Resenha de Livro | Meridiano de Sangue

Meridiano de Sangue é considerado por muitos como o melhor livro de Cormac McCarthy, autor dos ótimos A Estrada e Onde os Velhos Não Tem Vez. Confesso que demorei algumas páginas para realmente entrar na história, mesmo já conhecendo o estilo peculiar do escritor. Caso isso aconteça com você não desista e será recompensado, eis minha recomendação. Aos poucos me senti fazendo parte daquele oeste quente, brutal, mortal e fascinante. Em A Estrada, Cormac nos mostrou o fim do mundo e aqui ele nos apresenta a um país que ainda estava engatinhando. Qual o mais violento? Difícil dizer. A desesperança é igual nos dois casos.

Acompanhamos o Kid durante a maior parte do tempo e o que ele faz é escalpelar índios para ganhar uma grana. Sobra sangue e violência. Falta misericórdia. Cormac não tem medo de descrever assassinatos de cachorros e crianças, nos fazendo sofrer no fundo da alma. Ele quer nos mostrar que aquele ambiente é insanamente perigoso e para sobreviver não é permitido hesitar nunca. Sobra espaço também para algumas reflexões relacionadas à guerra e ao ser humano como espécie. É um livro difícil, pesado e que te faz chegar no fim dizendo algo como PUTA QUE PARIU.

Não há dúvidas de que Meridiano de Sangue é uma obra-prima da literatura mundial. Temos que ter uma boa dose de coragem para avançar em suas perturbadoras páginas. Correm boatos de que uma versão para o cinema pode ser confirmada em um futuro próximo. Quem poderia dirigir uma adaptação dessas com toda a intensidade que ela necessita? Penso em nomes como Alejandro González Iñarritu, os irmãos Coen, Clint Eastwood ou até mesmo Tommy Lee Jones (responsável pelo ótimo Três Enterros). Enquanto nada se confirma, aproveitemos essa literatura de qualidade.

meridiano-de-sangue-livro

*** Classificação ***


Título original: Blood Meridian or the Evening Redness in the West
Autor: Cormac McCarthy
Ano: 1985
Páginas: 352
Editora: Alfaguara

Compre o livro
AQUI


Próxima resenha: No Coração do Mar (Nathaniel Philbrick)

Fã de sci-fi que gosta de expor suas opiniões por aí! Oinc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *