Crítica | O Professor (The Professor)

Richard (Johnny Depp) é um professor universitário bem sucedido que descobre estar sofrendo de uma doença terminal e resolve abandonar suas convicções para ter uma vida mais leve antes de partir.

Dirigido por Wayne Roberts, O Professor é uma comédia com momentos dramáticos sobre um homem que ressignifica a sua existência a partir do momento que pensa sobre a mortalidade e entende que a vida é, de fato, para ser vivida. Apesar do clichê, a proposta do filme leva a pensar sobre qual o significado que damos a nossa existência ou qual o motivo de viver a vida da maneira que levamos.

Richard tem que lidar com as revelações familiares enquanto tenta avisar que “está de partida” (seu próprio luto), dar a aula que sempre quis para seus alunos e ainda consolar o melhor amigo Peter (Danny Huston) que se vê desolado com a notícia.

Apesar de ter Depp no elenco, não é mais um dos filmes excêntricos e sem muito sucesso que tem feito nos últimos anos. De fato estão presentes os seus trejeitos, mas sem exageros. Existe uma dose de seriedade e respeito com o contexto do personagem e isso é um ponto positivo, já que o humor não é ofensivo pra quem vive situação semelhante.

O Professor é marcado por reflexões poderosas sincronizadas a momentos bobos. É emocionante em alguns momentos, de partir o coração, mas consegue fazer piadas com ereção, masculinidade e moralismo. 


Uma frase:  “A todo momento estamos compondo a história de nossa vida. Vamos focar em fazer uma bela leitura… ou pelo menos uma leitura interessante

Uma cena:O primeiro sermão na sala de aula

Uma curiosidade: O filme originalmente deveria se chamar “Richard says goodbye”.


O Professor (The Professor)

Direção: Wayne Roberts
Roteiro:
Wayne Roberts
Elenco: Johnny Depp, Rosemarie DeWitt, Odessa Young e Danny Huston
Gênero: Comédia, Drama
Ano: 2018
Duração: 90 minutos

 


 

One thought on “Crítica | O Professor (The Professor)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *