Resenha de Livro | Twin Peaks: Arquivos e Memórias

No início dos anos 1990 a série Twin Peaks estreou na tv aberta americana e causou um enorme impacto cultural, além de ter sido um enorme sucesso de audiência. Um fenômeno que não demorou em se espalhar pelo mundo. Todos queriam saber: quem matou Laura Palmer? O mistério criado por David Lynch e Mark Frost durou duas temporadas, teve um longa-metragem, e ganhou uma continuação 25 anos depois.

O livro “Twin Peaks: Arquivos e Memórias” fala um pouco sobre a produção do programa onde o autor Brad Dukes entrevistou diversas pessoas envolvidas, desde nomes do elenco, como diretores e roteiristas, até pessoas envolvidas com a parte técnica. Tudo para contar melhor sobre esse seriado marcante, para contar mais esse seriado marcante.

A editora DarkSide é especializada em lançar livros com um acabamento de alta qualidade, um verdadeiro produto para colecionadores com capa dura e uma ótima diagramação. “Twin Peaks: Arquivos e Memórias” tem muitas fotos, e mesmo que a grande maioria seja em preto-e-branco o resultado é excelente, ilustrando bem a narrativa.

Brad Dukes é fã da série e entre 2011 e 2014 começou a realizar as entrevistas com atores e membros da equipe para gerar conteúdo para um site, mas o volume foi tão grande que ele achou melhor compilar em um livro. “Twin Peaks: Arquivos e Memórias” só peca em um “pequeno grande detalhe”: não tem depoimento de David Lynch, o principal envolvido na produção da série. Mas infelizmente o cineasta não é muito de conceder entrevistas, no entanto Mark Frost – o outro elemento principal – deu seu depoimento.

Entre os entrevistados temos: o já citado cocriador da série, Mark Frost, e também membros do elenco, como Kyle MacLachlan, Joan Chen, Sherilyn Fenn, Piper Laurie, Michael Ontkean, Ray Wise e Billy Zane, entre muitos outros.

O livro tem uma leitura muito fácil e agradável onde o autor sinaliza quem está respondendo, dizendo qual a sua função dentro do programa. Como só o elenco já tem uma boa quantidade de pessoas, logo no início temos fotos dos atores principais com seus nomes e seus respectivos personagem. Isso já ajuda a relembrar de cada um deles.

O relato das pessoas é bem interessante e mostra que o clima dentro da produção era bastante amigável. Muitos relatam que não imaginavam que Twin Peaks se tornaria algo tão grande e com tanto impacto cultural. É interessante ver como eles relatam também a mudança que o programa trouxe à suas próprias vidas, principalmente os atores mais jovens que tinham que lidar com o sucesso.

As histórias de bastidores também são muito boas, como relatos sobre as improvisações de David Lynch, ou da pressão da emissora ABC em relação a revelação do assassino de Laura Palmer, mas principalmente de como rede de televisão não sabia bem o que fazer com Twin Peaks. Apesar do sucesso, Lynch e Frost queriam total controle criativo em torno do programa e isso era difícil de lidar.

Twin Peaks: Arquivos e Memórias” foi lançado em 2017, antes da 3ª temporada ir ao ar, então o livro tem apenas depoimentos sobre a produção dos anos 1990. Brad Dukes fez um trabalho incrível que é um prato cheio para os fãs da série em busca de mais informações e segredos deste incrível programa que ainda hoje é lembrado e influencia diversas outras séries de tv.



Título: Twin Peaks: Arquivos e Memórias
Autor: Brad Dukes
Editora: DarkSide
Tradução: Carlos Primati
Número de páginas: 320

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *