Review | BoJack Horseman – 5ª Temporada

BoJack Horseman, série de animação da Netflix criada por Raphael Bob-Waksberg, é uma das séries mais interessantes da atualidade. O programa segue uma linha entre drama e comédia, sendo que o 1º gênero é mais forte, mesmo que nas entrelinhas, enquanto o 2º é o que chama mais atenção e também o que predomina e norteia a narrativa. A forma como o seriado explora seus personagens é maravilhosa, aprofundando sobre suas vidas e seu passado, é impressionante e fascinante.

BoJack é aquele tipo de personagem que amamos e odiamos ao mesmo tempo. Ele sempre faz a coisa errada, ou então até faz a certa, mas não da melhor maneira possível. Ao longo das temporadas ele continua sendo o protagonista, mas os secundários cada vez mais ganham força. A 5ª temporada mantém o alto padrão de qualidade da série e vamos analisar um pouco os acontecimentos e episódios dela.

Aviso de SPOILERS

Os comentários a seguir falam sobre acontecimentos narrados na quinta temporada de BoJack Horseman.

A história principal da 5ª temporada gira em torno de Philbert, uma nova série protagonizada por BoJack. Princesa Carolyn o obrigou a fazê-la e o protagonista está preocupado com a qualidade do programa. Horseman está envolvido romanticamente com Gina, que é atriz e colega de trabalho. Mas na verdade tudo isso é apenas o que norteia a narrativa, porém o que interessa é falar sobre o pano de fundo.

BoJack é um personagem que teve um passado difícil com os pais e após a fama começou a lidar com seus problemas através do álcool. É engraçado e deprimente ver como ele está lidando com o vício, tentando estabelecer o máximo de dose diária que pode beber. Contudo, ele agora tem um novo vício: remédios. Durante os primeiros episódios o vemos tomando algumas pílulas, mas o efeito delas não chama muito a atenção. Porém, isso se mostra essencial e grave na vida do protagonista.

BoJack Horseman - 5ª Temporada, foto

Dois episódios mostram muito bem como isso está afetando BoJack. O primeiro é 9º chamado “Isso é passado“, onde ele recebe a visita da sua irmã Hollyhock. O cavalo a leva em uma jornada perigosa, e cômica, em busca de mais pílulas. Lembrando que ela passou por algo parecido na temporada anterior, mas de forma não intencional. No entanto, o episódio 11 “Sucesso estrondoso” é o clímax e o que melhor apresenta como o vício está afetando a vida de Horseman. A montagem é maravilhosa em criar uma narrativa onde o espectador, assim como o protagonista, não sabe muito bem o que é real e o que alucinação.

É foda como a situação de BoJack é de uma pessoa que precisa de ajuda, mas ele se esquiva e não admite o problema. Sobra para a pobre Diane tentar ajudar, sendo que a moça também tem que lidar com suas próprias questões. O 2º episódio chamado “Acabou-se o que era doce” é muito bom em mostrar a personagem em busca de si mesma. A viagem para o Vietnã, em busca do seu próprio passado, de uma origem, é excelente em retratar isso. Além disso, ela também lida com a sua separação de Sr. Peanutbutter.

O cachorro também tem sua jornada e é curioso a similaridade com a vida de BoJack, mas de forma mais “alegre”. Sr. Peanutbutter também tem seus problemas não resolvidos e que ele finge não ter. O episódio 8 “Os amores do Sr. Peanutbutter” é ótimo em nos mostrar como o personagem só se interessa por mulheres mais novas. Vemos várias festas de Halloween na casa de BoJack, onde em cada uma ele está com uma esposa/namorada diferente, incluindo a atual Picles. O trabalho de montagem é novamente brilhante em conectar as cenas em tempos diferentes.

BoJack Horseman - 5ª Temporada, foto

Fechando os personagens, não podemos esquecer de Princesa Carolyn e Todd. A primeira tem um belo episódio sobre seu passado e sua vontade atual de adotar uma criança. Enquanto o jovem lida com sua assexualidade e também arruma um novo emprego.

Sem dúvidas uma das piadas mais geniais e atuais de toda a temporada é o fato do robô sexual de Todd, Henry Afagos, se transformar em seu chefe e presidente da empresa que ele trabalha. Uma crítica ácida e brilhante sobre o escândalo de Harvey Weinstein e assédio contra diversas mulheres.

O humor da série também se apresenta através de gags visuais, algumas bem claras dentro da narrativa, enquanto outras surgem apenas para compor uma cena. Um exemplo fascinante, mas que poucos devem ter notado, é que no episódio 2 vemos Diane e Sr. Peanutbutter comendo em um restaurante. Vemos ela centralizada na tela, mas no lado direito tem um casal com uma cabeça de porco na mesa, enquanto do outro lado vemos uma porca com uma cara assustada por causa disso. Isso é rápido, “besta”, não acrescenta nada à narrativa principal, mas mostra o cuidado da produção da série em tudo que é visto na cena.

BoJack Horseman - 5ª Temporada, foto

Falando em detalhes visto na cena, impossível não falar sobre o melhor episódio da temporada: “Churros grátis”. Esse 6º capítulo mostra basicamente BoJack fazendo um discurso no funeral de sua mãe, mas o texto é fabuloso. Tanto que foi o próprio Raphael Bob-Waksberg que roteirizou, e não por acaso foi o único que ele escreveu nessa 5ª temporada. O aprofundamento sobre o passado do protagonista é incrível, principalmente sobre o rancor que ele tinha sobre sua mãe. O impacto da fala de Horseman é forte em até quem já acompanha o personagem por 5 temporadas. Tanto que serviu de inspiração para esse que vos escreve fazer uma reflexão sobre um certo detalhe do episódio, que você pode conferir aqui na POCILGA.

No final de tudo vemos finalmente BoJack seguindo o conselho de Diane e se interna em uma clínica de reabilitação. Após o personagem praticamente colocar em prática o refrão de “Rehab” de Amy Winehouse em negar a internação, é bom ver o protagonista assumir seu problema. Mas será que ele vai conseguir mudar? Será que o destino de Horseman será trágico ou de redenção? Aguardem cenas dos próximos capítulos.



BoJack Horseman - 5ª Temporada, cartazBoJack Horseman – 5ª Temporada

Criado por: Raphael Bob-Waksberg
Emissora: Netflix
Elenco: Will Arnett, Amy Sedaris, Alison Brie, Paul F. Tompkins, Aaron Paul, Rami Malek, Stephanie Beatriz e Hong Chau
Ano: 2018

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

2 thoughts on “Review | BoJack Horseman – 5ª Temporada”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *