Review | Flash 2×03: Family of Rogues


O Capitão Frio está de volta, e Michael Ironside é convocado, para provar que Leonard Snart até não é tão mal assim.

O terceiro episódio da segunda temporada é muito mais um filler de “monstro da semana”, onde a trama principal se desenvolve timidamente no pano de fundo, e uma outra trama paralela começa a se desenrolar um pouco mais; ainda assim funciona melhor do que média de episódios desse estilo, graças a boas atuações e à sensibilidade dos produtores de aproveitarem a oportunidade para aprofundar mais a relação entre o Flash e um dos mais importantes personagens de seu elenco de apoio.

Nas histórias em quadrinhos uma das coisas que sempre notabilizou Barry Allen foi sua galeria de vilões. Algo que nos quadrinhos só se compara aos vilões do Homem-Aranha. Eles são tão importantes para o personagem que até fazem parte da exposição do museu do Flash na Central City do futuro.

Flash.2x03-002

Código de Honra dos Criminosos

A adaptação para a TV foi muito bem sucedida na ótima caracterização de Wentworth Miller de Leonard Snart, o Capitão Frio, um dos mais carismáticos vilões da galeria do velocista escarlate. Miller conseguira o tom certo do personagem: cínico, inteligente, astuto, meticuloso, frio (claro), porém honrado. Snart sempre foi um criminoso à moda antiga. Não um rufião violento e descerebrado. E um bom criminoso à moda antiga sabe que sua atividade é um negócio. E nada atrapalha mais os negócios de um criminoso do que matar policiais.

Assim, nos quadrinhos, o Capitão Frio e a Galeria de Vilões que ele, com sua extraordinária personalidade, lidera, seguiam um código de jamais matar tiras. E assim conviviam bem na cidade do Flash, entrando e saindo da prisão, mas sem jamais colocar suas vidas em risco. Um acordo de cavalheiros, pode se dizer, e que sempre funcionou. Na série de televisão a princípio Snart era mais cruel e sem qualquer escrúpulo de matar. Mas logo isso se ajustou e o Capitão Frio de Wentmorth Miller e o Flash de Grant Gustin logo passara a ter uma relação bastante similar à de suas contrapartes nos quadrinhos.

Flash.2x03-008

Um coração (não tão) gelado

Ainda assim algo ficava um pouco forçado, estranho nessa relação. Ora, uma coisa é você aceitar esse tipo de composição entre um herói daqueles estilo bom moço como o Flash e um criminoso como Snart nos quadrinhos, onde a linguagem mais lúdica, permite que acomodemos uma margem uma tanto quanto maior de suspensão da descrença, principalmente quando o objeto em questão dessa suspensão são de caráter ético. Na TV, contudo, acabávamos mais aceitando a relação entre Barry e o Capitão Frio muito mais por reconhecer ali a referência aos quadrinhos. Era evidente que o Flash não poderia seguir permitindo que o Capitão Frio e seus comparsas seguissem desrespeitando a lei, apenas pelo fato deste prometer não ferir pessoas.

Aparentemente os produtores se deram conta disso, e decidiram tomar atitudes que poderiam resolver de alguma forma esse problema. Afinal, seria um imenso desperdício abrir mão não de um inimigo, mas de um rival um antagonista como Leonard Snart, e que havia sido tão bem encarnado por Wentworth Miller. E a solução encontrada começa a ser desenhada nesse episódio, que deve repercutir no já anunciado envolvimento do Capitão Frio como um dos protagonistas da nova série da CW que adapta o Universo da DC para as telinhas: Legends of Tomorrow.

Flash.2x03-005

Inimigos… pero, no mucho…

Nesse episódio, enfim, Flash decide trabalhar junto com seu mais astuto e perigoso rival para ajudá-lo. Para isso Barry vai ter que se infiltrar no “grupo” de criminosos formado por Lewis Snart (Michael Ironside, estilo Marlon Brando em fim de carreira), o pai do Capitão Frio. A proximidade do trabalho, claro, acaba levando os dois rivais a construirem uma dinâmica de mais compreensão e respeito dos motivos e motivações de ambos. Não fosse isso a história de cooperação entre Barry e Snart seria comparada a qualquer outra história de monstros da semana. Porém nesse episódio uma pequena barreira é ultrapassada e o Flash professa, marcando para sempre Snart, que há algo de bom nele. Serve para preparar a audiência para o próximo grande passo do Capitão Frio, juntando-se ao Dr. Ray Palmer, a Canário Branco, o Nuclear e Rip Hunter contra o facínora imortal Vandal Savage.

Flash.2x03-004

Trata-se, enfim, de um daqueles episódios no qual a trama principal da temporada não se desenvolve muito, a não ser num tênue pano de fundo. Jay Garrick (Teddy Sears) e Caitlin (Danielle Panabaker) trabalham juntos colocando suas mentes científicas para tentar estabilizar o “corredor de velocidade” que permitirá a Jay cruzar, como Zoom aparentemente faz, a barreira que separa seus mundo para enfim retornar para casa. Paralelamente, aparentemente segundo o Manual de Roteiros da DC escrito por Dan Didio, um outro drama envolvendo a família West segue se desenvolvendo, preparando o terreno para a possível chegada de mais um velocista (ou futuro velocista) à Central City. Não, e não estamos nos referindo a Zoom. Zoom, ao que tudo indica, deve chegar um pouco antes.



Posters-TheFlashSérie: The Flash
Temporada:
Episódio: 03
Título: Family of Rogues
Roteiro: Julian Meiojas e Katherine Walczak
Direção: John F. Showalter
Elenco: Grant Gustin, Candice Patton, Jesse L. Martin, Carlos Valdes, Danielle Panabaker, Victor Garber, Teddy Sears, Shantel VanSanten, Peyton List, Wentworth Miller e Michael Ironside.
Exibição original: 20 de Outubro de 2015 CW
Graus de KB: 1 (Michael Ironside trabalhou em X-Men: Primeira Classe com Kevin Bacon).

 


9 thoughts on “Review | Flash 2×03: Family of Rogues”

  1. Minhas humildes considerações sobre o episódio:
    Eu gostei do episódio por sair da linha “monstro da semana” e fica claro que é uma prévia de LoT sobre o Capitão Frio..
    Na 1° cena, onde o Barry salva a Iris, finalmente sacramentei o fato que pra mim os 2 são irmãos, passando desse ponto considero um incesto já!! Me desculpem os WestAllen, mas ali é só amizade. Sem contar que Iris funciona melhor sendo amiga do que interesse romântico. Se for pro Barry ficar com alguém que fique com a fofíssima Paty…
    Cisco e a Patinadora: que lindos!!!
    Estou com pena do Sr. Andros, semana que vem será focado nele, aguardemos!
    Gostei de ver Michael e Peyton sendo pai e filha novamente… Entendedores entenderão!!
    E quero o Jay pro elenco regular já… e quero ele pra mim tbm! haha
    Mais um episódio que passou como um Flash pra mim (Cazalbé curtiu isso).

    1. Yara, minha amiga, me ajuda aí sobre essa coisa de pai e filho que eu não sou entendedor nesse caso não (Rs) mas fiquei curioso. Ah tá, e admito, não sei quem é o Sr. Andros….

      1. O Sr. Snart e a Patinadora interpretados por Michael Ironside e Peyton List foram pai e filha em Smallville (que é o meu 1° amor no quesito série de heróis), respectivamente General Lane e Lucy Lane!!! O Sr. Andrews (meu corretor escreveu errado, não é Andros hahaha) é o nome do personagem do Dr. Stein em Titanic, pra mim ele sempre será o Sr. Andros.. rsrsrsrs

        1. Hehehehehehe. Você é melhor em referências do que eu. Lembrei agora. Verdade.

          Sim, semana que vem é Firestorm, e talvez um Firestorm negro em mais uma referência aos quadrinhos. Vamos ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *