Review | The Flash 2×12: Fast Lane

Review | The Flash 2×12: Fast Lane

A relação entre Harrison Wells e Barry Allen se torna mais intricada à medida que segredos se revelam e as portas para a primeira incursão à Terra-2 se abrem.

Apesar do título do episódio 12 da segunda temporada de The Flash fazer referência à sub-trama envolvendo o mais novo membro da família West e, indiretamente, ao monstro da semana, é a relação entre Harrison Wells e Barry Allen, na verdade, o principal tema desenvolvido.

O monstro da semana é Tar Pit, e mais uma vez os produtores recorrem à um vilão clássico do Flash e à origem pela explosão do acelerador de partículas, como a maioria dos meta-humanos da primeira temporada. Joseph Monteleone buscava vingança contra seus antigos comparsas que tentaram matá-lo atirando-o em um poço de piche, exatamente no momento da explosão do acelerador dos laboratórios S.T.A.R. Como esses comparsas tem relação com o mundo das corridas ilegais, a trama acaba envolvendo também Wally West.

The-Flash-2x12-001

Esse é um artifício interessante já que, com uma cajadada só, a partir do desenrolar de certos eventos do episódio, o roteiro consegue tanto evoluir emocionalmente o relacionamento entre Wally, Íris e Joe, quanto confere a Barry toda uma nova perspectiva acerca do problema de Harrison Wells e sua filha Jesse. A partir desse ponto esse review recorrerá a pequenos spoilers, portanto, leia por sua conta e risco.

The-Flash-2x12-003

O que ocorre é que, dando continuidade aos eventos dos últimos episódios, Wells consegue enfim – e em segredo – desenvolver uma forma de roubar a velocidade do Flash para entregá-la a Zoom. E isso ocorre paralelamente enquanto Barry e aproxima mais de Wells e juntos eles enfim conseguem sucesso em criar um mecanismo para selar as 52 brechas que ligam as duas terras paralelas, e assim, possivelmente, uma forma de vencer Zoom. Mas não antes de Wells ter dado uma boa dose da energia do Flash a Zoom – a propósito, numa cena que deixa bem claro como os produtores enxergam Zoom, uma espécie de junkie viciado em speed force – o que acaba comprometendo o poder do velocista escarlate ao ponto de colocar inocentes e pessoas queridas em risco.

Diferente do que poderia se esperar, apesar de todos os episódios recentes nos conduzirem a uma direção oposta, a consciência de Wells bem como sua crescente afinidade com Barry levam a melhor sobre a necessidade desesperada de salvar sua filha. Wells, enfim, assume – num gesto que para ele implica em sacrificar a sua própria filha – que estava roubando a speed force de Barry e é aprisionado pelo Team Flash. Mas o velocista escarlate logo vê as coisas pela perspectiva de Harrison Wells e reconhece o tamanho do dilema no qual ele está inserido.

The-Flash-2x12-002

Como o herói que é, e sendo – para variar, ainda bem – inteligente o suficiente para perceber que, apenas graças à ajuda de Wells lhe fora possível desenvolver a chave para enfrentar Zoom cruzando para a Terra-2, o Flash reconhece que Wells apenas fez o que qualquer um deles faria se um de seus entes queridos estivesse em risco.

Assim, decide que não vai simplesmente bani-lo de volta à Terra-2, mas sim irá com ele até lá para tentar salvar a verdadeira vítima da história: Jesse Wells. Importante, pois, sustentar a premissa da chantagem a Wells e do aprisionamento de Jesse durante toda a temporada seria por demais desgastante e eventualmente comprometeria a coerência (senão a inteligência, como normalmente se dá na série) dos personagens. Tudo tende, assim, a um enfrentamento direto com Zoom que deve mudar significativamente – assim esperamos – a relação entre todos os personagens envolvidos.

O episódio, enfim, funciona mais como uns espécie de prelúdio para os próximos tão esperados dois episódios subsequentes que mostrarão a tão esperada incursão do Flash e do Team Flash à Terra-2 e o encontro destes com seus sósias. Vamos esperar que Welcome to Earth-2 e Escape from Earth-2 sejam tão bons quanto as notícias e expectativas apontam.


Posters-TheFlashkevin-bacon-3Série: The Flash
Temporada:
Episódio: 12
Título: Fast Lane
Roteiro: Brooke Eikmeier (história) e Kai Yu Wu e Joe Peracchio (teleplay).
Direção: Rachel Talalay
Elenco: Grant Gustin, Jesse L. Martin, Carlos Valdes, Danielle Panabaker, Tom Cavanagh, Teddy Sears, Keiynan Lonsdale e Marco Grazzini.
Graus de KB: 2: Marco Grazzini atuou em Offline (V) (2012) com Ron Lea, que esteve em Inocente ou Culpado (1988) com Kevin Bacon
.


Mário Bastos

Mário Bastos

Quadrinista e escritor frustrado (como vocês bem sabem esses são os "melhores" críticos). Amante de histórias de ficção histórica, ficção científica e fantasia, gostaria de escrever como Neil Gaiman, Grant Morrison, Bernard Cornwell ou Alan Moore, mas tudo que consegue fazer mesmo é mestrar RPG para seus amigos nerds há mais de vinte anos. Nas horas vagas é filósofo e professor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: