Review | Roadies – 1ª Temporada

Em Roadies, seriado criado por Cameron Crowe, o tema escolhido é o amor à música. Trata-se de um assunto recorrente na filmografia de Crowe, especialmente em “Quase Famosos”. Portanto, é natural que o diretor escolhesse um caminho conhecido em seu primeiro trabalho para a televisão.

O seriado mostra os bastidores da indústria musical, especificamente a produção dos shows da turnê de uma banda. Crowe inova ao focar a história em personagens que realizam a montagem dos shows, em vez de tornar a banda ou os artistas em protagonistas. Os personagens de Roadies são quase como as band aids de “Quase Famosos”. No filme elas serviam como inspiração e motivação para a banda. Aqui, a maior motivação é também o amor pela música. Os personagens trabalham para a banda fictícia chamada The Saton-House Band. E a banda depende literalmente do trabalho deles para tocar uma vez que cabe a eles a montagem do palco,  iluminação, afinação  e transporte dos instrumentos e outras atividades.

Os contratempos começam quando Reg Whitehead (Rafe Spall), um consultor financeiro, chega para cortar custos e tornar a turnê mais lucrativa. Sem entender absolutamente nada do mundo musical, Reg não só angaria a antipatia geral da equipe, como  demite uma pessoa do grupo.

roadies-foto1

O primeiro episódio segue o estilo da filmografia de Crowe, com a trilha sonora como elemento de destaque e o tom bastante emocional da história. Kelly Ann (Imogen Poots) é uma das roadies e trabalha com a parte de iluminação dos shows. A moça está com um dilema: trabalhar para a banda ou entrar para a faculdade de cinema. Durante o episódio, Kelly produz um vídeo com cenas famosas de pessoas correndo, o que dá o gancho para o final: após desistir de cursar cinema, ela corre de volta até o local do show ao som de Pearl Jam. O que faz a personagem mudar de ideia é o fato de Christopher (Tanc Sade), o guitarrista e principal compositor da banda, incluir, por sugestão de Kelly Ann, canções que a banda não costumava mais tocar. Ou seja, tudo envolve a música e o amor a ela.

Ao final desse episódio, o espectador fica com a impressão de que o programa não tem muito mais a oferecer. Porém, trata-se de uma produção de apenas uma temporada, com 10 episódios e, apesar de ter altos e baixos, vale a pena conferir.

Um assunto que não poderia faltar em um seriado sobre música é inspiração musical de um compositor apaixonado. Uma das canções chama-se “Janine”, inspirada na paixão de Christopher pela garota do mesmo nome. Depois de anos sem fazer contato, Janine reaparece após um show da banda e conturba o ambiente. A temática da crítica musical também entra em cena quando é divulgado um artigo que detona a banda. O autor do texto é convidado a assistir a um show e assim, quem sabe, mudar de opinião. Musa inspiradora, críticas negativas: clichês clássicos da música, porém muito bem explorados.

roadies-foto2

Referências musicais não faltam, afinal Crowe é um aficionado por música. Isso faz com que os fãs de música, especialmente os de rock, se deliciem com as histórias. Apesar de a banda ser fictícia, vários músicos de verdade fazem participações especiais. É uma boa oportunidade para se conhecer novas bandas como Reignwolf, Lucius e Halsey, ou ver performances de artistas consagrados como Eddie Vedder e Lindsey Buckingham. Cada episódio tem uma “música do dia”.

A grande estrela do programa é a música e Crowe faz  tudo para que ela seja sempre a atração principal. Os personagens e seus dramas, por mais interessantes que sejam, ficam em segundo plano. A série tinha potencial para ser melhor, mas ainda vale a conferida principalmente para os fãs de música, e claro, para os fãs de Crowe.

* Texto revisado por Elaine Andrade



Criado por Cameron Crowe
Emissora: Showtime
Com: Luke Wilson, Carla Gugino, Imogen Poots, Rafe Spall, Keisha Castle-Hughes, Peter Cambor, Machine Gun Kelly e Ron White

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

2 thoughts on “Review | Roadies – 1ª Temporada

  1. Fiquei interessado apenas por ser Crowe, fosse qualquer outro diretor acho que não teria interesse em ver essa série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *