Crítica | One Week Friends (Amigos de Uma Semana)

O estudante do colegial Yuki Hase (Kento Yamazaki) quer muito ser amigo da sempre solitária Kaori Fujimiya (Haruna Kawaguchi), entretanto, Kaori recusa o pedido. O motivo é que toda segunda-feira, todas as memórias que ela criou durante a semana são apagadas. É assim que começa One Week Friends (Amigos de Uma Semana).

Kaori tem amnésia dissociativa, o que é mostrado em um uma cena com seus pais no consultório. Um trauma, revelado ao decorrer do filme, é o responsável por isso. Ela não esquece coisas como a matéria da escola, quem são os seus pais, mas sim as novas amizades que faz.

Pouco a pouco, Yuki vai tentando conquistar a atenção dela. Em certa aula, um estalo vem a sua mente, e ele tem a ideia de trocarem diários durante a semana. Assim, ela poderia anotar tudo o que aconteceu, e reler na próxima segunda-feira, para tentar superar seu problema de memória.



Tudo ia bem, até que Hajime Kujo (Shuhei Uesugi) é transferido para a mesma sala dos dois. Quando Hajime interage com Kaori, o trauma vem à tona, e sua perda de memória piora, fazendo com que esqueça de tudo que já passou com Yuki.

O filme vai aos poucos mostrando como Yuki lida com toda a situação, até onde vai seu desejo, puro, de ser amigo de Kaori. O que fez falta, em relação ao material fonte, é o desenvolvimento dos personagens secundários, como seu melhor amigo Shogo Kiryu (Takashi Matsuo) e a pequena Saki Yamagishi (Haori Takahashi). Quem sabe em uma série, com mais episódios, seriam melhor abordados.

O que mais gosto nessa obra em si, e que é muito bem representado no filme, é como é colocada a amizade. A Kaori mesmo, até quer fazer amigos, mas tem medo de acabar machucando as pessoas, por não lembrar de nada com o passar de uma semana. Yuki fica tão determinado em ajudá-la, por perceber que ela estava sempre sozinha, que faz de tudo para tentar enturmar ela com os demais. Não temos declarações de amor, nem nada do gênero, mas sim o simples sentimento de gostar do próximo e querer ajudar.


Uma frase: “Senhorita Fujimori, por favor, seja minha amiga.”

Uma cena: Quando Yuuki queima um item que era muito importante para ele. 

Uma curiosidade: Diferente do mangá, nessa adaptação Yuuki faz parte do clube de mangá da escola. 

 

.



One Week Friends (Amigos de Uma Semana)

Direção: Shosuke Murakami
Roteiro: Matcha Hazuki (manga), Yoko Izumisawa (filme)
Elenco: Haruna Kawaguchi, Kento Yamazaki, Takashi Matsuo, Shuhei Uesugi, Haori Takahashi, Seika Furuhata, Sairi Itoh, Masahiro Komoto, Sayuri Kokusho, Ryo Iwase, Shigeyuki Totsugi e Keisuke Okada
Gênero: Comédia, Drama, Romance
Ano: 2017
Duração: 120 minutos.

 

Gosto de animes, mangás, quadrinhos, tokusatsu e games. É a ferro e fogo!

One thought on “Crítica | One Week Friends (Amigos de Uma Semana)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *