Review | Vikings – 4×18: Revenge

Todos queríamos ver com nossos próprios olhos a batalha dos vikings contra o rei Aelle, mas a opção do roteiro por mostrar apenas o desfecho pode ser um sinal de que resolveram economizar em termos de produção para o que vem pela frente. E a julgar pela maneira com a qual Aelle ficou deixado o que vem pela frente não será nada a agradável.

Bjorn assumiu sua posição de líder e controlou todos os irmãos, até mesmo o reticente Ivar. Não havia como ser diferente. Ele é o cara agora que Raganar se foi. Tenho esperanças também que Ubbe pode acalçar feitos grandiosos, mas ainda não.

Os vikings conseguiram juntar um número enorme de soldados, realmente amedrontando Aelle e seus súditos.

Mas com Ecbert e Aethewulf as coisas prometem ser diferente. Sinceramente, estou aguardando algo épico. Uma batalha nos moldes daquela que vimos no último episódio de Spartacus e na batalha dos Bastardos em Game of Thrones. Estou otimista demais?

É uma pena notar ainda as rusgas internas, algo que certamente se revelará fatal para eles.

Revenge foi um mais um episódio de preparação, mas dessa vez com uma pequena, deliciosa e violenta amostra do que vem pela frente.

E ver os filhos de Ragnar em cima do túmulo do pai foi algo de melancólico e belo. Vikings está cada vez melhor.

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *