Crítica | Sentença de Morte (Death Sentence)

Em 1974 o filme Desejo de Matar, estrelado por Charles Bronson, chega aos cinemas americanos mostrando ao público altas doses de violência. Apesar das inúmeras sequências ele sempre foi categorizado como um filme B e cada vez mais se distanciava do livro em que foi baseado: Death Wish. Com vontade de fazer sua própria versão dessa proposta de vingança, o diretor James Wan, criou um filme com enredo simples, com uma aura de filme B mas com uma mão firme suficiente para não transformar seu protagonista em herói.

Com o novo formato para adaptar o best seller para o cinema, Ian Jeffers reescreve a história de uma família comum composta por pai, mãe, um filho adolescente e outro prestes a entrar na faculdade. Após Nick Hume (Kevin Bacon) parar com seu filho em um posto de gasolina na estrada, um grupo invade no local e comete um assalto a mão armada que culmina na morte do garoto. Este ato violento abala profundamente a família e também a comunidade local pois o jovem era muito querido por todos e uma grande promessa do hóquei.

O trauma da família Hume está longe de terminar pois o crime não foi filmado e a única testemunha é o pai. Com isso, é quase impossível uma condenação daquele homem que matou apenas como um ritual de iniciação de gangue. Ao decidir não reconhecer o assassino no tribunal, Nick Hume começa a planejar um plano de vingança que vai mudar completamente sua vida e a de sua família, afinal, matadores como Charles Bronson só existem mesmo em Desejo de Matar.

death-sentence

A partir daí Sentença de Morte se distancia de todos os outros filmes do gênero. Ao mostrar os desdobramentos que acontecem quando Nick vai em busca de vingança, ele deixa claro que não é simples um cidadão comum entrar no mundo do crime ou até mesmo matar uma pessoa. Nada é tão fácil como parece! A violência mostrada é bastante gráfica e você começa a duvidar da sanidade de Nick em vários momentos torcendo para que ele não leve o plano a frente embora o desejo de vingança também aflore gradativamente. Apesar de não ser muito conhecido e fracassado nas bilheterias, esse é um ótimo exemplar de drama policial que você não pode deixar fora de sua lista!


Uma frase: “Agora estou indo encontrar o que restou da sua família e você acabou de comprar-lhes uma sentença de morte!

Uma cena: A cena onde o personagem de Kevin Bacon faz uma clara homenagem a Robert De Niro em Taxi Driver, raspando a cabeça. 

Uma curiosidade: Em uma das cenas envolvendo John Goodman é possível ver o desenho do boneco de Jigsaw grafitado na parede ao fundo, um easter egg de outro filme do diretor James Wan .

 

.


Sentença de Morte (Death Sentence)Sentença de morte

Direção: James Wan
Roteiro: Ian Mackenzie Jeffers (roteiro), Brian Garfield
Elenco: Kevin Bacon , John Goodman , Kelly Preston.
Gênero: Ação, Crime, Drama
Ano: 2007
Duração: 105 min.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *