Zé do Caixão tem sua história contada na televisão

Finalmente Zé do Caixão tem sua história contada na televisão. A ideia de fazer uma mini série para mostrar a biografia do melhor (em minha humilde opinião) cineasta brasileiro: José Mojica Marins, é muito boa. O formato da série é bem interessante. Ao invés de fazer uma biografia mais tradicional, resolveram dividir em 6 episódios onde em cada um será mostrado a realização de algum de seus filmes. Eles são: A Sina do Aventureiro (1958), À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1964), Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (1967), Ritual dos Sádicos (1969), Perversão (1979) e 24 Horas de Sexo Explícito (1985).

Primeiras impressões

No 1º episódio, que foi ao ar na última sexta-feira 13 (data bem apropriada), ainda não temos a figura de Zé do Caixão, vemos apenas Mojica. O filme em questão é “A Sina do Aventureiro”, que segundo ele seria a primeira fita de faroeste feita no Brasil.

Iremos conhecer um pouco das pessoas que estavam ao seu redor, seus principais parceiros. E já vemos o esquema de “financiamento” de suas “fitas” com atores pagando cotas para participar. A mais cara da direito ao papel principal. Iremos ver também seu estilo “tosco” e cheio de improvisos. A ideia para resolver o problema da falta de cavalos para filmar uma cena de perseguição é ótima: pintar umas manchas nos animais para que eles possam aparecer mais de uma vez sem ficarem totalmente iguais (risos).

Os próximos episódios prometem ser melhores por entrar no universo mais conhecido do público que são os filmes de terror estrelados pelo personagem Zé do Caixão.

ze-do-caixao-foto

Matheus Nachtergaele brilhante

Sempre pensei em qual ator seria o ideal para interpretar Mojica. Quando fiquei sabendo desse seriado e vi que Matheus Nachtergaele seria o protagonista achei meio estranho. Após ver algumas fotos já achei incrível como ele tinha ficado parecido. E agora após assistir o 1º episódio já posso afirmar que ele está brilhante! Sua interpretação é sensacional e sem dúvidas é o grande atrativo e destaque do programa. Ele conseguiu achar um tom que não soe totalmente como uma imitação ou que ficasse muito caricato. O jeito de falar ficou muito parecido e obviamente que os erros de português foram mantidos (você, você, todos você).

Relançamento da biografia

Aqui temos uma versão ficcional, mas que tenta ser o mais próximo possível dos fatos reais. Afinal de contas o negócio não é um documentário e tinha que seguir uma narrativa linear. Quem quiser saber mais detalhes eu totalmente recomendo a leitura da biografia “Maldito – A Vida e o Cinema de José Mojica Marins”. O roteiro foi escrito por André Barcinski (que escreveu a biografia junto com Ivan Finotti) junto com o diretor Vitor Mafra e o roteirista Ricardo Grynszpan.

Inclusive a biografia vai ser relançada com mais páginas, totalizando 666 páginas (ótima escolha de número de páginas), totalmente atualizada já que ela foi lançada em 1998 e nesse tempo muita coisa aconteceu na vida de Mojica. Inclusive o lançamento de um novo filme: “Encarnação do Demônio” de 2008. A edição parece ser bem caprichada feita pela editora Darkside, a mesma que lançou o livro sobre os bastidores do filme De Volta para o Futuro.

ze-do-caixao-livro
Clique na imagem e compre o livro 🙂

Exposição no MIS em São Paulo

Outra homenagem a Zé do Caixão é a exposição À Meia-Noite Levarei sua Alma no Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo que começou no dia 31 de Outubro de 2015 e fica em cartaz até 10 de Janeiro de 2016. Aqui o foco é mesmo no personagem Zé do Caixão, com exposição de itens relacionados aos filmes estrelados por ele.

Quem mora ou vai estar em São Paulo nesse período não pode perder. Inclusive o museu fez uma parceria com o Spotify e durante a visitação é possível ouvir áudios com curiosidades sobre Zé do Caixão e sua filmografia, e também ouvir uma playlist com músicas de artistas como Iron Maiden, Slayer, Ozzy Osbourne, entre outros.

ze-do-caixao-exposicao


ze-do-caixao-cartazZé do Caixão
Com: Matheus Nachtergaele, Vanessa Prieto, Maria Helena Chira, Antonio Saboia e Felipe Solari
Roteiro: André Barcinski, Vitor Mafra e Ricardo Grynszpan
Diretor: Vitor Mafra
Em exibição no canal Space Brasil toda Sexta às 22:00

Analista de sistemas nascido em Salvador (BA) em 1980, mas atualmente morando em Brasília (DF). Cinema é sem dúvidas o meu hobby favorito. Assisto a filmes desde pequeno influenciado principalmente por meus pais e meu avô materno. Em seguida vem a música, principalmente rock e pop.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *