Crítica | Próxima Parada Apocalipse (How It Ends, 2018)

Já faz algum tempo que o selo “Original Netflix” não inspira mais tanta confiança e o novo filme “Próxima Parada Apocalipse (How It Ends)” é apenas mais uma produção que, infelizmente, fica devendo ao espectador. Numa mistura interessante de subgêneros – apocalipse, road-movie e ‘catástrofe’ – a obra dirigida por David M. Rosenthal trabalha bem com o “baixo orçamento” (para os padrões dos blockbusters) que possui, mas falha na construção de alguns personagens e no roteiro, que derrapa principalmente em sua a metade final.

Na trama, após o caos tomar conta do país, em meio a vários eventos apocalípticos, um homem (Theo James, “Convergente”) desesperado tem que atravessar o Estados Unidos para retornar para casa onde está a sua noiva grávida. Na sua companhia está o seu sogro (Forest Whitaker, “Rogue One”). Além de enfrentar um mundo que parece caminhar para o seu fim, ele terá que lidar com a relação nada amigável que possui com o pai de sua noiva.

A internet cai, as linhas começam a não funcionar e, em pouco tempo, até mesmo as transmissões televisivas se encerram. Terremotos e outros desastres naturais também acompanham esse cenário que é bem construído em “Próxima Parada Apocalipse”. Sem maiores explicações do que de fato está acontecendo – em determinado ponto alguém culpa uma união entre a China e Coréia do Norte – o espectador acompanha a jornada da mesma forma que os protagonistas, ou seja, sem saber o que está ocorrendo.

Forest Whitaker e The James no filme Proxima Parada Apocalipse da Netflix
Forest Whitaker e The James

Invasão alienígena? Castigo divino? Ataque orquestrado por inimigos? A verdade é que a importância dada ao roteiro é mesmo na jornada de dois homens, que tentam se entender e precisam trabalhar juntos para conseguirem atravessar um país que está abraçando a desordem e a morte de maneira cada vez mais rápida. E este é um dos poucos acertos aqui, já que na construção dos personagens é nítida a preguiça em entregar algo mais elaborado e que faça o espectador realmente se importar com o destino deles. Ainda que o grande Whitaker não decepcione, os demais atores não possuem muito carisma e tampouco pareçam possíveis de entregar um algo a mais do que é apresentado.

Na metade final da história, infelizmente, o filme se perde bastante e prejudica o resultado final. Aliás, a Netflix em si, com suas produções “da casa” parece ter pedido um  pouco do prumo. Se antes tínhamos poucas e boas opções no serviço, a ideia de ampliar o leque e quantidade de opções desenfreadamente traz um cenário onde é oferecida uma gama quase infinita de séries e filmes, só que sem a mesma qualidade de outrora. E isso fica cada vez mais evidente para quem segue acompanhado os tais lançamentos Originais do serviço.

E como tudo isso acaba (Rá!)? De maneira não muito interessante mas que não chega a ser um desastre completo (Rá!), ainda assim não é todo mundo que está disposto a doar alguns minutos de vida para algo apenas regular.


Regular: 2 (Kevin) Bacons em 5

Uma frase:  – Todo mundo quer viver o sonho, mas ninguém da sua geração quer trabalhar por isso.

Uma cena: Ricki explicando sobre a ironia com os nomes indígenas dos helicópteros da força aérea americana.

Uma curiosidade: O filme foi quase todo filmado no Canadá e parte dos soldados que aparecem no filme fazem parte da força armada do país..

 

.



P
róxima Parada Apocalipse (How It Ends)

Direção: David M. Rosenthal
Roteiro: Brooks McLaren
Elenco: Theo James, Forest Whitaker, Kate Graham e Nancy Sorel
Gênero: Apocalipse, Catástrofe, Road-Movie, Aventura
Ano: 2018
Duração: 113 minutos.
Graus de KB: 1! Forest Whitaker trabalhou com Kevin Bacon no filme Ligados Pelo Crime (2007)!

Queria ser astronauta mas tudo o que consegui na vida foi cair de um carro em movimento, fissurar meu crânio andando de skate e zerar Alex Kid in The Miracle World no Master System. Nas horas vagas vejo filmes que ninguém conhece, mato monstros que não existem e torço por um time que nunca vence.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *