Review | Supergirl – 1×07: Human for a Day

Em Human for a Day, a Supergirl precisa combatar o crime e as forças do mal sem ter os seus poderes, graças ao encontro com o vilão do episódio anterior. É claro que justamente nesse momento de vulnerabilidade que os problemas acontecem. O caos se instala pela cidade das mais variadas formas, e Kara quer fazer algo, mas não pode. Há aquele exagero básico do roteiro em colocar Kara diante das situações mais complicadas, como um homem tendo uma hemorragia interna e um assalto à mão armada. Tudo acontecendo exatamente na sua frente!

O episódio quis mostrar que a Supergirl não precisa ter seus poderes para ser uma heroína. Só que na cena do crime ela só consegue convencer o ladrão abaixar a arma por ser a Supergirl. O meliante estava é com medo, nada mais do que isso. E que ceninha mais piegas, hein? Absurdamente intragável aquele diálogo.

A dinâmica entre James, Kara e Winn já deu o que tinha que dar, as cenas de ação não estão grande coisa e o segredo sobre Henshaw revelou-se pífio.

Supergirl vai caminhando (ou voando) sem um rumo definido, tentando se sustentar no carisma de sua atriz principal e em uma ou outra eficiente cena de humor, geralmente envolvendo Cat. É muito pouco para nos motivar a acompanhar um seriado hoje em dia, dada as inúmeras opções melhores que temos por aí.

Parece que está chegando a hora de desistir…

                                                                                           

 

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *