Review | Homeland 5×04: Why Is This Night Different?


O quarto episódio dessa temporada serve como um fechamento de um arco inicial, promovendo o reencontro de Carrie e Quinn, revelando as garras de alguns inimigos traiçoeiros e possivelmente estabelecendo as bases de como a temporada irá se desenrolar.

A quinta temporada de Homeland, em minha opinião, tem se destacado das demais por lidar com temas extremamente atuais relacionados à segurança internacional e espionagem. Os limites da informação livre e dos limites – éticos e legais – impostos aos estados para invadir a privacidade de seus cidadãos em prol da segurança tem sido tangencialmente explorados e compõem pelo menos parte importante da premissa inicial; na mesma medida os acontecimentos na Síria ocupam uma parte importante do panorama da trama, e parecem conduzir as ações da CIA e de Saul Berenson e Dar Adal.

O drama pessoal mais evidente é o de Carrie, claro, nossa protagonista. Ainda assim ele é explorado apenas na medida que se relaciona com essas duas outras tramas. O tom de dramalhão que se instaurou na segunda metade da segunda temporada e na terceira foi enterrado de vez. Mesmo a história de Carrie só é relevante quando inserida ou em um panorama maior internacional, ou em tramas que envolvem a Agência e suas ações, internamente.

Homeland-5x04-002

Em certa medida é uma síntese dessa nova dinâmica que observamos no quarto episódio da quinta temporada. Em “Why Is This Night Different?” parece que o arco inicial da quinta temporada finalmente se conclui, esclarecendo alguns pontos e deixando novos mistérios e surpresas para o arco que se sucederá. Devo assumir que sou péssimo em previsões, e dificilmente minhas teorias se concretizam, assim nada daquilo que eu dava como possível nas últimas semanas parece ser verdade. Por um lado isso é bom. Como já afirmei aqui em outros momentos Homeland não é dado a conspirações das mais intrincadas. A maioria dos atos humanos, como sabemos, é de motivação básica e torpe. Nada é muito complexo como parece ser, enfim, a princípio.

Assim, esse episódio serve para nos lembrar exatamente isso: que o caráter humano é o principal gerador de problemas, apesar das circunstâncias contribuírem bastante para aumentar a proporção das coisas e complicar ainda mais as situações. Serve também para lembrar que os verdadeiros inimigos continuam na espreita, como nos remete o título do episódio, que reproduz o trecho inicial da canção cantada pelos judeus no Sêder de Pessach. Por quê essa noite é diferente, a canção questiona? Ora, por quê não nos esquecemos do passado e o honramos, para que sempre estejamos preparados para o futuro. Curiosamente o título também funciona como uma referência ao quarto livro da nova série do autor Lemony Snicket. A série de livros é intitulada “All the Wrong Questions”, que também diz muito sobre as ações dos protagonistas (e dos espectadores) na série até então.

Homeland-5x04-006

As perguntas erradas, e suas consequências

Nesse encerramento de arco, percebemos que o maior problema, enfim, é oriundo das perguntas erradas que vem sendo feitas até então. Se no último episódio isso já começava a ficar bastante claro, agora vemos quão desastrosas podem ser as consequências disso. Assim, vemos Carrie e Quinn se reunirem numa já tão esperada aliança. Nada de muito surpreendente até então, pois ninguém esperava que Quinn fosse mesmo matar Carrie, não é mesmo? Também fica evidente que Carrie não faz parte de qualquer plano secreto a longo termo com Saul. O que, convenhamos, é mais verossímil e dentro da proposta da série. E enquanto Quinn se ocupa de tentar garantir a sobrevida de Carrie, ela se ocupa de fazer as perguntas mais óbvias que trazem respostas ainda mais evidentes quando formuladas por ela.

Se inicialmente a aparente estupidez do plano de Saul nos induz a crer na possibilidade de conluio entre os três em uma trama maior, quando a própria Carrie deixa claro que não há possibilidade desse plano existir, logo passamos para a pergunta mais óbvia: quem se beneficiaria mais da morte de Carrie e seria capaz de preparar uma armadilha para ela usando o matador de Saul para em seguida dar cabo dele? A resposta é deliciosamente satisfatória na medida em que percebemos que certos atributos de Carrie não são exclusivos dela e que ela pode ter uma adversária perigosamente à altura. Carrie tem uma nêmeses, e ela tem garras tão afiadas quanto.

Homeland-5x04-005

Tudo isso se revela em uma ótima sequência de tensão envolvendo Quinn, Carrie e a agência de correios em Berlim onde se localiza a caixa postal onde as instruções para assassinatos são deixadas por Saul. Propositadamente a sequência é mostrada quase que concomitantemente à operação de Saul na Suíça para tentar implantar um novo regime pro EUA na Síria, que acaba dando tragicamente errado. A intenção é implicar que a mesma mente diabólica está por trás de ambas as situações, mas isso também pode ser apenas uma insinuação. Clara mesma é a autoria por trás da trama de assassinato contra Carrie, mas afirmar que essas intenções estão relacionadas também com o nefasto desenlace da operação envolvendo o general Sírio já seria especular demais.

Homeland-5x04-003

…e para onde seguimos daqui?

Importante observar outro enredo que já vinha se desenvolvendo desde o episódio anterior, e que começa a ganhar contornos mais densos, à medida que os russos se envolvem mais na história do vazamento de inteligência e os hackers ativistas começam a ver suas vidas ameaçadas e arrastadas para o amplo redemoinho dos eventos que eles mesmos desencadearam. Espero sinceramente que a presença dos russos não se resuma ao enredo envolvendo os ativistas contra a vigilância do estado. Será muito interessante explorar o que eles farão com essa informação.

Homeland-5x04-004

Pelo menos é isso que se espera de uma série como Homeland, principalmente de uma temporada que se propõe a explorar os eventos do palco dos conflitos mundiais e da intricada e delicada geopolítica internacional contemporânea. Nosso amigo Putin, afinal, atualmente manobra na Síria arrasada pela guerra civil e busca expandir sua influência no oriente médio. O que os russos farão com as informações adquiridas, e como eles se posicionarão no próximo arco de histórias que virá a se desenvolver a partir daqui pode contribuir para fazer da quinta temporada de Homeland mais instigante ainda.

E, sem dúvida alguma, o papel que genial mente analítica de Carrie Mathison desempenhará na resolução dessa trama será instrumental para o destino dela. Afinal, é a história de Carrie que está sendo contada, e mais do que nunca fica evidente que ela precisa reconquistar a confiança de seu mentor Saul Berenson. E que forma melhor de fazer isso do que salvando a pele de todos, e consequentemente a sua própria pele, enquanto aproveita para expor os verdadeiros inimigos que operam nas sombras.



hOMELANDPostersSérie: Homeland
Temporada:
Episódio: 04
Título: Why Is This Night Different?
Roteiro: Ron Nyswaner
Direção: John David Coles
Elenco: Claire Danes, Rupert Friend, Mandy Patinkin, Miranda Otto, Sarah Sokolovic e Igal Naor.
Exibição original: 25 de Outubro de 2015 – Showtime
Graus de KB: 2² (Miranda Otto esteve em Guerra dos Mundos (2005) com Peter Gerety que esteve em Sleepers – A Vingança Adormecida (1996) com Kevin Bacon e Igal Naor trabalhou em Damascus Cover (2015) junto com John Hurt que esteve em Jayne Mansfield’s Car (2012) junto com Kevin Bacon).

 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *