne tão repetitivo.

No decorrer da narrativa o jogador revisita cenários clássicos dos filmes como as ruas de Nova York, os esgotos e o hotel, além de enfrentar inimigos conhecidos, como o monstro de marshmallow. Isso aumenta ainda mais a imersão dentro do universo da franquia Caça-Fantasmas, além de ser bem divertido para os fãs reviver algumas cenas clássicas dos filmes, agora com o controle de um personagem.

O trabalho em equipe é importante para conseguir terminar o jogo. Na maior parte do tempo o seu personagem estará junto com algum integrante da equipe dos Caça-Fantasmas. Eles podem ajudam a orientar o caminho, mas em alguns momentos você assume a liderança. Ao atuar em conjunto é importante manter seus companheiros vivos, senão a missão não será bem sucedida. Então quando um fantasma “derruba” e imobiliza algum Ghostbuster, você tem que ir resgatá-lo, e eles farão o mesmo com você.

Em síntese, Ghostbusters: The Video Game é um jogo essencial para os fãs da franquia, já que além de ser um game também funciona como uma continuação da história dos filmes. A sua mecânica já o tira do lugar comum dos games de tiro. E a imersão no universo dos Caça-Fantasmas garante a diversão. A versão remasterizada ficou legal com uma melhora significativa nos gráficos e na jogabilidade.


Classificação:


Ghostbusters: The Video Game

Plataformas: Microsoft Windows, Nintendo Switch, PlayStation 2, PlayStation 3, PlayStation 4, PlayStation Portable, Wii, Xbox 360 e Xbox One
Produtora: Atari, Sony Computer Entertainment Europe, Mad Dog Games (Remastered)
Desenvolvedora:
Terminal Reality, Red Fly Studio e Saber Interactive (Remastered)
Diretor: Drew Haworth
Elenco: Dan Aykroyd, Harold Ramis, Bill Murray , Ernie Hudson, William Atherton, Brian Doyle-Murray, Annie Potts, Max von Sydow e Alyssa Milano
Ano: 2009 e 2019 (versão Remastered)

One thought on “Review | Ghostbusters: The Video Game”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *