Resenha de Livro | Stanley Kubrick – O Monstro de Coração Mole

Quem me conhece sabe que Stanley Kubrick é o meu diretor favorito. Os filmes dele nunca me deixam de fascinar. Já assisti a filmografia de Kubrick algumas vezes e acho que nunca vou enjoar. Estava em uma livraria de minha cidade quando me deparo com este livro na prateleira. Stanley Kubrick – O Monstro de Coração Mole me parecia muito promissor. Só parecia, pois a cada pagina que eu lia, mais eu me decepcionava. Não há dúvidas de que o autor Marcius Cortez conhece e admira Kubrick. Ele fez uma grande pesquisa antes de escrever o livro. Só que o resultado final não passa de uma oportunidade perdida.

Cada filme de Kubrick ganha um capitulo. Pena que Cortez simplesmente não consegue se aprofundar na obra de Kubrick da maneira que um fã esperaria. Todo mundo tem o direito de interpretar o filme que assiste do jeito que quiser, mas eu esperava mais de alguém que gosta e entende tanto sobre o diretor. Tem algumas curiosidades aqui e umas citações relevantes ali, mas não muito mais do que isso. Em alguns momentos, Cortez parece apenas narrar o filme tentando fazer alguma piadinha. E as interpretações dele muitas vezes soam forçadas. As coisas ficam ainda piores quando ele se preocupa em destilar o seu ódio em relação aos Estados Unidos e enaltecer suas ideologias políticas.

Sobra espaço até para ele criticar os livros de Stephen King de maneira arrogante.

Se assim como eu você gosta bastante de Kubrick recomendo a leitura dos textos que o saudoso Roger Ebert fez sobre a maioria de seus filmes. A experiência será muito mais valiosa e recompensadora.

 

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

One thought on “Resenha de Livro | Stanley Kubrick – O Monstro de Coração Mole

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *