Review | Happy! (Feliz!) – 1ª temporada

Ao zapear o catálogo de séries oferecidas na Netflix, dificilmente você vai se sentir tentado a colocar Happy! na sua lista. A decisão de assistir uma série protagonizada por um unicórnio azul insistentemente feliz não vai acontecer sem um empurrãozinho! Pois bem, é hora de dar esse empurrãozinho para vocês!

Quando imagino a melhor forma de explicar a vocês o que esperar assistindo Happy! só me vem a cabeça uma enorme viagem sob efeito de LSD misturado a álcool barato e cigarros de palha. Em uma temporada de oito episódios você vai ver sangue, drogas, armas, uma suruba com pessoas vestidas de insetos, criança que tortura e mata amigos imaginários, lobotomia, papai noel psicótico, reality show no estilo Mulheres Ricas, sangue menstrual usado em molho bolonhesa, policiais que parecem saídos de Gothan e  claro, um unicórnio insistentemente feliz.

Caso você prefira uma apresentação mais tradicional, posso dizer que Happy! conta  a história de uma garotinha que é raptada e seu amigo imaginário precisa encontrar ajuda o mais rápido possível. O único capaz de atender esse pedido de socorro é um ex policial que ganha a vida como mercenário, mostrando que sempre tem um alçapão no fundo do poço.

Happy!, foto

Happy! foi originalmente lançada pelo canal SyFy em 2017 e entrou no catálogo da Netflix em abril de 2017. Ela é baseada em uma graphic novel homônima com muitos elementos sombrios e um humor duvidoso, a começar pelo seu protagonista o ex-policial Nick Sax. Ele é um matador sem escrúpulos, vive praticamente como um morador de rua, em uma ciranda de auto destruição, drogas, sexo, máfia, caos, mutilações… Tudo de mais absurdo já aconteceu com ele;  incluindo o fato de ser o único que pode ver o amigo imaginário de Hailey, uma garota raptada por uma rede de pedofilia. Nick Sax é vivido por Christopher Meloni, mais conhecido pelos anos em que viveu o detetive Elliot na série Law and Order SVU. Sua entrega é maravilhosa e seu tipo físico torna tudo que acontece com Nick ainda mais exagerado.

Outro grande destaque é o unicórnio azul dublado por Patton Oswalt. No início temos uma certa dificuldade em encarar suas cenas com naturalidade mas a série tem a consciência dessa limitação e com o passar do tempo vamos entrando no barco e nos importando de maneira bem genuína com o destino do unicórnio Happy! E talvez ele seja o personagem com maior transformação na tela, visto que passa do universo infantil e feliz na companhia com Hailey para o submundo repleto de caos que é a vida de Nick Sax, onde faz de tudo, até cheirar cocaína.

Happy! não é uma série pra todos. Você precisa estar disponível para entrar nesse mundo absurdo e se divertir com ele. Caso queira se deixar levar por algo completamente diferente de tudo que está sendo apresentado por ai, sugiro que dê uma chance. Você não vai se arrepender.


Happy!, cartazHappy!

Criado por: Grant Morrison e Darick Robertson
Emissora: Syfy
Elenco: Christopher Meloni, Ritchie Coster, Lili Mirojnick, Medina Senghore e Patrick Fischler
Ano: 2017

Uma criatura meio doida que lembra a irmã do Ferris Bueller, finge que é nerd, adora filmes de terror mas tem medo de comédias românticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *