Para ver e ouvir | Estrada Perdida (1997)

Está no ar mais uma edição da coluna Para ver e ouvir na POCILGA. O objetivo dela é falar sobre filmes que tem uma trilha sonora tão boa que merecem um destaque. Dessa vez com o filme Estrada Perdida (Lost Highway).

Estrada Perdida

David Lynch é um cineasta com um estilo bastante peculiar e sem dúvidas Estrada Perdida é dos melhores exemplos do seu estilo de filmar. O longa é uma mistura de filme noir com história de “troca de corpos” e somente um diretor como Lynch poderia fazer uma mistura tão inusitada como essa funcionar.

A sinopse é mais ou menos assim: depois de um encontro bizarro em uma festa, um saxofonista de jazz é incriminado do assassinato de sua mulher e vai para a prisão, onde ele inexplicavelmente se transforma em um jovem mecânico e começa a viver uma nova vida.

A trilha sonora tem um papel fundamental dentro da narrativa e foi graças a uma das músicas que fazem parte do filme que descobri Estrada Perdida. O clipe de “The Perfect Drug” do Nine Inch Nails fez sucesso na Mtv na época e foi nela que conheci a banda – e virei fã – além de descobrir a obra de Lynch, que só chegou aos cinemas brasileiros em 1998.

A cena de abertura já deixa claro o clima misterioso que está por vir, um carro anda pela escuridão da Estrada Perdida do título ao som de “I´m Derranged” (algo como “estou enlouquecido”) de David Bowie.

O filme tem também a trilha original do músico Angelo Badalamenti, colaborador habitual dos trabalhos de David Lynch. Ele é responsável por intensificar ainda mais o clima soturno, às vezes perturbador, peculiar, emocional e único de Lynch. Ou seja, a música é parte essencial da experiência de se assistir Estrada Perdida.

E claro, temos música da minha banda favorita na trilha: Smashing Pumpkins!

Vamos às 5 melhores músicas do filme:

Smashing Pumpkins – Eye

Nine Inch Nails – The Perfect Drug

Rammstein – Rammstein

Marilyn Manson – Apple of Sodom

David Bowie – I´m Derranged

One thought on “Para ver e ouvir | Estrada Perdida (1997)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *