Crítica | Como Eu Era Antes de Você (Me Before You)

O trailer de “Como Eu Era Antes de Você” dá a impressão de que o filme é um melodrama com uma história triste e feita especialmente para fazer o público chorar. Felizmente ele aposta em um clima leve e divertido na maior parte do tempo. Classificado como drama e romance, talvez ele esteja mais próximo de uma comédia romântica. Entretanto, no pano de fundo da trama há um tema polêmico: eutanásia. Mas o longa, dirigido por Thea Sharrock, prefere ficar na superficialidade do assunto.

A história é adaptada do livro homônimo escrito por Jojo Moyes, que, no filme, também é roteirista e adapta o próprio trabalho (então não cabem críticas a problemas de adaptação – risos). Iremos conhecer Will Traynor (Sam Claflin), um jovem que sofre um acidente, fica tetraplégico e perde o gosto pela vida. Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will e, de alguma forma, fazer com que ele saia da depressão.

Louisa é um personagem muito interessante e bem desenvolvido pelo roteiro. Suas roupas coloridas, seu jeito alegre e simples de viver definem facilmente a sua vida. Nesse aspecto é preciso elogiar o trabalho da atriz Emilia Clarke. Ela mostra bastante versatilidade, já que é mais conhecida por seu trabalho no seriado Game of Thrones, como Daenerys Targaryen. Aqui, assume um papel bastante diferente do programa da HBO. Seu carisma e talento impressionam e é impossível não se apaixonar pela personagem.

como-eu-era-foto1

Some o talento de Clarke ao trabalho da figurinista Jill Taylor – que a veste com roupas coloridas e engraçadas – e pode-se ver a personalidade de Louisa sendo definida. O trabalho Andrew McAlpine e Sara Wan, respectivamente design de produção e decoração de set, mostra ainda mais detalhes da personagem, como as fotos dos sapatos colados na parede. A química entre Emilia Clarke e Sam Clafin é excelente e a atuação de ambos compensa a maior parte dos problemas e clichês do roteiro.

Infelizmente o desenvolvimento da personalidade de Will não é tão interessante quanto o de Louisa. A começar pela apresentação superficial, com roupas de tons mais sóbrio e a falta de uma explicação satisfatória para a sua decisão de desistir da vida. No início, ele é rabugento, mas é conquistado pelo carisma de Louisa.

O filme se perde um pouco quando surgem sinais de um romance entre ambos. Entretanto, a aproximação dos dois rende momentos divertidos. A história mantém o clima de leveza na maior parte do tempo. O grande problema é quando o romance se concretiza. O clima pesa e o tom da narrativa não acompanha a gravidade do tema, preferindo ficar na superficialidade, sem a coragem de abordar a questão da eutanásia de forma séria e profunda. A trama se resolve rápida e facilmente e caminha para um desfecho simples. O ponto positivo desse aspecto do filme é que não há a insistência em forçar um clima melodramático e artificial, ainda que a trilha sonora de Craig Armstrong muitas vezes siga por esse caminho.

como-eu-era-foto2

Faltou um pouco de coragem da diretora Thea Sharrock em seu filme de estreia. Ela poderia ter se aprofundado melhor no personagem de Will e suas motivações, e explorar mais seriamente a questão da eutanásia. Felizmente a dupla de protagonistas faz um trabalho fantástico, com destaque óbvio para Emilia Clarke. Seu personagem faz com que a história seja divertida e consegue amenizar os problemas de superficialidade da trama.

* Texto revisado por Elaine Andrade


kevin-bacon-3

Uma frase: – Louisa Clark: “Ele me odeia, toda vez que eu falo ele me olha como se eu fosse burra”.

Uma cena: A entrevista de emprego de Louisa Clark na casa da família Traynor.

Uma curiosidade: Emilia Clarke (Louisa Clark) e Charles Dance (Steven Traynor) fazem parte do elenco de Game of Thrones, mas não tiveram nenhuma cena juntos no programa.

.


como-eu-era-cartazComo Eu Era Antes de Você (Me Before You)

Direção: Thea Sharrock
Roteiro: Jojo Moyes
Elenco: Emilia Clarke, Sam Claflin, Janet McTeer, Charles Dance, Brendan Coyle, Jenna Coleman, Matthew Lewis, Ben Lloyd-Hughes, Vanessa Kirby, Steve Peacocke, Samantha Spiro e Joanna Lumley
Gênero: Drama, Romance
Ano: 2016
Duração: 110 minutos

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

2 thoughts on “Crítica | Como Eu Era Antes de Você (Me Before You)

  1. Não li o livro de Jojo Moyes e, após assistir a “Como Eu Era Antes de Você”, acho que ela segue a linha Nicholas Sparks. Gostei da história, pensava que o filme ia seguir para um lado mais comédia romântica e fui surpreendida. Não esperava aquela discussão final sobre a decisão de Will, mesmo que essa discussão não seja muito aprofundada, assim.

    1. Eu achei que não houve muita discussão, quando chegou nessa parte o filme fica só no superficial e prefere finalizar a história logo e pronto. Aparentemente no livro tem um aprofundamento maior, mas como a própria autora adaptou o livro para o cinema ela deixou apenas o básico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *