Review | Vikings – 4×17: The Great Army

De maneira até natural, Vikings diminuiu a intensidade nessa semana. Mas está mais do que claro que a calmaria não irá durar por muito tempo.

Após uma briga um tosca entre Sigurd e Ivar, os irmãos decidem que está na hora de montar um exército e declarar guerra. Guerra contra Aelle? Não, contra o mundo inteiro. Pelo menos, é o que pensa o megalomaníaco Ivar.

A parte inicial de The Great Army foi um tanto dispersa, alternando sequências com o rei Aelle, Ecbert e o filho de Athelstan, Kattegat e os vikings retornando da jornada ao mediterrâneo. Não houve nenhum acontecimento de grande destaque aqui, exceto talvez a conversa de Ecbert com o garoto.

Do meio para o final as coisas melhoraram bastante. Desejosos de vingarem a mãe, Ubbe e Ivar estavam prestes a enfrentar Lagertha quando foram interrompidos por Bjorn. Apesar de Ubbe ter relativa força e estar amadurecendo, acho que ele não teria a menor chance contra a Rainha.

Bjorn tenta fazer com que todos entendam que o mais importante agora é vingar Ragnar. Vikings estão chegando de muito longe para a batalha que se aproxima. O problema é que existem muitos conflitos internos e rivalidades nessa sociedade.

Vingança é o grande tema deste episódio.

Um momento bonito The Great Army foi ver Ivar se sentindo livre por um momento, graças a inventividade do construtor Floki.

A cena final me pareceu estranha demais e sem propósito. O que Bjorn pretende com Astrid? Ou será que agiu penas pelo impulso da briga com sua esposa? Vamos ver.

Faltam apenas três episódios para o fim desta temporada e minhas expectativas estão lá em cima. Desde que Vikings retornou da pausa, a qualidade melhorou muito. Tivemos no mínimo dois episódios inesquecíveis e outros acima da média. Investiram em diálogos e situações intimistas e nos torturaram psicologicamente com a morte de um personagem essencial. E em termos de enredo, as coisas caminham para um desfecho empolgante.

Só me preocupa o fato de que a quinta temporada foi confirmada e com 20 episódios. Haverá como sustentar essa trama até lá?

 

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *