Review | Vikings – 4×15: All His Angels

Review | Vikings – 4×15: All His Angels

Não é exagero considerar All His Angels como um dos melhores momentos da televisão em 2016. Certamente, é o melhor episódio de Vikings até aqui e isso é dizer muito. Tive uma certa dificuldade para processá-lo plenamente, mas o fato é que tudo estava caminhando para essa direção. Se deixamos de perceber é porque não queríamos nos despedir de um personagem que respeitamos e amamos.

Spoilers adiante!

A tensão em All His Angels foi crescendo de maneira constante. Ragnar estava preparado para sofrer quando caiu nas mãos do rei Aelle. Ele optou por essa estratégia já sabendo de tudo o que aconteceria com ele. Ou quase tudo.

Ragnar sofreu como poucos.

A soberba atuação de Travis Fimmel foi capaz de transmitir a intensidade da dor do personagem, que apesar de torturado, manteve-se altivo na medida do possível. Não é à toa que trata-se do provável maior viking que já existiu. O nome dele o precede.

Mas a crueldade de Aelle não conhece limites.

Quando tomei consciência do que o rei iria fazer, senti palpitações. Não tenho um medo específico de cobras, mas a sequência foi perturbadora. A tensão deu lugar ao desespero e depois a incredulidade. Ragnar partiu deste mundo e deixou bem claro que não mais acreditava nos deuses ou em Valhalla.

All His Angels foi um episódio construído com muita qualidade. Passou extremamente rápido e deixou o público sem reação. Foi violento sem exagerar na parte gráfica e investiu com sucesso no lado emocional.

Nas últimas cenas percebemos o quanto estávamos familiarizados com Ragnar e sua saga. Foi como perder alguém que conhecemos. Os rápidos flashbacks colaboraram bastante.

E agora?

Honestamente, tenho um certo receio se Vikings irá conseguir se sustentar por muito tempo sem ele.

De qualquer forma, não podemos nos esquecer das inúmeras vezes que os roteiristas nos surpreenderam.

A vingança dos filhos de Ragnar não tardará. Uma grande e sangrenta batalha se aproxima.

 

brauns

brauns

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

3 comentários sobre “Review | Vikings – 4×15: All His Angels

  1. Foi complicado processar mesmo esse episódio. Quando eu acabei de ver, fiquei pensando que não poderiam matar ele dessa forma, ele não morreu lutando, estava totalmente rendido. Mas a série conseguiu com sucesso tirar aos poucos a importância do Ragnar. Teve o vício dele com ópio, que fez dele um personagem desinteressante (pelo menos pra mim), teve o sumiço dele também, e quando voltou, não fazia mais questão de ser rei e nem se comportava como tal. E deixaram um puta personagem agora, que é o Ivar. Ragnar estava velho, não lutava mais. Mas mesmo assim, achou uma forma de os vikings continuarem apavorando em novos territórios.

    1. é verdade. aos poucos ele foi saindo de cena…

      apesar de ele ter morrido rendido, ele encarou com coragem a tortura do aelle. morreu como viking.

      quanto ao seriado sem o Ragnar, não sei se é verdade, mas li por aí que os produtores criaram vikings pensando já nos acontecimentos que vieram após a morte de ragnar. no caso, a vingança dos filhos.

      vamos ter uma puta batalha pela frente.

      obrigado pelo comentário, xará!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: