Review | Black Clover (TV)

“As três folhas do trevo representam fé, esperança e amor. Dentro de uma quarta folha, reside o bom agouro. Dentro de uma quinta… reside um demônio.”

Black Clover (Trevo Preto) é mais um dos animes da temporada de outono desse ano. A história gira em torno de Asta (um jovem baixinho e hiperativo, que costuma sempre gritar seus ideais, sem se preocupar com o que os outros vão pensar) e Yuno (um jovem calmo, que não demonstra emoções e só fala quando necessário). Ambos foram deixados aos cuidados da igreja do pequeno vilarejo de Hage e cresceram como irmãos.

No mundo onde se passa a história, que lembra um pouco algo mais medieval, a magia é algo que a maioria da população utiliza em seu dia-a-dia. Entretanto, o jovem Asta, diferente de Yuno, não consegue utilizar magia, por mais que se esforce. Além disso, na cerimônia onde cada membro do vilarejo é escolhido por um Grimório, ele acaba não sendo escolhido por nenhum… Já Yuno é escolhido por um Grimório que possui o Trevo de Quatro-Folhas o que, além de ser um sinal de bom agouro, é dito que o primeiro Imperador Mago também o recebeu.

Esse arquétipo do herói que não possui tal poder no meio que está inserido é bem comum nesse tipo de obra Shonen (mangá direcionado geralmente a público jovem masculino), como vemos em Naruto (onde todos conseguem utilizar selos para utilizar técnicas ninjas, mas o personagem principal tem muita dificuldade) ou em Boku no Hero Academia (onde o personagem principal não possui nenhum poder, em um mundo onde todos nascem com habilidades fantásticas). O que mais me intrigou foram dois mistérios deixados : qual a origem de Asta e Yuno, antes de serem deixados na igreja, e qual a origem dos poderes de Asta, já que ele não possui poder mágico?

Os pontos fracos do episódio ficam por conta de algumas cenas em que alguns elementos de computação gráfica se misturam ao desenho, quebrando um pouco (pelo menos no meu caso) a imersão e também pela voz um pouco irritante do Asta, que fala tudo gritando pelo episódio inteiro. Vale lembrar também que a obra fonte está em andamento ainda, logo será adaptado só parte da história. Se você procura um anime descompromissado, com mistérios leves e uma boa dose de aventura, creio que Black Clover é a pedida certa para você.


Uma frase: “Minha magia é nunca desistir!”, dita por Asta

Uma cena: Quando o jovem Asta aparece para ajudar Yuno, próximo do fim do episódio

Uma curiosidade: A série é animada pelo Studio Pierrot, que tem em seu currículo os animes Naruto, Bleach e Yuu Yuu Hakusho 

 

.



Black Clover (TV)

Direção: Tatsuya Yoshihara
Roteiro: Yuuki Tabata (mangá, material fonte)
Elenco: Gakuto Kajiwara, Kiyono Yasuno, Nobunaga Shimazaki, Nana Mizuki, Kana Yuuki, Toshiyuki Morikawa, Junichi Suwabe, Genki Muro, Ayumu Murase e Satoshi Hino.
Gênero: Ação, Comédia, Fantasia, Magia e Shounen.
Ano: 2017
Duração: 24 minutos por episódio.

 

Gosto de animes, mangás, quadrinhos, tokusatsu e games. É a ferro e fogo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *