Mega Man 11 | Primeiras Impressões

A Capcom anunciou o lançamento de Mega Man 11, novo jogo da franquia, para o dia 2 de Outubro de 2018. Enquanto a data não chega, a desenvolvedora disponibilizou de graça para os jogadores um demo do game. Nele é possível jogar uma fase: a do inimigo Block Man.

Através dessa demonstração já foi possível ter uma noção de como será a versão final de Mega Man 11. A primeira impressão é que o game faz uma ótima mistura de nostalgia com novidade. Os gráficos seguem o padrão da franquia, com aquela cara de jogo retrô, mas são nos detalhes que ele mostra que na verdade estamos diante de algo novo.

A Capcom apresenta uma experiência de familiaridade, mantendo o padrão de sucesso dos jogos do Mega Man. Temos um jogo 2D onde o personagem consegue basicamente pular e atirar para a frente. Isso traz limitações e claro, muitos desafios.

Mega Man 11 tem um nível de dificuldade alto, como nos jogos anteriores da franquia. Talvez para não assustar os jogadores mais novos, agora é possível escolher a dificuldade. Ainda assim o desafio continua. Afinal de contas você tem um número limitado de vidas, se elas acabarem e você não tiver terminado a fase, tem que começar tudo de novo. Durante as fases temos alguns checkpoints, então caso você morra, retorna para eles. Isso facilita um pouco, mas bem pouco mesmo. Prepare-se para “passar raiva” durante a jogatina.

A principal diferença nesse novo game são alguns novos recursos. Um deles se chama Speed Gear e ele oferece ao Mega Man uma câmera lenta temporária. Ela é bastante útil para combates a inimigos que se movem muito rápido ou para conseguir passar de determinada parte de uma fase que envolve movimentos rápidos e precisos, então fica mais fácil realizá-los.

Mega Man 11, imagem

O outro recurso se chama Power Gear e com ele Mega Man aumenta a potência da sua arma. Ainda temos a opção de segurar o botão de tiro para carregar a arma, mas utilizando o Power Gear a potência fica ainda maior. Entretanto, ambos os recursos consomem a barra de habilidades especiais, então não dá para usá-los com frequência.

Temos também a volta do cachorro Rush Coil que serve como um trampolim para que o Mega Man consiga alcançar plataformas mais altas. E na demo foram disponibilizadas duas armas especiais, que são obtidas a derrotar o chefão de cada fase.

A impressão que fica nesse primeiro contato com Mega Man 11 é que a Capcom manteve as principais qualidades da franquia. O objetivo é conquistar os jogadores antigos com o clima de nostalgia, mas sem esquecer do novos gamers. A jogabilidade, o visual e a trilha sonora seguem no clima retrô, mas os novos recursos prometem deixar o game mais moderno. Vamos aguardar o resultado final em Outubro.

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

2 thoughts on “Mega Man 11 | Primeiras Impressões”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *