Review | The Leftovers: A Most Powerful Adversary

Estamos ficando mal acostumados. A cada semana que passa, Leftovers se supera. É impressionante como essa segunda temporada está boa. A trama está ambiciosa como sempre, mas está tudo visivelmente mais bem amarrado. Temos novos mistérios e um bom número de respostas. Personagens antigos estão cada vez mais interessantes e os novos foram rapidamente desenvolvidos para que criemos empatia com eles. Foram sete episódios basicamente irretocáveis e agora nossa expectativa para o final da temporada é gigantesca.

A Most Powerful Adversary é centrado em Kevin e no seu grande problema atual. Ver Patti é um sinal de uma doença mental ou de que algo sobrenatural está acontecendo? Nora tomou uma atitude um tanto estranha, ao meu ver. Ao saber dessa situação de Kevin ela decide simplesmente sumir, abandoná-lo. Sinceramente, não esperava isso dela. Será que tem algum mistério por trás disso?

Houve espaço até para um pouco de humor. Quando Patti começou a falar que Kevin deveria ir para Cairo, Egito, senti uma leve palpitação, como se um grande mistério estivesse para ser respondido. No fim, Patti mandou uma piadinha bem sinistra.

Não bastou ser deixado para trás por Nora, brigado com Jill e ter suas impressões digitais recolhidas por John Murphy (em uma cena recheada de tensão). Não. Kevin precisa morrer para fazer com que Patti suma. Aliás, foi isso que ele tentou fazer aquela vez em que acordou no lago preso em um tijolo de concreto. A ideia de Virgil é dar veneno para Kevin, fazer o coração dele parar por um momento e na sequência rapidamente usar uma boa dose de adrenalina para trazê-lo de volta.

Arriscado, insano e bizarro, mas Kevin acredita que isso é a única coisa que pode salvá-lo. Ledo engano. Virgil não o reanima e ainda por cima comete suicídio. É isso. Aparentemente o personagem principal de The Leftovers está morto. Já surgem certas teorias na internet, como a possibilidade de John Murphy ter reconhecido a digital de Kevin e pressionado Virgil. Veremos o desenrolar disso. De qualquer forma, que final brutal, hein? Isso é The Leftovers!

***Classificação***

9 thoughts on “Review | The Leftovers: A Most Powerful Adversary”

  1. Essa teoria da pressão de John Murphy não faz o menor sentido. Primeiro porque eles se odeiam. Segundo porque ele quer encontrar a filha, e matar o principal suspeito não ajudaria muito nisso. Claro que há algo ali que ainda não sabemos, mas isso com certeza está mais relacionado à fé e ao aparente sobrenatural. Michael sabe as respostas por trás dos motivos de seu avô. Pelo menos parte delas.

    Quanto a Nora, achei a atitude dela super humana e nada inusitada. Ela é frágil para caramba. Passou por muito coisa e evidentemente experimenta um tipo de estresse pós-traumático. A relação dela com Kevin também não é das maus saudáveis e é, para bom entendedor, bastante frágil. Eles estão juntos por desespero, e não por amor.

    Ah sim, achei ótima a piada de Patti. Farejei ela a quilômetros. Para mim foi uma mensagem clara para aqueles que ativa esperam que Leftovers é uma série sobre mistérios sobrenaturais. Não é. Cai nessa armadilha na primeira temporada e me frustrei. Foi você quem me chamou atenção para isso e me fez dar uma segunda chance a série, pelo quê sou muito grato.

    Aliás, seria bem legal se você se aprofundasse mais nesses aspectos em sua análise. Acho que ficaria mais rico.

    Abraços.

    1. Eu fico até com vergonha de falar alguma coisa depois desse comentário de MB.

      Vou apenas assinar embaixo e complementar: Que série fantástica. Essa segunda temporada está demais.

      Essa ‘brincadeira’ com a disputa entre sobrenatural x real está demais.

    2. é verdade Mário… acho que essa teoria não vai pra frente. Cogitei ela pq poderia servir como um pedido de desculpas do Virgil.

      Quanto a Nora, mesmo sendo uma das minhas personagens preferidas, não tem como defendê-la. Ela é frágil, ok, mas abandonar o Kevin por contar a verdade? Enfim… ainda acho que tem alguma coisa aí.

      Quanto aos textos, prefiro deixar eles mais curtos… mas se alguém quiser discutir algo depois de ler é mais do que bem vindo.

      [ ]’s

  2. A série é muito foda! Da abertura ao final de cada episódio gosto mais e vejo a a evolução dela, mas o personagem Kevin morrer assim é muito louco! Ainda faltam 3 episódios pra o fim da série, se fosse morrer que fosse no último!! Sem dúvida uma das melhores do ano.

    1. Pois é, parceiro. Eu desconfio que ele não morreu… mas podemos esperar praticamente tudo de Leftovers, não é? E olha, se formos pensar bem… Leftovers é no mínimo Top 5 em 2015, eu diria.

      Valeu pelo comentário e apareça nos próximos três! Abraços.

  3. Essa temporada está fantástica!! Em relação ao Kevin, acho que o Michael vai enterrar o Kevin e o avô pra trazê-los de volta. O avô deve ter dito a ele:”Vou fazer isso quer você queira ou não… cabe a você decidir se vai pagar pra ver, se vai nos ajudar a voltar!”… Desta forma ele não teve escolha.
    Acredito que eles vão voltar mas não sei as implicações disso, provavelmente não saberemos o que aconteceu – do outro lado – mas tem o lance do filho do Kevin que também está desaparecido. É capaz de voltar … e se duvidar a Liv Tyler ficou grávida dele. Aquele ato sexual totalmente non sense só pode ter sido por um motivio: Procriação!

    1. Aguardo cheia de expectativas a mulher do Matt falar algumas palavras para a Nora ou para o Kevin. Miracle vai estremecer…

      … ah, aquela quase conversa da Patti, Kevin e o avô do Michael me deixou com umas pontas quase amarradas. Ele deve ter tentado abusar de um dos netos, John pegou e lascou uns tiros nele. Foi preso e o outro quase morreu… foi pro outro lado e voltou. Por isso todos odeiam ele, menos o neto que é um ser dotado de muita bondade 🙂
      Patti chamou ele de pedófilo, lembram?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *